Autoconhecimento

Você já é iluminado

iluminado
Paulo Tavarez
Escrito por Paulo Tavarez
Por que procurar a iluminação? Por que procurar aquilo que você já tem? A água não precisa esforçar-se para ser líquida, a água já é líquida — faz parte da natureza dela, não há necessidade de buscar a liquidez. Da mesma forma, não entendo por que você insiste em gastar tanta energia em busca da iluminação.

Para atender essa demanda ilusória, todo um cenário de soluções mágicas se apresenta.
 Não faltam falsos cristos e falsos profetas para prendê-lo nesse fascínio; são os comerciantes instalados no pátio da sua igreja, precisam ser expulsos com vigor, não se deixe envolver por suas mercadorias.

Se o dedo estiver apontando para lua, o importante é você olhar para lua e não para o dedo. As pessoas perdem tempo com esse dedo, com buscas infinitas, não percebem que estão deixando de fazer o essencial: olhar pra si mesmas. Acredite — você já é tudo o que precisa ser, você já tem tudo aquilo que precisa ter. Sendo tudo, portanto, não há necessidade de buscar nada. É necessário livrar-se da busca, dos desejos, não há outra coisa a fazer, aliás, é necessário, também, parar de fazer. O que você para de fazer é o que importa, não o que você faz.

Silhueta de pessoa em pé, braços abertos em cruz, mãos espalmadas e cabeça voltada ao alto. Ao fundo, o céu com nuvens claras e o sol poente.

Mercadores de ilusões se multiplicam nesse cenário de buscadores incautos. Tocadores de flauta são hábeis em conduzir ratos: não seja mais um rato. Eu sei que a música é sedutora, mas o que você não percebe é que está agindo como um tolo. Faça como Ulisses diante das sereias: tape os seus ouvidos por cera, só dessa forma você irá livrar-se do encanto da música delas, uma que a Verdade está dentro de você e jamais poderá ser ensinada com palavras.

Existem muitos dedos apontando para lua — alguns realmente apontam pra ela, mas você não deve ficar olhando para nenhum deles, deve olhar para a lua.

A grande maioria da humanidade insiste em terceirizar escolhas existenciais, delega poderes às religiões ou doutrinas diversas para que essas instituições lhes mostrem o caminho.

Qualquer orientação séria não deve dizer nada além daquilo que é óbvio, que a Natureza atua no sentido de te ajudar a desconstruir a identificações com um falso eu. Você não veio aqui para aprender nada, apenas para desaprender. O processo de iluminação é apenas isso!

Você só precisa ser o que já é. Desculpe-me se tenho sido prolixo, repetitivo e simplista, porém, toda a complicação só serviu para afastá-lo de sua Verdadeira Natureza. Terapêuticas milagrosas, seitas poderosas, chás mágicos, rituais iniciáticos, etc., são apenas armadilhas no caminho. Siga em frente, investigue o próprio comportamento, busque as raízes emocionais do seu temperamento, olhe pra si e faça perguntas que ainda não fez. Você é um deus, como poderia viver de pires na mão pelo mundo atrás de ajuda? Como poderia acreditar que é fraco, impotente, mal, pobre ou incapaz?

Moça loira de perfil, sentada em uma pedra da praia. Ela volta o rosto ao alto, o vento esvoaça os cabelos. Ao fundo, céu claro com nuvens e o mar agitado.

Aceite com humildade que você é o único problema a ser enfrentado nessa vida — não há mais nada a ser feito além de combater esse falso eu. ‘Combater’ talvez não seja o verbo mais adequado, já que tudo se resolve com o amor, contudo, uso esse termo para motivá-lo a esse bom-combate.

Pare de fazer, pare de agir, pare de controlar, solte-se.

Um pássaro, para aprender a voar, precisa jogar-se no vazio.


Você também pode gostar de outros artigos do autor: O poder da humildade

Sobre o autor

Paulo Tavarez

Paulo Tavarez

Pedagogo, escritor, instrutor de Yoga e criador de uma terapêutica chamada Psicapometria. Tenho artigos publicados em vários sites voltados para o desenvolvimento da Consciência.

Celular: (11) 94138-9580
E-mail: [email protected]
Facebook: /paulo.hanuman

ENSINO A DISTÂNCIA - EU SEM FRONTEIRAS:

Confira o curso "Como despertar a sua consciência", elaborado e ministrado por Paulo Tavarez na plataforma de Ensino a Distância do Eu Sem Fronteiras!