Comportamento Saúde da Mulher

Mioma no útero

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Antigamente, acreditava-se que o útero era o causador de irritabilidade e de loucura nas mulheres, tese defendida por Hipócrates. Essa suposta condição originou o termo “histeria”, que caracterizaria o transtorno que as mulheres sofreriam em algum momento da vida. Segundo Hipócrates, o útero levava um fluxo irregular de sangue para o cérebro.

Sigmund Freud foi um psicanalista que estudou a histeria e desenvolveu tratamentos brutais para ela, ainda que a doença carregue conceitos patriarcais de que as mulheres são descontroladas e raivosas exclusivamente por terem um órgão que os homens não têm.

Felizmente, com o avanço da medicina, foi possível compreender o útero com mais propriedade. A partir de novos estudos, concluiu-se que o útero faz parte do aparelho reprodutor de uma mulher e abriga o óvulo fecundado até o momento em que o bebê está pronto para nascer. Ele não é capaz de desenvolver doenças mentais, mas pode ser acometido por alguns problemas.

O mioma no útero é uma das doenças que as mulheres que têm o órgão podem desenvolver. A seguir, entenda mais sobre essa condição e saiba quais são as formas de identificá-la e de tratá-la!

Imagem do corpo de uma mulher - do seio para baixo. Ela usa uma camiseta preta e calça jeans e está com as duas mãos sobre o seu útero. Ela está doente e o diagnóstico é mioma no útero.
Direitos autorais : Alona Siniehina

O que é mioma no útero?

Um mioma, também conhecido como fibroma ou leiomioma é um tumor benigno formado por tecido muscular e fibroso que se desenvolve no útero. Uma das causas dessa condição é o hormônio estrógeno, produzido pelo corpo feminino principalmente durante a fase reprodutiva.

Embora o mioma possa se desenvolver em qualquer mulher que apresente alguma condição específica na produção de estrógeno, o grupo de risco é composto por mulheres na casa dos 40 anos, pretas e/ou que sofrem de obesidade. É comum que a paciente apresente mais de um mioma no útero.

Sintomas de mioma no útero

Em muitas mulheres, os miomas podem não apresentar sintomas. Se esse for o caso, seriam identificados a partir de uma consulta médica que exigiria exames de toque vaginal, de ultrassom e de ressonância magnética, além de uma análise do histórico da paciente.

Por outro lado, as mulheres que desenvolvem miomas podem apresentar os seguintes sintomas: aumento do fluxo menstrual (que pode causar anemia) e do volume do abdômen (no caso de um mioma grande), prisão de ventre, dor, infertilidade, abortamentos e parto prematuro, além de hemorragia no período pós-parto e compressão sobre a bexiga e o intestino, aumentando a necessidade de ir ao banheiro com frequência.

Se você está sentindo algum desses sintomas, o mais indicado é que você procure orientação médica. Se você não tem sintomas, mas teme estar com a doença, saiba que os exames ginecológicos anuais são capazes de identificar a presença de miomas no útero. O diagnóstico correto da doença só poderá ser fornecido por um(a) profissional da saúde.

Imagem de uma mulher em seu quarto. Ela usa um hobby de seda co renda branco. Ela está sentada sobre a sua cama e está com dores na região do útero. Ela foi diagnosticada com mioma no útero.
Direitos autorais : belchonock

Tratamentos para mioma no útero

Nos casos em que os miomas não apresentam sintomas, a retirada dos tumores por meio de uma cirurgia não será urgente e talvez não seja necessária. Existem formas de diminuir o tamanho dos miomas e de desestimular o aparecimento deles com remédios que bloqueiam a produção de estrógeno. Se a paciente estiver em uma fase da vida próxima da menopausa, os miomas podem diminuir naturalmente.

No entanto se a mulher estiver apresentando sintomas e for identificado que ela sofre com eles, é possível utilizar remédios para controlar o sangramento, bloquear a produção de estrógeno e, finalmente, realizar uma cirurgia para remoção dos tumores. Eles podem ser extraídos por meio de uma cirurgia vaginal ou laparoscópica, sendo que os resultados de ambas são positivos.

Você também pode gostar

Se uma mulher tiver miomas no útero e apresentar os sintomas, há ainda uma outra possibilidade. Caso ela não deseje ter filhos, é possível realizar uma histerectomia, que é a retirada do útero. É importante ressaltar que o melhor tratamento deve ser escolhido em parceria com um(a) profissional da saúde que tenha conhecimento do histórico da paciente.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]