Convivendo

Quais são os benefícios de não fazer nada?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Em italiano existe uma expressão muito famosa, o “il dolce fare niente”, que traduzido ao português significa “a doçura de não se fazer nada”, e, em um mundo em que se valoriza tanto a produtividade, essa frase tem feito cada vez mais sentido para pessoas que buscam aliviar o stress do dia-a-dia.

Mas por que é tão importante não fazer nada? E o que significa não fazer nada exatamente? Descubra as respostas neste artigo.


Fonte: Pixabay

O que significa não fazer nada?

Essa frase não deve ser levada ao pé da letra, pois a verdade é que mesmo que não estejamos fazendo nada, isso já significa que estamos fazendo algo, como respirar ou observar a vida passar, por exemplo.

Na verdade, o que isso realmente significa é que é importante ter um momento em que você não esteja resolvendo problemas ou trabalhando.

A meditação é um bom exemplo do que pode significar não fazer nada, e muitas empresas têm adotado essa prática, visando melhorar a produtividade de seus funcionários.


Fonte: Pixabay 

A importância dos momentos de lazer

Momentos de lazer são importantes para que as pessoas consigam desenvolver melhor a sua concentração, e por isso, um sociólogo italiano chamado Domenico de Masi criou a ideia de ócio criativo, que leva em conta que o ser humano precisa de momentos felizes para desempenhar melhor suas funções profissionais.

Buscar por jogos que estimulem a sua inteligência pode ser uma boa forma de deixar seus momentos de ócio mais divertidos, e esse é o caso dos cassinos online, por exemplo.

Por sorte, com a tecnologia existente atualmente, é cada vez mais fácil descobrir qual o melhor cassino online em Portugal ou no Brasil, e utilizar estes jogos para aliviar o seu stress do dia-a-dia.

A diminuição da jornada de trabalho

O desenvolvimento de estudos sobre a importância dos momentos de ócio no aumento da produtividade dos funcionários tem levado muitos países a considerar a ideia de diminuir a jornada de trabalho de 8 para 6 horas diárias, como é o caso da Suécia.

O resultado dos estudos feitos pelo governo da Suécia tem sido bastante positivo, e, embora isso exija que as empresas contratem mais funcionários, o que acarreta em mais custos para elas, a longo prazo isso leva a diminuição dos problemas de saúde dos empregados.

Uma pesquisa que já foi feita na área, identificou que pessoas que trabalham durante muitas horas seguidas tem um risco 40% maior de desenvolver doenças coronarianas, que é quase a mesma chance que os fumantes têm de vir a ter esse problema, que é de 50%.

Por isso, muitas pessoas têm optado por trabalhos mais flexíveis, como é o caso dos freelancers, que podem trabalhar a partir da sua própria casa, e que podem fazer o seu próprio horário e incluir momentos de folga ao longo do dia.

Diante disso, o que pudemos perceber ao longo deste artigo é que os benefícios de ter pausas ao longo do dia têm sido cada vez mais comprovados, e o ócio pode inclusive ser importante para aumentar a sua produtividade.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]