Autoconhecimento Comportamento

Um novo caminhar

Silhueta de pessoa caminhando em direção ao topo de uma montanha, usando capuz e mochila.
Luiz Guimaraes
Escrito por Luiz Guimaraes

Os jardins floridos do nosso futuro e os arvoredos verdejantes que esperamos encontrar serão reflexos imutáveis daquilo que semearmos na trajetória presente. Se praticarmos o bem, o amor ao próximo e a caridade plena desinteressada, levaremos Luz para quem tudo isso recebe.

Em Mateus 5:16, consta: “Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus”. Essas experiências serão traduzidas em bem estar físico e mental, que trarão também benefícios para aqueles que convivem em nosso derredor, favorecendo a psicosfera que nos rodeia.

Caminho de terra com bifurcação no meio de uma floresta.

Se agirmos de forma contrária cultivando sentimentos como: egoísmo, orgulho, inveja, ódio, pessimismo, entre tantos outros de teores energéticos inferiores, estaremos fadados a uma vida de sofrimentos, pois ficaremos reclusos no cárcere das imperfeições que construímos em nosso interior.

Essas consequências são diretamente proporcionais à qualidade dos nossos pensamentos. Não devemos esquecer de que ele é a força motriz das atitudes que tomamos. Tudo começa em nossa mente com grande repercussão no corpo físico, que por sua vez, será tão saudável quanto melhor for a qualidade daquilo que pensamos.

Você também pode gostar

Sendo a higiene corporal uma necessidade diária, o saneamento mental impõe-se como ato permanente. Encontramos em Mateus 26:41, “Vigiai e orai, para não cairdes em tentação.

O espírito, com certeza, está preparado, mas a carne é fraca/’. Jesus deixou-nos o alerta com essa assertiva para que estivéssemos sempre atentos para os fatos da vida que nos assolam no dia a dia e que muitos deles poderão trazer-nos sofrimentos.

Somos comandantes e únicos responsáveis pelas viagens que fazemos nos mares de nossas existências. As tormentas ou calmarias estarão dependentes do planejamento que fizermos para as empreitadas da vida para evoluirmos nas muitas moradas do Pai.

Compete a cada um de nós a escolha do nosso amanhã. Os nossos sofrimentos ou felicidade são atribuições pessoais e intransferíveis… Se almejarmos um horizonte de luz e um despertar diário em harmonia com o Criador, deveremos seguir o caminho do amor e da caridade, virtudes essas que ao assumirmos serão irremovíveis, visto que o Espírito jamais retrograda, seguindo adiante em busca da perfeição…

Pessoa usando tênis andando em caminho de madeira no meio de uma floresta.

No momento em que nos dispusermos a lamentar os “infortúnios da vida”, lembremo-nos de que eles são frutos das semeaduras pretéritas que precisamos reparar ao longo dessas caminhadas.

Estejamos sempre vigilantes no plantio de hoje, para que a futura colheita seja promissora e de plena felicidade! Pense no bem, pratique o bem que a vida vai bem! (O caminho do bem leva-nos ao porto da felicidade).

Sobre o autor

Luiz Guimaraes

Luiz Guimaraes

Sou médico diplomado no ano de 1972, pela Faculdade de Ciências Médicas de Pernambuco. Já era funcionário do Banco do Brasil e em 1977 assumi o cargo de médico no serviço da Instituição. Em 1988, assumi a chefia daquele serviço e em 1996 aposentei-me. Escrevo para o Jornal do Commercio e Diário de Pernambuco (ambos em Recife) sobre a Doutrina Espírita e também sobre nossa conjuntura política. Sou membro efetivo da Academia Pernambucana de Música desde 1998.

Contato:

Telefones: (81) 9 9973 6363 | (81) 9 9290 7030

E-mails: [email protected] | [email protected] | [email protected] | [email protected]