Autoconhecimento

Você realmente sabe o que é Filosofia?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Quem nunca ouviu uma pessoa dizer para alguém que ela “filosofa demais?” Será então que filosofar é um verbo? Se a gente analisar o que significa a Filosofia, não é nada absurdo considerar a sua abrangência muito mais próxima de um verbo do que de um substantivo propriamente dizendo. Uma das diversas definições de Filosofia é que se trata do “estudo de problemas fundamentais relacionados à existência, ao conhecimento, à verdade, aos valores morais e estéticos, à mente e a linguagem”. Este humilde indivíduo que escreve esse artigo define com uma palavra: reflexão.

O ato de pensar e, principalmente, repensar a nossa existência no mundo das ideias em sincronia com o mundo material é o que trata a Filosofia.
Depois de explicado o que é, a segunda pergunta praticamente obrigatória que acompanha o pensamento é: “Para que isso me serve?”. E a resposta, por mais genérica que possa parecer, é totalmente sincera quando diz que a Filosofia serve para absolutamente tudo em nossas vidas, desde o que fizemos e devemos fazer, até para o que não fizemos e o que não devíamos ter feito.

A Filosofia ajuda também a nos relacionar com as outras pessoas e para construir um mundo melhor. Por mais que a rotina nos tome bastante tempo e liguem às reflexões com “mentes desocupadas”, há uma grande importância em revermos nossas atitudes.

The classical Greek philosopher Socrates in front of the Academy of Athens ** Note: Slight blurriness, best at smaller sizesQuanto mais pensarmos, mais iremos chegar à conclusão de que sempre é possível alcançar resultados melhores por caminhos diferentes. “Como seria se eu tivesse feito de outro jeito?”, “Procurei incentivar, mas não deu certo. Daria se eu fosse mais crítico?”, “E se eu tivesse apoiado mais ele, acho que talvez pudesse ter conseguido” são alguns tipos de reflexões essenciais para aprimorarmos aquilo que somos.

Não tem uma velha premissa que diz: “Quando alguém age sem pensar faz alguma besteira?” Pode ter certeza que as ações que transformaram o mundo foram pensadas e movidas por sentimentos que nos alimentavam por dentro. É óbvio que há situações em que há a necessidade de agirmos rápido, sem muito tempo para pensar, porém, você pode refletir posteriormente sobre como foi a sua ação instintiva. É possível treinar até mesmo as nossas condutas. Mesmo refletindo e analisando cada uma de nossas ações, é possível que a gente erre muitas e muitas vezes. Imagine como seria se não parássemos para pensar antes de agir? Pense (e repense) nisso!


Texto escrito por Diego Rennan da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]