Blog do Editor

Cuidado com a realidade que você está criando!

co-criação
A Lei da Atração e o Campo Mórfico em épocas de comoção social!

Olá,

A lei da Atração e o Campo.

Cuidado com o que está emitindo para o Universo.

Em épocas de comoção, o clima fica tenso. Violência, política, corrupção.

Sim, ficamos indignados, tristes, desolados.

Podemos fazer algo sobre isso? Votar melhor, talvez? Criar ou participar de algum movimento? Não sei, a resposta é de cada um… mas uma coisa eu sei: Disseminar o ódio e o medo é que não ajuda ninguém. O que ajuda com certeza é vibrar e emitir Luz, sempre!

Quando criticamos algo que nos desagrada, mais atraímos esse algo…. tudo onde colocamos nossa atenção, cresce.

É um padrão que se repete, e faz todo sentido na frase da sabedoria popular “quanto mais eu rezo, mais assombração me aparece…”

É isso aí… a coisa é antiga, mas a gente continua fazendo…

Tudo aquilo que queremos e pedimos desesperadamente não vem, já devem ter reparado.

Se focar no problema, o problema cresce. Se focar na doença, a doença cresce.

Focar na solução, na prosperidade, na alegria, no amor e saúde, a gente não faz!

Por isso, tanto se fala em Gratidão. É sabido que quanto mais agradecemos, mais focamos na graça, na benção e mais disso atraímos.

Ahhh se conseguíssemos ficar apenas uma semana, inteira, sem reclamar de nadinha e somente agradecendo por tudo, absolutamente tudo, inclusive os desafios que nos fazem crescer… seria possível conhecer os resultados de estar em outra sintonia, conectados em outra frequência…

Sentimento de alegria, leveza, amor, ouvir boas músicas, assistir as coisas divertidas e engraçadas… sim, é possível buscarmos de forma artificial essa mudança de padrão até que isso seja natural.

Prestar atenção no tipo de energia que atraímos, cuidar dos pensamentos e sentimentos, sair do paradigma materialista e reconhecer que somos energia… na verdade, um amontoado de átomos ambulantes, que sofre com as alterações energéticas.

Hoje, muito se fala em co-criação, em sermos os criadores de nossa realidade.

A mecânica quântica já constatou o poder da atenção do Observador. O Colapso da Função de Onda de Schrodinger. Sensacional!

Fico me perguntando que tipo de gente estuda física? Provavelmente, aqueles que já vêm sabendo o que de fato significam as Leis Naturais em nossas vidas práticas e vêm para nos ensinar, de novo, e de novo, aquilo que o controle social insiste em nos mostrar apenas na escola, de leve, desconectado, para fazer prova e esquecer. Seria perigoso demais todos sermos co-criadores, livres, saudáveis e independentes…

O Observador é o Ser, a Consciência, e não o Ego, esse personagem parcial e relativo que nos ensinaram e que acreditamos ser.

O Ego deseja coisas, alucinadamente, eternamente insatisfeito, enquanto o Ser busca suas necessidades, o que de fato precisamos para seguir nossa jornada evolutiva… então, para saber a diferença entre desejo e necessidade precisamos silenciar, cuidar dos nossos sentimentos para nos manter em alta vibração, para deixarmos de colecionar coisas vazias e buscar a realização da Alma.

Na psicanálise usamos o termo Campo Mórfico, que nada mais é do que faixa de frequência… mentes unidas formando um grande Campo mental no planeta, variando por faixas, assim como as faixas das rádios, em que você escolhe uma para sintonizar e ela toca … cada faixa tem um estilo diferente… você escolhe e ouve.

As mentes afetam o Campo e o Campo afeta as mentes. Estamos todos interligados. É como uma grande teia com finos fios invisíveis nos ligando uns aos outros… somos emissores e receptores ao mesmo tempo.

Imaginemos o que tantas mentes vibrando medo e coisas negativas podem fazer com o Campo.

Imagine tantas notícias de medo, de maldade, novelas, filmes, músicas, disseminando o ódio… o que isso faz com o Campo? O que isso faz com você?

Então, você reza, ora, pede, medita e nada acontece… por quê? Como será que está sua vibração? Como você acha que a Luz chega a você sem antes desbastar um bloco de concreto imenso de energia densa de tanto tempo de bad vibe?

Estamos falando de sentimento. O que você tem sentido durante o dia? Raiva, intolerância, inveja, desesperança, ciúme, desamor, ódio, ou amor, admiração, compaixão, alegria, compreensão, paz…?

Orai e Vigiai, nada mais é do que isso. Cuidar do que pensa e do que sente.

Não falo de sermos Passivos, e sim Pacíficos.

Olhos de ver…

Com amor.

Sobre o autor

Monica Marchese Damini

Monica Marchese Damini

Psicanalista Clínica e Editora do Eu Sem Fronteiras

Em certa altura da vida, senti o chamado para descobrir o que havia além da rotina, da vida material, do físico. Foram muitos os caminhos trilhados, muito estudo, muitas vivências e descobertas, muitos desafios, vários mestres. Gratidão a cada um deles.

Autoconhecimento, espiritualidade, física quântica, o universo, yoga, budismo, doutrinas, meditação, retiros, silêncio, corpo, mente, alma, o Ser, o Amor Maior.

Ser livre do mundo externo, do sofrimento de Maya, a ilusão.

Torna-se co-criador da própria realidade.

Colocar em prática o Dharma, o dom e recursos recebidos em prol da sociedade, privilegiar o Todo, trabalhar, estudar, compartilhar, amar, evoluir, sem apego ou aversão.

Despertar para o Divino em cada um de nós. Aprender a enxergar o Ego e deixar que ele apenas trabalhe a favor dos propósitos do Todo, aprender a praticar o desapego e a aceitação… tem que buscar, tem que querer, e eu quero!

Assim como eu, muitos estão nessa jornada, e com este propósito de nos juntar, criamos o Eu Sem Fronteiras, projeto amoroso de compartilhamento e ponte entre quem quer dar e quem busca receber todo tipo de informação e conhecimento, livre de dogmas, julgamentos e crenças, para que cada leitor aproveite o que desejar em cada momento de sua vida.

Transformar conhecimento em sabedoria.

Trabalhoso, mas tem muita gente vibrando na mesma sintonia e disposta a compartilhar o que sabe, e nessa nova era onde o coletivo impera sobre o individual, conseguimos uma equipe linda de profissionais em sinergia com nosso projeto para juntar todo o bem e todo o bom aqui neste portal.

Aprender a perdoar, se perdoar, nos libertar de sentimentos negativos, mágoas, culpas e tudo que gera padrão negativo. Há muitas formas e ferramentas, mas precisa trabalho e enfrentamento.

Quanto maior a massa crítica vibrando positivamente no amor universal, mais rápida a transformação deste planeta.

Queremos participar!

Contato:
E-mail: [email protected]
Facebook: Monica Marchese Damini
Instagram: @monicadaminipsi