Autoconhecimento

Como acabar com as fake news?

Philosophia
Luis Lemos
Escrito por Luis Lemos
O método da Philosophia para chegar à verdade!

Em todo o mundo, vive-se uma onda de falsas notícias, ou seja, o termo “fake news” nunca esteve tão em alta. Como o homem contemporâneo é “formado” diariamente por milhares de informações, ele não possui nenhum instrumento (formação, tempo ou dinheiro) para fazer a separação do que é verdadeiro ou falso.

As pessoas vão simplesmente “consumindo notícias”, não se preocupam com os “estragos” que uma mentira causa na vida de uma pessoa, de uma sociedade, de um povo

Em meio a tantas notícias falsas, parece que a verdade cedeu lugar à mentira. Daí a dificuldade que se tem para saber o que é verdade e o que é mentira. Com efeito, pensamos que a Philosophia pode contribuir grandemente com o processo de esclarecimento da verdade. Desde as suas origens, especialmente a partir das ideias de Platão, a Philosophia é Eros e, como tal, deve atrair a todos.

 

Philosophia

A Philosophia, enquanto “atração” pela verdade, é polissêmica e poucos são aqueles que sabem o seu verdadeiro significado. Assim como as palavras amor, ética, solidariedade, poder, etc., a palavra Philosophia vem pagando o preço por se tornar tão popular. Hoje em dia é comum, ou seja, quase natural, as pessoas falarem em “filosofia da empresa”, “filosofia do time”, “filosofia da igreja”, como uma única coisa. Não, não é! É preciso buscar o significado e o sentido das palavras e das coisas. É preciso saber o que cada coisa significa, o que ela quer dizer, qual a mensagem, etc.

Para ficar no campo da educação, do ensino, vamos analisar a palavra Philosophia. Ela vem do grego e é formada por “Philo”, que significa amizade e amor, e “Sophia”, que significa sabedoria e conhecimento. Literalmente, Philosophia significa “amigo da sabedoria”. No entanto os filósofos contemporâneos preferem chamá-la de “amor ao conhecimento”. Isso porque o amor é o que move todas as ciências, sejam elas exatas, biológicas, humanas e sociais.

Como professor de Philosophia, costumo ensinar para os meus alunos que Filosofia é senso comum, fake news. Ao contrário, Philosophia é atitude reflexiva, crítica e especulativa. A Philosophia, enquanto conjunto de toda ciência ou saber racional, não é para qualquer um. É preciso muito estudo, esforço e preparação intelectual para ser um filósofo.

Assim como ninguém se torna matemático sem conhecer o universo dos números, ninguém se torna filósofo sem conhecer a arte do filosofar

Como uma das manifestações mais características da sociedade atual ou, melhor dizendo, da cultura capitalista, é a aparente e incontrolável busca pelo simplório, pela Filosofia, e não pela Philosophia, é impressionante observar como as pessoas não estão preocupadas com a verdade. O ser humano atual prefere ser levado pelo impulso, pelo instinto, pelo desejo, e não pela busca da verdade. Vive-se em um período de esforço mínimo, em todos os campos, na arte, na economia, na política e na ciência, a verdade tornou-se objeto de museu.

Philosophia

Assim, a busca pela verdade deve ser a energia vital de todo intelectual sério, não importando qual o seguimento que atue, se na religião, no jornalismo, na educação, na política ou na ciência, o importante mesmo é o conhecimento da verdade. Mas não é isso o que vem acontecendo na sociedade atual, pois as pessoas estão sendo levadas a acreditar em palavras ou situações que, na verdade, não são verdadeiras, são falsas, daí a explosão das chamadas fake news.

A mentira ou o não entendimento do que significa cada coisa tem causado grandes prejuízos ao ser humano, principalmente do ponto de vista intelectual e social. Ou seja, é preciso que o ser humano se liberte, com urgência, de toda ideologia dominante, das amarras do consenso, do puramente factual, para, enfim, viver em plena harmonia com a verdade, com a Philosophia. Portanto quando você ouvir alguém falar de Philosophia, observe se ele está falando a verdade (a Philosophia) ou a mentira (as filosofias).

PhilosophiaPor fim, mas não menos importante, ressalta-se que somente a Philosophia pode acabar com as fake news, porque ela ensina a busca pela verdade, não a posse da verdade. O momento “positivo” da Philosophia pode ajudar o ser humano a construir dias melhores, no entanto, para que isso aconteça, é preciso que os governos deem prioridade para o ensino da Philosophia nas escolas, desde as crianças até a vida adulta. Só assim encontraremos ou construiremos o equilíbrio do paraíso, ainda em vida, aqui na Terra!


Você também pode gostar de outro texto do autor: Como o homem sábio aprende?

Sobre o autor

Luis Lemos

Luis Lemos

Graduado em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA); Graduado em Filosofia pela Universidade Católica de Brasília (UCB); Bacharelado em Filosofia pelo Centro do Comportamento Humano (CENESCH).

Professor de Ciências Naturais na Secretaria Municipal de Educação de Manaus (SEMED/AM). Professor de Filosofia da Educação, Ética e Filosofia Jurídica na Faculdade Martha Falcão/Devry Brasil.

Tem experiência na área de Filosofia da Ciência, com ênfase em História da Filosofia, atuando principalmente com os temas: Educação, Ensino de Ciências, Epistemologia, Ética e Ética Profissional.

Autor dos livros: O primeiro olhar – A filosofia em contos amazônicos (2010); O segundo olhar – A filosofia em temas amazônicos (2012); O terceiro olhar – A filosofia em lendas amazônicas (2014); O homem religioso - A jornada do ser humano em busca de Deus (2016).