Transição Planetária

Não devemos temer à Transição Planetária

Vital Frosi
Escrito por Vital Frosi


Amados! Assim como o ser humano nasce, cresce, vive e um dia vai partir desta Dimensão, tudo o que há na Terra também o faz. E os próprios Planetas estão em constante evolução e transformação.

Os Planetas, as estrelas e as Galáxias que compõem o nosso Universo estão em constante movimento. Planetas e Estrelas são criados constantemente. Assim também alguns “morrem” eventualmente. A própria Ciência nos mostra isso.

Ilustração computadorizada de um planeta alienígena, com um céu com vista do espaço com planetas e estrelas.

Antes de seguir este tema, é preciso deixar bem claro que a TRANSIÇÃO PLANETÁRIA que a Terra está fazendo agora não é a “morte” dela. Pelo contrário, é mais um salto em sua evolução. Apesar de existir há mais de 7 bilhões de anos, a Terra é um corpo celeste relativamente novo em relação aos demais deste quadrante da Galáxia. Tanto é que a Transição que ora está fazendo é como se fosse uma criança passando para a fase de adolescente. É como um aluno que deixa o primeiro grau e passa para o nível secundário. Sobe um degrau da escada.

A Terra sempre foi um mundo adequado para a convivência de Espíritos num estágio probatório.

Para cá vieram Espíritos de todos os orbes, inclusive de outras Galáxias, a fim de vivenciar a experiência na dualidade (bem e mal). E se isso não bastasse, para poder realmente experienciar a tal dualidade, era necessário esquecer completamente quem é, de onde veio e para onde vai. Eu prefiro chamar isso de “amnésia do Espírito”. Ao encarnar num corpo físico, o Espírito é submetido ao véu do esquecimento. Fica à mercê de todos os riscos que isso implica. De repente, se vê num meio hostil e, para piorar ainda mais, todo o conhecimento fica escondido sob este véu.

Uma vez tendo aceito ou por necessidade, o Espírito que vem para a Terra aprender a despertar de uma consciência adormecida só poderá sair desta situação quando completar uma existência inteira sem deixar nenhuma pendência negativa dentro desta relação dual, ou seja, entre o BEM e o MAL. Como a Terra favorece os meios para o desequilíbrio e tendo o Espírito a liberdade de escolha, pelo seu livre arbítrio, é sempre mais prazeroso atender as vontades egóicas e o próprio orgulho, característica dos humanos.

Entretanto, como tudo segue os propósitos das Leis que regem os Mundos, a Terra precisa deixar agora a função de Escola Primária. A sua vibração, ou seja, a consciência que vai reinar aqui a partir de agora, será superior à que vinha até então.

A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA nada mais é que um “Trânsito” entre uma Dimensão para outra.

Ilustração da vista espacial de 3 planetas azuis into em direção à uma nebulosa

Você também pode gostar de:

Isso é maravilhoso, pois que a Terra deixará de ser um mundo de Provas e Expiações, ou seja, de dor e sofrimento. Vai passar para um degrau acima e será uma Escola mais avançada. Nesse próximo nível, a consciência não estará mais sob o véu do esquecimento. Ela será plena. O Novo Humano recordará e saberá quem ele é de fato. Poderá lembrar de toda a sua caminhada até aqui. Poderá se locomover para lugares e mundos, obviamente dentro da mesma vibração. Isso inclui outros orbes também. A comunicação será telepática. O pensamento pode criar e materializar aquilo que necessita. Enfim, a Terra passará sob o domínio da Luz e não mais das Sombras.

Mas esta Transição vai acarretar uma série de transtornos, principalmente para aqueles que não estão preparados.
 E muito mais para aqueles que não querem fazer as mudanças. A vibração é um estado de consciência. Não há o que se fazer para “enganar” algo ou alguém. É a energia que vai decidir quem herdará a Nova Terra e quem terá que deixá-la. Os que não conseguiram ou que não querem fazer as mudanças que ainda são possíveis deixarão esta Escola e serão enviados para outras que ainda ministrem ensinamentos básicos. Lá terão, mesmo que ainda dentro de um mundo de Provas e Expiações, todas as oportunidades de, um dia, também voltarem para esta Escola ou ir para uma outra de grau equivalente.

