Convivendo

Dia do Oceano: mobilização universal para a sua conservação

Ondas grandes batendo em pedras, onde há um farol vermelho.
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Desde 1992, quando foi criado o Dia Mundial dos Oceanos, 8 de junho se tornou uma data para conscientizar a população de todo o mundo sobre a importância dos mares e oceanos para a vida humana e para a vida animal. É o momento do ano ideal para refletir sobre como tratamos a natureza, onde descartamos nosso lixo e como as grandes empresas e instituições influenciam em todo esse processo.

Em 2019, o tema escolhido para celebrar essa data foi “Juntos, podemos renovar e proteger nosso oceano”. O objetivo da campanha desse ano é que as pessoas repensem e avaliem o uso excessivo de plástico que tem um só objetivo (canudos de plástico usados, por exemplo, não podem ser reutilizados). A conscientização sobre esse fator se faz ainda mais importante quando pensamos que o plástico descartado em oceanos demora 450 anos para se decompor, além de prejudicar a alimentação da vida marinha.

Pôr do sol refletindo no oceano azul com alguns pássaros voando no céu.Para quantificar o quão prejudicial o plástico é para os oceanos, basta analisar este dado, coletado e divulgado pela ONU: 8 milhões de toneladas desse material são despejadas nos oceanos anualmente. Além de piorar a qualidade de vida de animais e plantas aquáticas, o excesso de lixo pode ser prejudicial para a pesca e para o turismo.

Em contrapartida, existem esforços no mundo para que os oceanos sejam preservados e renovados, como sugere o tema do Dia Mundial dos Oceanos de 2019. Um exemplo disso é a iniciativa do World Oceans Day Youth Advisory Council, uma organização com 24 membros. Nesse ano, o grupo definiu que pessoas de todas as idades interessadas pela preservação da vida marinha serão ensinadas a serem líderes em suas sociedades, com o objetivo de eliminar o plástico do oceano.

A importância de lutar pela preservação dos mares não está somente na necessidade de resgatar a vida marinha ou tornar a natureza saudável, como era antes da ação humana. A água também traz um sentido simbólico para muitas civilizações do mundo, sendo um importante meio de se conectar com a própria espiritualidade.

Ao interpretarmos o que a água pode representar para a maioria das pessoas, poderíamos ouvir respostas como: um dos quatro elementos fundamentais (junto ao fogo, à terra e ao ar), a fonte da vida (sabendo que a água é essencial para que possamos viver), um direito universal (porque todas as pessoas deveriam ter acesso a água potável), entre outras. A todos esses significados, também se acrescenta que a água é o elemento que está relacionado aos nossos sentimentos mais profundos, íntimos e particulares, aqueles que fazem com quem sejamos quem somos.

De acordo com o hinduísmo, no princípio, “tudo era água”. Ou seja, esse bem que está sendo tão prejudicado há décadas é a base de todas as pessoas e de tudo que podemos fazer.
Faça o exercício de pensar em tudo que você usa no seu cotidiano. Em quantos desses itens a água está presente, seja na fabricação ou na constituição? A água é essencial para todos os seres por trazer o potencial da mudança e da fluidez, ao mesmo tempo em que guarda um potencial de destruição.

 

Conectar-se com a sua espiritualidade por meio da água é uma forma de conhecer melhor quem você é, entender os seus sentimentos, libertar-se daquilo que faz você se sentir mal, provocar mudanças positivas no mundo, criar novos produtos e renovar as suas crenças e o seu jeito de interagir com o mundo.

É essencial que a leveza da água seja sempre um recurso para que possamos nos reconhecer enquanto seres humanos, responsáveis por manter e preservar a vida de outros seres. Se a água é um bem que deve existir para todos, ela precisa ser transformada e renovada para que sempre nos sintamos limpos e em harmonia com a natureza.


Você também pode gostar de outros artigos do autor. Acesse: Pílula da Inteligência: Mito ou verdade?

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]