Autoconhecimento

Escolhendo prioridades

Mão de pessoa branca escrevendo em uma agenda uma lista de tarefas.
Tereza Gurgel
Escrito por Tereza Gurgel
Estamos imersos em um mundo que não nos oferece tempo nem incentiva a reflexão e a mudança. Sabemos que as coisas não estão fáceis, mas como mudar de direção? Acreditamos que isso é impossível, justificamos a nossa inércia com mil desculpas, evitamos admitir a nossa responsabilidade por aquilo que nos acontece.

A mudança traz uma grande carga de angústia. Será que vale a pena deixar o que conhecemos (embora esteja nos fazendo mal) e embarcarmos em uma aventura, cujos resultados são incertos? Afinal, quem não sente pelo menos uma pontada de preocupação diante de uma situação nova?

Se estabelecermos que, por meio de um esforço consciente e constante, a nossa vida pode ser mais rica e positiva, provavelmente chegaremos à conclusão de que o trabalho será válido. Abandonar certos hábitos parece impossível, mas a satisfação ao nos libertarmos deles é indescritível.

prioridades

O que precisamos fazer em primeiro lugar é uma análise e identificar o que está nos impedindo de sermos mais plenos. Certas prioridades são fruto de uma concepção equivocada sobre nós mesmos e nosso lugar no mundo.
 Se começarmos a trilhar o caminho da autodescoberta, temos que estabelecer a nossa primeira nova prioridade: seguir em frente. Ao nos movermos contínua e progressivamente, mais nos certificamos que estamos no caminho certo. Vai demandar um grande esforço, mas não devemos abandonar a esperança, mesmo com todas as dificuldades.

Lembre-se que esse exercício não é uma corrida: você não está em uma competição, então, o “tempo” realmente não importa. Não se compare com ninguém achando que está indo muito “devagar”… O que importa é continuar seguindo em frente. Cada pessoa tem um ritmo, uma história. Se preocupar por não obter resultados de maneira instantânea é contraproducente. A única coisa que vai realmente impedi-lo de mudar é ficar parado!

Manter um círculo positivo de relacionamentos e amizades nos traz inúmeros benefícios emocionais.
Bons amigos, que nos apontam as deficiências (com críticas construtivas), nos oferecem ajuda e incentivo, fazem uma grande diferença. Procure rever o seu círculo de amigos: a qualidade é bem mais importante do que a quantidade. Todos nós temos uma história de vida, então, observe o que você pode aprender com as experiências dos outros, mas não caia na tentação fácil de julgar as pessoas, o que não acrescentaria nada de construtivo para você.

É muito fácil nos alinharmos emocionalmente com aquilo que é negativo. Confúcio dizia que as coisas boas são difíceis de alcançar, porém as negativas nos vêm com facilidade. O mal existe, mas procure manter o seu foco em coisas positivas, mesmo que no início seja difícil, pois assim você estará criando, em seu cérebro, novas conexões, muito mais construtivas.

prioridades

Estabeleça metas futuras e quais serão os passos que você deve dar para alcançá-las. Abandone a irritante mania de valorizar os erros passados, desacreditando de si mesmo. Claro que você encontrará inúmeras dificuldades no futuro, mas se criticar a todo tempo por suas falhas não vai ajudá-lo.

Perceba quais são os seus pontos fortes e quais são os seus pontos fracos. Sabendo disso, examine as maneiras pelas quais você fortalecerá o que precisa para alcançar aquilo que estabeleceu como meta.

Se um sentimento negativo emerge, pense nas consequências de se deixar levar por ele. Escolha uma nova maneira de agir. Avalie constantemente se você está progredindo, você sempre terá múltiplas escolhas à sua disposição.

A única coisa certa no mundo é a mudança. O que podemos fazer é procurar direcionar as inevitáveis reviravoltas do destino para um futuro mais positivo, mas enquanto isso não acontece, trabalharemos sobre nós mesmos, a fim de nos fortalecermos diariamente.


Você também pode gostar de outros artigos da autora: Resiliência

Sobre o autor

Tereza Gurgel

Tereza Gurgel

Formada em Psicologia (F.F.C.L. São Marcos - SP). Filiada à ABRATH (Associação Brasileira dos Terapeutas Holísticos) sob o número CRTH-BR 0271. Atua na área Holística com Reiki, Terapia de Regressão e Florais de Bach. Mestrado em Reiki Essencial Metafísico e Bioenergético Usui Reiki Ryoho, Shiki, Tibetano e Celtic Reiki. Ministra cursos de Reiki e atende em São Paulo (SP).

E-mail: [email protected]
Telefone: 11 987728173
Site: mtgurgel.wixsite.com/mundoholistico
Blog: terezagurgel.blogspot.com.br
Skype: tk.gurgel