Convivendo

A vida é uma benção

Garota pequena com os cabelos escuros e um veztido zadrez de cor branca e verde de costas correndo sobre as gramas sentido o pôr do sol,.
Paulo Tavarez
Escrito por Paulo Tavarez
A vida é uma benção! Seja lá qual for a sua experiência, saiba, você é um ser abençoado. Se você não concorda é porque não entendeu o objetivo da Vida. Acredita que só poderá ser feliz vendo os seus desejos realizados, não compreende o essencial: você não está no controle de nada, nunca esteve, mas a Vida sim, e ela quer o melhor para você. O problema é que você não confia, tem dificuldade de aceitar, não consegue se entregar e luta contra a correnteza, reage de forma infantil às lições, como um aluno rebelde, como uma criança birrenta que não aceita ser contrariada.

Entenda meu amigo, não existe nada contra você, mesmo que as circunstâncias de sua experiência sejam as mais difíceis, todo o Universo está ao seu lado. Sei que é difícil compreender isso, sei que não é fácil entender o que Jesus quis dizer com “Felizes os que sofrem”, mas é necessário, o sofrimento é um martelo que trabalha a favor da sua lapidação. Hoje, você é apenas um diamante bruto, no escuro das profundezas, mas amanhã brilhará, expondo todo o brilho e a beleza.

Não importa o tamanho do seu problema, ele é apenas uma informação, ele não poderá crescer ou tornar-se maior do que é, mas você pode e, ao crescer, perceberá que o problema ficou pequeno e já não o incomoda mais.

Carro amarelo andando na orla de uma praia, em cima dele, há algumas pequenas bagagens e balões coloridos voando conforme o vento.

Você também pode gostar de: 

A Vida apresenta problemas que precisam ser resolvidos, lições que precisam ser aprendidas, na verdade, Ela irá tratá-lo sempre como um aluno e estará comprometida com o seu aprendizado. Para graduar-se, você terá que passar por provas, terá que frequentar as aulas, fazer as lições e prestar muita atenção aos professores.

Os problemas não irão tornar-se menores, é você quem irá crescer. 
Se hoje você é profundamente afetado por eles, é justamente em função de suas fragilidades. A Vida não pode concordar com isso, ela quer você poderoso e resiliente, não aceita a sua fraqueza, não corrobora com a covardia, não coaduna com a inércia, a Vida não dará trégua.

Você pode ajudar, basta aceitar, confiar e render-se aos imperativos desse aprendizado. Existem armas poderosas para acelerar esse processo, são elas: a humildade, a confiança, a coragem, a alegria, a perseverança, a serenidade e o desapego. São as armas de Perseu, aquelas que foram dadas pelos deuses, pois representam os recursos necessários para atravessar o deserto da transformação.

Todas as vezes que você lançar mão do orgulho, da descrença, da tristeza, da preguiça, da preocupação, da ansiedade e do apego, nadará contra essa corrente. Você será o seu maior problema e tornar-se-á o seu maior inimigo.

Não existe a menor possibilidade de vencer o mundo lutando contra ele. O Tao já nos ensinava isso: agir pelo não agir. É preciso renunciar aos desejos, parar de sonhar, perder esperanças vãs e colocar os pés no chão. É preciso usar a força do Tao a seu favor, pois, ao ser conduzido, você também passa a conduzir.

Os poderosos não reagem, sabem oferecer a outra face, sabem resistir ao mal, sabem desapegar-se de conceitos, objetos, pessoas, enfim, de tudo aquilo que for impermanente, inclusive a própria identidade.

Sobre o autor

Paulo Tavarez

Paulo Tavarez

Pedagogo, escritor, instrutor de Yoga e criador de uma terapêutica chamada Psicapometria. Tenho artigos publicados em vários sites voltados para o desenvolvimento da Consciência.

Celular: (11) 94138-9580
E-mail: [email protected]
Facebook: /paulo.hanuman