Convivendo

10 dicas para mulheres que viajam sozinhas

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Osonho de viajar pela América do Sul acabou tragicamente para Maria José Coni e Marina Menegazzo, de 21 e 22 anos respectivamente. As jovens saíram de Mendonza (Argentina) para o Equador onde foram assassinadas. Maria foi golpeada na cabeça e Marina esfaqueada.

A versão apresentada pela polícia equatoriana foi que elas foram assaltadas e aceitaram dormir na casa do suspeito Alberto Segundo Mina Ponce, de 33 anos. Alberto e o outro suspeito, Aurelio Eduardo Rodríguez, de 39 anos foram presos. As famílias questionam a polícia local que atribui o crime ao fato delas estarem “sozinhas”, o que dá a entender que isso não teria acontecido se fossem dois homens.

Dias após o crime, a hashtag #viajosola (#viajosozinha) invadiu o Twitter.
Essa foi a maneira que as usuárias da rede social encontraram para protestar contra o machismo e, sobretudo garantir o direito de viajarem sozinhas. E você, quer viajar sozinha e tem medo? Ou já explorou outros territórios sozinha? Veja aqui 10 dicas essenciais para uma boa viagem.

1. Autoconfiança

Isso é fundamental para qualquer coisa. Não tenha medo do desconhecido, para conseguir desfrutar a viagem;

2. Planejamento

Após decidir o destino, pesquise sobre transporte público, moeda e a cultura local. Alguns países não veem com bons olhos mulheres que viajam sozinhas e países do Oriente Médio, por exemplo, possuem regras de vestuário feminino. Fique atenta a esses detalhes;

Hiker woman with backpack and sleeping bag walking in the mountains in summer at sunset

3. Pesquise referências de hospedagem

Não fique presa ao site do hotel ou hostel, entre nos sites Trip Advisor e Hostelz para saber opiniões de clientes. Já o CouchSurfing é uma rede social voltada para pessoas que se hospedam na casa de moradores locais. Se escolher esse tipo de hospedagem, não deixe de conferir as opiniões do local que escolheu.

Dica extra: Seja hotel, hostel ou casa de família, prefira um próximo à estação de metrô ou trem ou rua de comércio;

4. Tenha sempre em mãos telefones úteis

Se for viajar para o exterior, tenha o telefone da embaixada brasileira. Telefones de hospitais e farmácias são úteis em qualquer;

5. Use mapas

Hotéis e estações de metrô no exterior costumam distribuir mapas. Você também pode comprá-los em bancas de jornal e lojinhas de souvenir. Se você é ligada em tecnologia, pode fazer downloads no smartphone, mas, baixe off-line para não ficar refém do Wifi. Para não bancar a turista perdida, digite “OK Maps” no Google Maps e salve a localização para acessar sempre que precisar;

Cheerful woman wanderer with trendy look searching direction on location map while traveling abroad in summer

6. Avise sua família e amigos

Combine com eles uma periodicidade para enviar notícias. Faça um check-in simples e poste fotos nas redes sociais para mostrar a eles onde você está;

7. Fique sempre atenta

Deixe sua bolsa ou mochila sempre na frente do corpo. Quando for a locais muito cheios, prefira a “money belt” (pochete fininha para usar embaixo da roupa), mas, não coloque muito dinheiro. Uma boa ideia é ter um cartão de crédito ou débito.
Dica extra: evite vagões vazios de trem e metrô.

8. Não dê bobeira tarde da noite

Evite chegar onde está hospedada muito tarde. Caso precisar comprar comida ou remédios, faça isso antes de escurecer;

9. Não exagere na bebida

Nunca é demais dizer, mulheres são mais vulneráveis ao álcool e podem se envolver em situações perigosas.

10. Invente uma “segunda pessoa”

Crie um personagem com nome, grau de relacionamento e histórico para se livrar de conversas indesejáveis. Por exemplo, quando estiver em um restaurante e for abordada, diga “estou de passagem, apenas esperando meu namorado que é lutador de jiu jitsu”.

Seguindo nossas dicas, sua viagem será ainda melhor. Compartilhe com a gente suas experiências de viagem e inspire as marinheiras de primeira viagem.


Texto escrito por Sumaia Santana da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]