Comportamento

Como vencer o medo de falar em público em 6 passos

Mulher fazendo discurso no microfone.
Eliuse Silva
Escrito por Eliuse Silva

Quando você diz que tem medo de falar em público, do que de fato você tem medo? Já pensou nisso?! Seria medo de não aprovação, de julgamento das pessoas, de que sua imagem seja depreciada por seus ouvintes, de pagar mico. De que, afinal?

Qual foi a situação que gerou esse bloqueio? Foi um contexto da infância, da adolescência, ou foi algo mais recente? Que situação aconteceu no passado que fez você se bloquear e cuja reação você repete no presente?

Antes de mais nada, para se buscar o controle das emoções e vencer o medo de falar em público, é preciso entender como funciona nosso cérebro.

Digamos de maneira bem simplória que nosso cérebro possui três camadas. A primeira é o chamado cérebro reptiliano, que trabalha nossos instintos; a segunda contém o sistema límbico, que gerencia nossas emoções; e a terceira diz respeito à nossa parte racional.

O que acontece é que tudo que registramos em nossa mente está ligado sempre a alguma emoção. As informações, antes de chegarem na camada racional, chegam na parte emocional. Por isso nossas emoções regem nossa vida. Tudo que fazemos e decidimos é regido por nossas emoções.

Mulher cantando cheia de emoção.

Daí nosso medo de falar em público certamente é decorrente da lembrança (nem sempre clara) de uma situação em que não fomos bem-sucedidos. E isso está registrado em nosso subconsciente como uma emoção negativa.

Ou seja, toda situação semelhante àquela que está guardada no subconsciente vai gerar o mesmo tipo de reação emocional. Quando manifestamos medo diante da possibilidade de falar para muitas pessoas, é nosso sistema emocional que está comandando tudo e nos dizendo: “não faça isso, é perigoso. Você vai se dar mal como antes”.

Para nos proteger o cérebro libera adrenalina, gerando a fisiologia de resistência ou de fuga. As pernas tremem, as mãos ficam suadas, há inibição das cordas vocais.

Nós criamos mentalmente a imagem de que falar em público é sempre uma situação de tensão, porque o subconsciente interpreta que você está em perigo.

Menina com expressão assustada segurando o cabelo em um caminho cercado pelo mato.

Mas o fantástico disso tudo é que a mente é flexível, pode ser alterada.

A ansiedade de falar em público pode ser controlada. Como então vencer o medo ou ao menos administrá-lo? Agindo e dando novo conteúdo para sua mente.

Para gerar novos comandos para sua mente, siga o passo a passo abaixo e seja uma nova pessoa. Vai lá, pare de se lamentar e comece a agir:

  • Desenvolva desejo esmagador de superar o medo. Sem isso, nenhuma mudança será promovida. Desperte entusiasmo para se dedicar à atividade de falar em público. Concentre-se nos benefícios que isso te trará. Pense: “o que significa para mim a habilidade de falar com mais convicção?”, “o que me motiva a promover a mudança?”, “por que isso é importante pra mim?”.
  • Promova autoconhecimento. Muito da insegurança que se tem é decorrente de não se conhecer como orador. Identifique, primeiro, que imagem você tem de si mesmo como orador. Depois, se proporcione uma apresentação e faça um vídeo. Conheça como é sua voz, sua expressão corporal e facial, como se movimenta, etc. Avalie-se e defina o que quer mudar.
  • Altere a tríade ‘foco/fisiologia/linguagem’. O foco está ligado a sua autoimagem. Se ela é negativa, você precisa se ver positivamente como orador. O foco deve ser no que você quer ser e não no que não deseja mais ser. Sinta-se o verdadeiro mensageiro de algo. Sinta como se só você pudesse passar a mensagem para o público, mais ninguém.

Homem dando discurso para plateia lotada.

  • Desenvolva a coragem para encarar o público e atue como se já tivesse os atributos de um grande orador. É importante que SINTA e não apenas pense isso. A fisiologia é como o corpo reage. Se o sentimento muda, a reação do corpo também muda. O corpo deve estar ereto, ombros levantados, cabeça erguida, olhar determinado. O corpo deve demonstrar autoconfiança. A linguagem é o que você pensa e diz de si mesmo. Lembre-se de que o subconsciente obedece direitinho ao comando que é dado. Se você pensar que é um fracasso em termos de oratória, sua mente vai seguir direitinho essa ordem. É preciso dizer à sua mente que você é um sucesso, que sabe se comunicar com segurança, etc.
  • Domine o conteúdo. Saber perfeitamente o que irá dizer e qual a sequência faz toda a diferença. Acredite em seu conhecimento e fale como se estivesse determinado a falar. Nesse caso, estudar muito ajuda a ter segurança. Se vai falar por 20 minutos, tenha conteúdo para 1h; se vai falar por 1h, tenha conteúdo para 3h.
  • Pratique incessantemente. Falar é a única maneira de não falhar. Logo, é necessário praticar, praticar, praticar. Sempre que tiver oportunidade, fale em público, seja numa reunião de trabalho, num grupo de amigos, na família. A oratória é uma habilidade que deve ser desenvolvida constantemente.

Homem fazer discurso no microfone.

  • Controle seu crítico interno. Motive-se na hora de falar. Torne-se disposto a apreciar a apresentação que está prestes a fazer. Seja Você o seu principal apoiador, nada de se criticar. Autojulgamento durante a apresentação é destrutivo. Na hora da fala, não tente corrigir falhas com técnicas, se for treinar, treine antes. Sempre valide o que diz.

Siga esses 6 passos e maravilhe-se com o resultado que irá alcançar!

Seja um Orador Mestre!

Sobre o autor

Eliuse Silva

Eliuse Silva

Nascida e residente na Bahia, carrego a alegria de minha gente e o jeito espontâneo de se expressar. Realizo-me profissionalmente como Professora Universitária e como Coach em Comunicação Harmônica e em Oratória.

Licenciada em Letras e mestra em Linguística, sou uma apaixonada pela linguagem, pelas formas de interação e pelo contínuo desenvolvimento do ser humano, seja pessoal ou profissional. Acredito que somos seres múltiplos e inacabados, em constante transformação e potencialização.

Por isso, venho mesclando estudos relativos a autoconhecimento, autodomínio emocional e comunicação intra e interpessoal. E, dessa simbiose, nasceu o Projeto Oratória Mestra, através do qual ofereço cursos presenciais e online em Comunicação Compassiva e em Oratória Emocional, provocando a expressão autêntica e autônoma de cada participante.

Email: [email protected]
Site: oratoriamestra.com.br
Facebook: eliusesilva.oratoria
Instagram: @eliusesilva_om
YouTube: eliusesilva