Espiritualidade

Vida além da Vida – Expurgos

Expurgos
Nilton C. Moreira
Escrito por Nilton C. Moreira
Por todos os cantos do mundo, vemos sinistros, catástrofes, desastres, homicídios, latrocínios, acidentes, guerras. Grande é o número de vítimas que tem seu passamento, e também é volumosa a quantidade de familiares e amigos abalados pela tristeza da separação.

Concluímos que habitamos um planeta de tristezas, pois nenhum de nós está livre de ser atingido pela violência que nos arrebata daqui, nem do sentimento de separação. Não é novidade que os Espíritos mais elevados já nos disseram que habitamos um planeta de provas e expiações, o que quer dizer que aqui predomina a maldade.

É verdade que temos momentos felizes, mas são flashes apenas do que se assemelha a verdadeira alegria de planetas mais evoluídos.

Como podemos dizer que teríamos felicidade plena se vemos todo momento a desgraça de outrem, mesmo sem ter parentesco algum – muito embora sejamos todos irmãos no Criador.

Expurgos

Mas todas estas ocorrências fazem parte do objetivo maior que é nossa evolução.
Não conseguimos ainda evoluir pelo amor, portanto, tem de ser pela dor mesmo, e, então, aparecem esses desencarnes em massa como aconteceu recentemente na Indonésia, ou grandes incêndios, ou nas guerras. Não se trata de apenas falecimento ao acaso. São verdadeiros expurgos.

Devemos atentar para as palavras de Jesus e teremos claramente os acontecimentos futuros. Só o amor é que vale a pena. Mas como dizer que amamos se ferimos, matamos e, na maioria das vezes, apoiamos o mal? As guerras existem desde os primórdios e nunca levaram a nada, a não ser sustentar a indústria do armamento. Os mesmos que deflagram guerras são os que pedem para que haja paz, o que é uma incoerência.

Expurgos

O planeta Terra tem de evoluir na categoria e os habitantes daqui que não se adequam ao progresso, sendo, portanto, refratários aos bons ensinamentos deixados pelo Mestre, certamente embarcam em comboio para outra esfera possivelmente mais atrasada para que lá possam, na dor, rever seus conceitos e melhorar na direção do almejado pelo Criador, mas também podem estar indo para planetas de categoria mais elevada, se assim o merecerem.

Para as almas expurgadas, restará apenas a lembrança de como poderiam ser felizes acompanhando a evolução do planeta Terra. Isto se assemelha ao acontecido há milênios e está bem demonstrado no livro Exilados de Capela. Muitos de nós somos oriundos daquela constelação e fomos refratários no passado e hoje nos escandalizamos com todos estas barbáries que acontecem.

É importante que ponhamos Jesus no coração e sigamos os ensinamentos contidos no Evangelho, para que sejamos cada vez melhores e dignos de habitar a nova Terra referida nos livros.

Muita paz a todos.


Você também pode gostar de outros artigos do autor: Vida além da Vida – Almas afins

Sobre o autor

Nilton C. Moreira

Nilton C. Moreira

Policial Civil, natural de Pelotas, nascido em 20 de maio de 1952, com formação em Eletrônica, residente em Redentora (RS), religião Espírita, casado.
Email: [email protected]
Facebook: /Nilton-C-Moreira