É assim que tudo segue dentro dos projetos divinos. Não há escolhidos e nem excluídos. Há sempre oportunidades. Oportunidades iguais para todos, pois essa é a Justiça Maior. Privilégios são favores que os homens descobriram dentro da dualidade. Artifício esse que os beneficiam momentaneamente, porém, é uma das maiores causas de seu atraso evolutivo.

Então por que muitos temem a Transição Planetária?

Silhueta de homem paro em uma estrada rural, olhando em direção à uma luz brilhante no horizonte noturno.

Primeiramente, porque é falta de conhecimento. Em segundo lugar, porque o medo foi uma das armas utilizadas pelos que se autodenominam Senhores do Mundo, para controlar a humanidade. Uma pessoa com medo aceita qualquer tipo de socorro, mesmo que seja do seu próprio inimigo. Uma pessoa com medo perde a capacidade de raciocínio. Perde a razão. Perde parte da pouca consciência que um humano tem. O medo e a mentira foram as piores armas utilizadas até aqui. A Terra sempre esteve sob o domínio de raças trevosas que acreditavam serem os donos deste Planeta. Isso foi permitido pelas Leis Celestiais, para que de fato os humanos pudessem ir até os limites de suas criações dentro da dualidade.

Mas agora é chegado o Final deste Ciclo. Essas experiências na dualidade não serão mais permitidas. E os que detinham o “poder” sobre os demais, não querem cessar tal comando, pois sempre se beneficiaram dele. E, no intuito de retardar a sua permanência aqui, tentam, pelo medo e pela mentira, diminuir o despertar das consciências. Pois é este despertar que apressará a libertação da Terra e da humanidade.

Temer aquilo que vem para nos beneficiar é um contrassenso.

Silhueta de mulher em um campo, com os braços levantados, com o céu estrelado azul e rosa ao fundo.

Mas infelizmente, muitos ainda dormem o sono pesado da ignorância. Muitos preferem tapar o sol com a peneira. Muitos ainda resistem às mudanças internas. E a dor dos que resistem, naturalmente será maior.

A Transição será suave e maravilhosa para aqueles que se submetem a ela amorosamente. Penosa e dolorida para os que resistem. Mas não há nada a temer.
Na pior das hipóteses, aqueles que não estão prontos, continuarão o aprendizado em outro mundo. Mesmo que, para isso, terão que desencarnar, mas não serão abandonados pelo Criador. Haverá, entretanto, a dor do arrependimento por terem estado tão próximos da porta que os levariam à Mundos Superiores e não souberam aproveitar.

A melhor forma de enfrentar este período de Transição é fazer o melhor que se possa fazer. Principalmente dentro dos princípios éticos e morais. Não se preocupar com as datas. Elas chegarão, sem dúvida, mas é preciso estar pronto. Haverá algumas situações que favorecerão os desencarnes, com certeza. Haverá alterações e eventos climáticos mais duros, também é possível. Mas tudo está de acordo com o projeto do Alto. Estamos sempre amparados, muito mais do que possamos imaginar. Continue vivendo o hoje! Sempre da melhor maneira, pois é isso que vai ter realmente importância. Já estamos dentro da Transição. Já estamos atravessando a ponte. Confia! Tudo vai dar certo!

Eu sou Vital Frosi e minha missão é o esclarecimento!

Sobre o autor

Vital Frosi

Vital Frosi

Psicoterapeuta Reencarnacionista, Orientador espiritual, Formação em Psicologia Transpessoal pela Unipaz, Mestre em Reiki pela Escola André Luiz e Celer Faculdades, Massoterapeuta pela Celer Faculdades, Médium Intuitivo Semi consciente, Palestrante, atendimentos presenciais e à distância.
Missão terrena para esta existência: O esclarecimento e o despertar espiritual.

E-mail: [email protected]
Celular: (49) 9 9128-5260 (WhatsApp)
Facebook: Vital Frosi