Autoconhecimento

Meu filho, minha filha, não se desespere!

Mulher de costas para a câmera, segurando uma menina em seu colo, abraçada. A menina está com uma expressão preocupada.
123rf/Tatiana Kostareva
Rodrigo Guedes
Escrito por Rodrigo Guedes

Vendo os noticiários, sentindo esse medo que entranhou nos homens e nas mulheres próximos, recebendo diariamente notícias sobre como a situação na Europa piora, eu só poderia me desesperar, concluir que realmente nós, todos nós, somos apenas poeira do espaço e que nada, absolutamente nada, faz sentido nesta vida.

Mulher de costas para a câmera, assistindo um noticiário na televisão e segurando um controle remoto.
123rf/Olena Kachmar

Como eu poderia concluir algo diferente? Tudo está submetido à lei do acaso, nós podemos ser subjugados por um vírus quase invisível e não há poder, nesta Terra ou no mais longínquos dos Céus, que possa nos livrar de um destino doloroso e sombrio.

O que um invólucro material, que do pó veio e a ele retornará, poderia fazer contra o avassalador poder da natureza?

Você também pode gostar

Talvez, em um momento de desespero, de descrença, de dor, eu possa pensar dessa forma.

Mas, hoje, eu insisto em dizer, como talvez nunca tenha dito antes: nós não somos apenas poeira do espaço, não há acaso nesta vida e nenhuma, absolutamente nenhuma, folha cairá de uma árvore se um ensinamento maior não puder ser extraído disso.

Se estamos neste século, neste exato ano, suscetíveis a padecer pelas agruras de uma pandemia, é porque há alguma razão para isso, há um propósito nisso tudo.

Muito mais que esse invólucro material, nós somos um espírito imortal. Possuímos uma essência que é luminosa, poderosa e que é incansavelmente protegida por guias, por irmãos, por entidades de luz, que choram profundamente pelo nosso sofrimento, mas que, antes de tudo, prezam pela evolução e crescimento daquilo que realmente importa: a nossa essência!

Mulher meditando em chão de sala, sobre um tapete de ioga. Em sua frente um notebook está aberto, e ao seu lado um cachorro está deitado e olhando para ela.
123rf/IKO

Entenda uma coisa de uma vez por todas, sua essência transcende esta terra. Agarre isso, revista-se da sua armadura luminosa, empunhe a sua espada chamada propósito e enfrente esses espinhos, são apenas espinhos.

Deus nos ama, nossos irmãos invisíveis nos amam e cuidam dos nossos caminhos. Jamais esqueça disso!

Sobre o autor

Rodrigo Guedes

Rodrigo Guedes

Psicoterapeuta transpessoal sistêmico formado e pós-graduado. Graduado em direito, servidor público efetivo, assessor jurídico e palestrante. Sou um grande entusiasta da arte de tocar almas com a fala e verdadeiramente apaixonado pela espiritualidade. Dedico-me constantemente ao aprendizado de ferramentas terapêuticas inovadoras, sem esquecer de reverenciar as práticas milenares. Sou constelador sistêmico transpessoal, constelador familiar, terapeuta de regressão, terapeuta energético (reikiano nas linhas Usui, tibetana e xamânica), habilitado em programação neurolinguística (PNL), iridólogo e terapeuta floral.

Desejo profundamente que as minhas palavras, a minha voz, a minha alma possam levar um pouco de alento, paz e significado para você.

Sites: www.rodrigoguedesoficial.com // www.ficarprospero.com
E-mail: [email protected]