Autoconhecimento Comportamento

Como é a geração que larga tudo para viajar pelo mundo?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
É cada vez mais comum vermos e ouvirmos notícias de pessoas que resolvem se desligar, nem que seja por um tempo mínimo, de sua realidade. Assim, elas acabam largando tudo, carreira, família, trabalho, estudo, para passarem dias, anos, ou semanas viajando pelo mundo. A grande maioria faz um planejamento por meses. Outras resolvem viajar pelo mundo de uma hora para outra e reorganizam suas economias às pressas, colocam à venda tudo o que possuem e caem na estrada, optando pelo destino que melhor se encaixa nas suas finanças.

A maioria dessas pessoas só toma coragem para largar tudo e viajar pelo mundo depois que sofrem um duro golpe do destino, como, por exemplo uma inesperada demissão. Esta não é uma decisão fácil, simples de tomar, já que significa abrir mão de muita coisa por um sonho de vida melhor, e a principal delas é o conforto.

Isso porque não estamos nem falando do lado emocional. Ao tomar essa decisão, precisamos enfrentar a saudade, dos amigos, da família e até mesmo dos nossos animaizinhos de estimação. Mas, de uma coisa tenho certeza: essa nova geração, conhecida como geração Y, não fica esperando as oportunidades caírem do céu.

Ela foi designada para obter sucesso. Esses indivíduos têm as melhores oportunidades, estudam nas escolas mais bem vistas pela sociedade, conseguem os melhores empregos e estágios, aprendem no mercado de trabalho sobre as melhores estratégias a serem usadas e além de tudo, são condicionados a crer que a felicidade e o status social só é alcançado quando conquistamos o emprego dos sonhos, a casa e o carro do ano. E para isso, não há limites.

Não vou dizer que é fácil nos desprendermos do que a nossa sociedade está acostumada e nos condicionou. Afinal, vivemos em um tempo em que tudo foi deixado prontamente preparado para nós, incluindo nossos desejos e sonhos. O primeiro passo é, com toda certeza, o mais difícil de tomar. Mas, se anda sentindo que há algo faltando em sua vida, procure recomeçar em outro lugar, conhecendo pessoas e lugares diferentes.

Viajar pelo mundo é mais do que um passatempo. É uma forma de aprendizado, de trocar experiências. Não aprendemos apenas sobre diferentes costumes e culturas, mas também aprendemos muito sobre o nosso verdadeiro eu.


Escrito por Flávia Faria da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]