Espiritualidade

Estrada Iluminada – Fé em meio à novela

Homem rezando de olhos fechados
Escrito por Nilton C. Moreira
Até gostei do início de uma das novelas de determinado canal aberto de tv. Narrou sobre a troca de exames de análises clinicas de pacientes, coisa comum de acontecer, sendo que um dos diagnósticos demonstra estado grave de saúde, que não sendo tratado imediatamente pode ensejar o óbito do doente.

Também mostra que a rede pública de saúde em regra geral não está preparada para atender e dar início imediato a quem precisa de tratamento em razão de moléstia que enseja tempo regressivo, ficando as pessoas em longas filas de espera.

Mas o que chamou mais atenção é a exteriorização de fé que uma personagem demonstra quando em frente a uma “santinha” de via pública movimentada, pede providências para suas ansiedades, tendo logo a seguir recebido notícia de ocupação remunerada.

Por outro lado, é gratificante ver a demonstração de fé de outro participante, que após andar por vários locais e ter sua oferta de emprego recusada, também olha para o alto e exclama pedindo ajuda, momento que o celular toca e um convite de serviço lhe é ofertado.

Também convém registrar personalidade endurecida e orgulhosa, que ao ver-se num leito de hospital, perde a prepotência e diz querer despedir-se de um de seus filhos.

Mulher ajoelhada rezando

Citamos esses exemplos, pois que nestes dias de muita correria esquecemos de parar e refletir sobre nossas ansiedades, e ver que somos tão frágeis, e então proferir uma prece, pedindo o auxilio da Espiritualidade Maior, muito embora nossos Protetores estejam sempre atentos esperando apenas nossa iniciativa para iniciarem ajuda.

A fé para alguns parece ritual, submissão, mas é necessária, pois se não acreditarmos que uma Força Maior existe e que olha por nós, o mundo fica muito difícil nos momentos que enfrentamos dificuldades.

Por outro lado, dificuldades sempre irão surgir, mas para tudo tem solução, basta que nos ajudemos. Jesus disse: “ajuda-te que o céu te ajudará”. Então é preciso que provoquemos essa Providência Divina.

Você também pode gostar de:

Não tenhamos vergonha nem orgulho de pedir algo. Sabemos muito bem de pessoas que nem o nome Deus murmura. São as endurecidas de coração, enquanto que outras chegam dizendo que Deus se esqueceu delas. A estas perguntamos: será que não foste tu que te desviastes do caminho Dele?

Então são questões que devem ser refletidas e atitudes a serem tomadas, pois exteriorizar a fé só nos beneficia.

Por mais difícil que seja nossa situação, não nos desesperemos, pois alguma solução acontecerá desde que tenhamos fé.

Fé. Muita fé amigos.

Sobre o autor

Nilton C. Moreira

Policial Civil, natural de Pelotas, nascido em 20 de maio de 1952, com formação em Eletrônica, residente em Redentora (RS), religião Espírita, casado.
Email: cristaldafonte@gmail.com
Facebook: /Nilton-C-Moreira