Autoconhecimento Doutrina Espírita Espiritualidade

Estrada Iluminada – Profecias. Nova Terra.

Edição do planeta Terra afundando em água sobre um fundo de fogo.
Nilton C. Moreira
Escrito por Nilton C. Moreira

É comum nos depararmos com predições, adivinhações, profecias sobre o fim do mundo. Houve até vários filmes que ilustraram o acontecimento apocalíptico, pois consta, nos livros mais antigos, que haverá um fim para a humanidade.

Certamente os livros registram, mas não podemos seguir ao pé da letra como se diz, pois em razão de terem sido editados há muitos anos, devem ser interpretados segundo uma realidade, sem fanatismos, sem interesses econômicos, pois muitas pessoas se aproveitam de textos isolados para usufruírem vantagem sobre outras menos esclarecidas.

Representação dos quatro Cavaleiros do Apocalipse correndo na mesma direção, em um cenário de fogo e destruição.

Temos de nos questionar sobre tudo, e uma das reflexões que devemos fazer é a de que Deus não iria criar algo para destruir. Na realidade, quem destrói é o homem, e um exemplo está no meio ambiente. Destruímos e depois sofremos as consequências. Espalhamos os lixos pelas cidades, revestimos os terrenos com asfalto e quando a chuva vem não consegue escoamento e empurra os resíduos sólidos pelas superfícies impermeáveis, entupindo bueiros e bocas de lobo, daí os alagamentos, que chegam até custar a vida de pessoas.

Realmente, o mundo a cada dia se modifica, pois nada na Criação fica inerte, e embora alguns parâmetros se desviem do bem, que é o caso de pessoas que são refratárias a melhorias e se dedicam a prática do mal, enveredando para o lado do crime, na intenção de obter vantagem financeira, como é o caso do comércio de drogas em geral, o mundo segue o curso evolutivo.

Você também pode gostar

Nos primórdios, quando a Terra estava em formação, logo após o resfriamento, aqui foi palco de um grande laboratório, onde se reuniram os intérpretes da vontade do Plano Cristo, tendo havido posteriormente o desaparecimento, por exemplo, dos Sauros, animais gigantescos que povoaram a Terra por algum tempo, mas que não podiam permanecer aqui em razão inclusive da falta de alimentação, pois haveria um desequilíbrio ecológico. Mas depois com a fixação das raças nada mais desapareceu, a não serem alguns animais que foram extintos pela conduta equivocada do próprio homem.

Haverá sim uma Nova Terra, mas esta não será extinta, apenas transformada, e tudo inicia pela modificação dos que aqui habitam, onde pessoas que hoje se tornaram entrave ao progresso não mais aqui retornarão após o passamento. Por outro lado já chegam ao mundo crianças que se tornarão adultos compromissados no bem, mais evoluídas, com alto conhecimento tecnológico, capaz de dar o salto de qualidade em nosso Planeta, possibilitando a transformação, acontecendo então a Nova Terra.

Mãos segurando um novo planeta Terra, que brilha sobre um fundo de galáxia.

Quanto às datas limite, final dos tempos, isto não se confirma, até porque, a espiritualidade através de mediunidades sérias não nos informa isso, e tem a contagem do tempo diferenciada cronologicamente do nosso tempo carnal.

Por derradeiro, não devemos nos preocupar com os comentários de fim do mundo, pois a existência do ser humano é tão curta aqui, que no momento que fosse acontecer esse comentado final, certamente, já poderíamos estar em outro Planeta mais evoluído. Preocupemo-nos com o presente. Vivamos intensamente ele para ter saúde, evitando nos deprimir com assuntos do passado ou ficarmos ansiosos com situações do futuro.

Sobre o autor

Nilton C. Moreira

Nilton C. Moreira

Policial Civil, natural de Pelotas, nascido em 20 de maio de 1952, com formação em Eletrônica, residente em Redentora (RS), religião Espírita, casado.
Email: [email protected]
Facebook: /Nilton-C-Moreira