Comportamento

Coletivo humano

Mãos se tocando.
Ricardo Gomes Angel / Unsplash

Dizem que não somos meros irmãos, mas que “somos todos um”. Somos “um com a fonte”, “um com todos”, um verdadeiro Coletivo Humano.

Assim como as células do nosso corpo fazem parte do corpo, e são o próprio corpo, nós, os seres humanos fazemos parte de um todo maior e somos o próprio “Todo”.

Sim, somos seres completamente interdependentes uns dos outros; precisamos das outras pessoas para nascer, para nos alimentar, para aprender, para trabalhar, para viver.

Aliás, hoje compreendo melhor até mesmo os julgamentos alheios. Por que nos importamos tanto com os outros? “Fulano não deveria ter feito isso”. “Como existem pessoas que se vestem desse jeito?”. “Como podem pensar daquela forma?” Sim, até mesmo com pessoas com quem, em tese, não temos nenhuma relação, queremos opinar sobre como elas devem ser ou viver.

Hoje compreendo, cada vez mais, que o motivo pelo qual nos importamos tanto com os outros é porque “somos um só”, “somos um coletivo”. Eis a razão de querermos opinar e, muitas vezes, determinar a forma de os outros seres humanos viverem.

Mulheres e homem brancos rindo.
Omar Lopez / Unsplash

Todavia, para um coletivo viver em harmonia, é necessário um ingrediente especial chamado aceitação. É necessário, mais do que nunca, aceitarmos uns aos outros. Cada um com suas funções e missões, cada um com sua realidade, individualidade e sua vida.

Não queira viver a vida da outra “célula”. Viva a sua e, de preferência, em harmonia com a “outra célula”, pois vocês são interdependentes e integrantes de algo maior.

Você também pode gostar

Você pode não concordar, mas você pode aceitar. Aceite e siga em frente. Aceite e colabore com o coletivo. Busque harmonia, assim como nossas células em nosso corpo, que estão sempre buscando a harmonia e o equilíbrio. Caso contrário, a desordem pode surgir, do mesmo modo quando uma célula resolve atacar outra — e doenças, muitas vezes até incuráveis, podem aparecer, aí nem o corpo resiste. Cuidemos uns dos outros e sejamos cada vez mais “Um”, cada vez mais “Um Coletivo Humano”.

Sobre o autor

Úrsula Petrilli Dutra Christini

Blogueira e escritora, com formação em Life Coach, Professional Coach e Leitura de Registros Akashicos. Autora do livro “Gratidão, traga-me mais - 10 passos para atrair mais abundância em sua vida”, da Editora AGE, lançado em novembro de 2019. Servidora pública, bacharel em direito, assessora jurídica. Voluntária da ONG Arte de Viver e responsável pela Meditação da Lua Cheia há mais de 4 anos. Blogueira do Zh Moinhos por 6 anos e do Blog Reconduza por 5 anos. Criadora do Canal do YouTube Reconduza por Úrsula.

Apaixonada pela escrita motivacional, realizo-me escrevendo com a possibilidade de tocar o outro ser humano positivamente. Uso a meditação e o Acesso aos Registros Akashicos para a inspiração em meus textos.

Por meio de meus artigos, procuro aplicar o coaching para ajudar o outro ser humano a ir do “ponto A ao ponto B” ou, quem sabe, do “B reconduzir ao A ou ao C”.

Acredito no poder de uma postura positiva. Não é só o pensamento positivo. É um olhar positivo, crenças positivas, emoções positivas, palavras positivas, postura positiva. Aí, sim, podemos começar a falar em poder do pensamento positivo.

Nesse tempo de despertar, trazer palavras de Luz para este universo digital é algo que todos nós podemos fazer.

Fica a dica!

Gratidão ao Eu Sem Fronteiras e a você!

Contatos:
Email: ursula.petrilli@gmail.com
Facebook: facebook.com/ursula.christini
Instagram: @reconduza_por_ursula
Youtube: RE CONDUZA por Úrsula Dutra Christini
Twitter: @Reconduza_com