Autoconhecimento

Meu ciúme me traiu

O ciúme sob a “VISÃO DINÂMICA”

Sabe aquele ciúme que sentimos que chega a doer o peito? Você já sentiu isso? Eu já… E muito…
É quando imaginamos a pessoa amada fazendo alguma coisa que nos machucaria e nos martirizamos com a cena mental. Nos machucamos de fato com esse ato de pensar.
Mergulhamos mais e mais na imaginação e sentimos medo, raiva e até mesmo pânico. 

ciúmes
Chegamos até mesmo a ter certeza de que aquilo é real.

Mas será mesmo?
Pois bem, quero trazer uma VISÃO DINÂMICA sobre o ciúme. 

Em nosso conceito de “Visão Dinâmica”, nada está parado, tudo é um constante arranjo.

Por essa razão, podemos, em um minuto, acreditar na mais pura crença de estarmos sendo traídos e de que não há mais qualquer tipo de esperança
para, no próximo minuto, termos a certeza absoluta de que não sofremos qualquer tipo de traição, podendo tocar nossas vidas livre e tranquilamente sem qualquer preocupação.

E como fazer essa mudança quântica quando o assunto é algo tão forte quanto o ciúme?
Para começar, aumentando a consciência. E, para isso, um exercício. 

EXERCÍCIO DE PERCEPÇÃO: 

Responda à pergunta: 
De quem é a imaginação? 
Isso mesmo, quem imagina a cena do outro fazendo isto ou aquilo?
Você!

Então, quem tem as ideias de traição? 
Novamente, você!

Terrível essa constatação, não é mesmo? 
A imaginação da cena de traição vem de você.

Toda a ideia, concepção e prática mental vieram da sua mente, assim como o cenário, técnicas, modo de operação e, se bobear, até mesmo o ato de amor em si! 

ciúmes

Ora, perceba! É você quem está fazendo todo o processo de traição, então quem está alimentando a traição é você. Quanto ao outro eu não sei, mas certamente se alguém tem potencial para trair, esse alguém é você.

Se você tem todo esse processo dentro de si, a traição está em você e não no outro. 

Você está apenas projetando no outro as suas próprias ideias. 
E, claro, isso assusta. Assusta tanto que você fica com raiva e briga com o outro.

Mas, ao perceber isso, você não deve, por outro lado, voltar essa raiva para si mesmo. 

O simples fato de perceber que não é o outro quem provoca o ciúme e sim você mesmo, por numerosos fatores (e aí só um processo terapêutico, por exemplo, poderia esclarecer melhor porque essas ideias vêm até você), já faz com que você veja que o outro está no cantinho dele, tocando sua vida e não fazendo nada de mal contra você, muito pelo contrário, provavelmente apenas querendo o seu bem e o seu melhor.
Entendeu?

Ao iluminar o assunto e perceber que é você quem controla sua mente e imaginação, o ciúme deixa de lhe dominar e você começa a se sentir menos passivo e impotente.
 Você se sentirá mais confiante sabendo que tudo faz parte de sua própria mente e não vem do outro. E, mesmo que você se assuste com os próprios pensamentos, saberá que são seus.

E são apenas pensamentos, nada mais. 
Verá então o outro com os olhos do acolhimento e não da desconfiança.

ciúmes

É claro que poderão haver situações em que o parceiro ou parceira estará em outro relacionamento simultaneamente. E aí não será uma fantasia de sua mente e sim um fato concreto, porém, nesse caso, a situação deverá ser tratada dentro da realidade e não no terreno fértil e perigoso da imaginação.

O ciúme será real e deverá ser encarado como tal. Mas na medida certa e não no campo do imaginário, do monstruoso e do ameaçador, como ocorre na maioria dos casos, e que, graças a isso, mina e, por fim, acaba com relacionamentos lindos e cheios de amor.

Bem, fico por aqui e convido você a um papo com café em meu Espaço Terapêutico, seja fisicamente ou virtualmente.

Beijos no coração.


Você pode gostar de outros artigos do autor: O Ego Inflado

Sobre o autor

Dinâmica do Ser - Luis Cesar Pereira

Dinâmica do Ser - Luis Cesar Pereira

Luis Cesar Pereira, palestrante, fundador do Espaço Dinâmica do Ser, Terapia & Desenvolvimento Pessoal e autor de livros pela Editora Vida & Consciência (pelo pseudônimo literário de André Ariel). No ano de 2.006, após um período de 18 anos consecutivos na posição de paciente/cliente dentro da psicologia tradicional, ingressou no mundo terapêutico como profissional, participando de formações, MBA em Gestão de Pessoas, pós graduação em Psicologia Psicossomática, cursos e treinamentos diversos na área, procurando formas de diminuir o tempo do processo terapêutico, aumentando sua eficácia. Aproveitando a experiência de 10 anos no mundo das organizações, trabalhando em multinacionais como gestor e outros 9 anos como empresário no setor de varejo, começou o projeto que tem como missão elevar a qualidade de vida das pessoas, através da transformação da maneira como elas percebem o mundo, a si próprias e, principalmente, fornecer ferramentas para que possam atingir estes objetivos, de forma pontual, rápida e assertiva.

Contatos:

Site: dinamicadoser.com.br
E-mail: [email protected]
Telefone: (11) 3467-0950
Celular: (11) 9.8099-8000 (whatsapp)