Autoconhecimento Energia em Equilíbrio

Exercitando a coragem diariamente

Exercitando a coragem
Tereza Gurgel
Escrito por Tereza Gurgel
A coragem é um conceito mal interpretado em muitas vezes. Muitas pessoas acham que ser corajoso é não ter medo. Pelo contrário, a coragem é a capacidade de agir, apesar do medo. O impulso de seguir adiante, mesmo com temor, leva às conquistas mais elevadas, pois é uma força positiva que nos motiva a continuar seguindo adiante, apesar das dificuldades.

Parece que o mundo ao nosso redor está cheio de armadilhas e perigos. Em certos momentos, até nós mesmos tratamos de nos boicotar e duvidar de nossas capacidades.

Como mudar a nossa maneira de agir e avançar em busca de nossos ideais, sem abandoná-los?

Podemos tentar, em um primeiro momento, refletir sobre os nossos medos. Investigando e aceitando que dentro de nós existem muitas coisas que nos causam desconforto e temor, sem tentar minimizar ou negar, nos tornam mais conscientes de nossas fraquezas. Procure especificar o que destrói sua confiança.

Depois de listar os nossos medos, vamos tentar entender ainda mais cada um deles. Sabendo o que te causa medo ajuda a lidar com essas emoções.

Exercitando a coragem

Pesquise seu medo, saiba como ele aparece, como ele se manifesta, estude-o profundamente. Entenda as emoções que o seu medo desperta, como elas começam a surgir na sua mente e como elas se desenvolvem. Aja como um detetive ou um cientista, ponha seu medo sob a luz de um “microscópio” e faça dele o seu objeto de estudo. Você estará treinando sua mente para se antecipar aos eventos desconfortáveis e agir de forma mais positiva. Cada medo estudado a fundo se tornará mais familiar e menos intimidador a você.

O próximo passo é encontrar maneiras de controlar as suas reações negativas. Como você notará, conhecendo como o medo age, terá muitas informações sobre como lidar com ele. Trazendo o medo para a luz, ele se torna menos ameaçador, menos abstrato e perturbador. A partir daí, você consegue catalogá-lo, especificando-o e definindo ações para controlá-lo. O medo não vai desaparecer, mas você se torna mais forte para agir a despeito de sua existência. Veja que existem elementos desse temor que você poderá ir controlando, por meio de inúmeras técnicas: exercícios respiratórios, meditação, leituras, treinamentos, etc.

Um bom incentivo é procurar se inspirar com a história de pessoas famosas, que conseguiram superar as dificuldades, mesmo tendo medos como você. Procure ler suas biografias. Quando você conhece esses relatos, eles podem inspirá-lo a adotar novos comportamentos e a criar outras saídas.

A coragem envolve flexibilidade, persistência e resiliência.
Reveja os seus pensamentos constantemente, desafiando sua própria maneira de refletir. A dúvida surgirá e procurará desviar você de seu novo caminho. Analisando sua mente e seu modo de pensar, você evita de cair na armadilha da dúvida e da autossabotagem.

Para fortalecer ainda mais sua resolução de encarar seus medos de frente, pratique autoafirmações. Elas ajudam e manter o foco e a condicionar seu cérebro na persistente busca de seus ideais. Para isso, procure realizar esse exercício logo que acordar e antes de adormecer. Se puder, repita as afirmações ao longo do dia.

Não se desanime com possíveis falhas. A prática constante conduz à perfeição. O processo para enfrentar corajosamente seus medos é difícil, você está literalmente construindo um novo caminho para si.

Mantenha o foco no seu objetivo final, que é a superação de seus temores. Aprenda com as quedas, consiga o máximo de informação possível delas para se fortalecer ainda mais.

Exercitando a coragem

Aos poucos, vá expandindo a sua zona de conforto. Ao se deparar com novos desafios, não tente antecipar nada, apenas aja, simplesmente. Experimente coisas novas, procure novos desafios. Os erros servem para o aprendizado, você sempre pode recomeçar. Não importa em que ponto você está: o importante é continuar caminhando, um dia de cada vez.

A única coisa que separa você de seu potencial é a barreira que você mesmo constrói. Vamos começar a derrubá-la? Então, mãos à obra!


Você também pode gostar de outros artigos da autora: Como alcançar a “felicidade”?

Sobre o autor

Tereza Gurgel

Tereza Gurgel

Formada em Psicologia (F.F.C.L. São Marcos - SP). Filiada à ABRATH (Associação Brasileira dos Terapeutas Holísticos) sob o número CRTH-BR 0271. Atua na área Holística com Reiki, Terapia de Regressão e Florais de Bach. Mestrado em Reiki Essencial Metafísico e Bioenergético Usui Reiki Ryoho, Shiki, Tibetano e Celtic Reiki. Ministra cursos de Reiki e atende em São Paulo (SP).

E-mail: [email protected]
Telefone: 11 987728173
Site: mtgurgel.wixsite.com/mundoholistico
Skype: tk.gurgel