Convivendo

7 passos para juntar dinheiro

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Anode crise, a grana está meio curta e não conseguimos guardar nenhum dinheiro. A maioria das pessoas, principalmente as que possuem dívidas e que não costumam controlar seus gastos, acabam enfrentando sérias dificuldades nas finanças pessoais. Mas, apesar de parecer, juntar algum dinheiro não é uma tarefa tão difícil. Com algumas pequenas mudanças em sua rotina e no que você consome, é possível fazer economia. Mas é claro que nada vai adiantar se você não manter o foco e tiver determinação.

Se você também quer juntar algum dinheiro, mas não sabe nem por onde deve começar, leia este artigo e veja aqui algumas dicas que preparamos para vocês.

1. Devagar e sempre

Se você nunca teve o costume de economizar dinheiro, ou se nunca conseguiu algo do tipo, deve saber primeiramente que não vai conseguir fazer isso do dia para a noite. Comece devagar. No primeiro mês, separe uma quantia pequena e, assim que receber o seu salário, coloque imediatamente na poupança, assim correrá menos risco de gastar o dinheiro. Não é necessário que este depósito tenha um valor alto.

O mais importante é que você adquira este hábito. Nos meses seguintes, separar uma quantia do seu salário será feito de maneira automática e, assim, você conseguirá juntar dinheiro mais rapidamente.

2. Anote tudo que gastar

Uma boa dica para não perder o controle sobre seus gastos é criar o hábito de anotá-los. Assim, você sempre saberá no que está indo a sua grana e de maneira mais fácil, conseguirá identificar o problema. Veja suas despesas e analise se há algum lugar ou situação que você pode cortar para juntar mais dinheiro.

3. Gerenciadores de finanças

Assim como na dica acima, uma boa maneira de controlar seus gastos é ter um gerenciador de finanças. Dessa maneira, você controlará seus gastos e ganhos com mais exatidão. Há alguns sistemas desses disponíveis para download gratuitamente na internet.

4. Livre-se de dívidas

Para juntar dinheiro, o principal é se livrar de qualquer tipo de dívida. Elas são as grandes inimigas na vida de alguém que deseja juntar mais rapidamente dinheiro. Priorize as dívidas que forem mais caras, as que tiverem mais juros como, por exemplo, o cheque especial e o cartão de crédito. Se você não tem como pagar essa dívida, recorra a um empréstimo consignado. Isso porque neste tipo de negócio, são cobrados juros mais baixos.

5. Estabeleça prioridades

Juntar dinheiro mais rápido se torna uma tarefa mais fácil quando você passa a estabelecer suas prioridades, seus objetivos. Dessa forma, você manterá o foco, disciplina. Uma boa dica é definir sonhos, a pequeno, médio e longo prazo.

6. Estipule uma quantia mensal para guardar

Depois de estabelecer as suas prioridades e objetivos, é hora de estipular uma quantia para ser guardada mensalmente. Opte por guardar uma quantia que seja suficiente para que você consiga realizar seus planos.

Segundo especialistas, independentemente do sonho que você tenha, o ideal é guardar pelo menos 15% do seu salário.

7. Proteja seu investimento

Tão importante quanto juntar o dinheiro, é definir a maneira que manterá esse dinheiro aplicado ou guardado. Uma boa dica é guardá-lo em uma aplicação que o proteja da inflação e onde você pague menos juros.


Texto escrito por Flávia Faria da Equipe Eu Sem Fronteiras. 

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]