Convivendo Sustentabilidade

Levi’s faz roupas com restos de pesca e carpetes

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Em2014, Chip Bergh, CEO da Levi’s, revelou em evento sobre sustentabilidade da revista Fortune que o jeans que estava usando “ainda não tinha visto uma máquina de lavar”. Ele explica que basta passar um pano úmido e colocar para secar. Bergh afirma que especialistas em tecido garantem que o tecido não deve ser lavado nunca.

Fundada em 1863, a Levi’s demonstra muita preocupação com o planeta.
Em 2007, a empresa fechou acordo com a ONG “Better Cotton Initiative” (“Iniciativa para um Algodão Melhor” em português) para utilizar menos água durante o tratamento do algodão e a produção dos jeans. A iniciativa ainda contempla a redução de pesticidas e o cumprimento de normas que protejam os funcionários. Um ano depois, a empresa concluiu que o processo de fabricação e as lavagens realizadas pelo consumidor são os fatores do ciclo de vida do jeans que mais consomem água.

Consumo consciente

Em 2009, a empresa lançou o selo “A Care Tag for our Planet” (Uma etiqueta de carinho para o nosso planeta). A ideia era conscientizar os consumidores a lavarem suas peças de forma sustentável e estimulá-los a doarem os jeans para instituições de caridade quando desejassem descartar as peças.

Produção sustentável

levis-anuncia-colecao-jeans-feitos-redes-pesca-carpetes

Em 2012, a grife deu mais um passo. No dia 22 de março (Dia da Água), foi o lançamento mundial da coleção produzida com a tecnologia Water < LessTM, Water Less. A economia de água nesse processo foi de 96%, o que representou 360 milhões litros de água preservados, segundo a companhia. A Water < LessTM, Water Less ainda empregou bandejas e garrafas plásticas recicladas como matéria-prima para as peças.

James Curleigh, presidente da empresa, declarou que, “com esta coleção, nós estamos fazendo nossa pequena parte ao coletar os resíduos e fazer algo novo a partir deles. Esta coleção prova que você não precisa sacrificar qualidade, conforto e estilo para dar ao fim um novo começo”.

Em 2013, a Levi’s aderiu ao programa Detox, do Greenpeace. O acordo consiste em retirar substâncias tóxicas dos fornecedores e produtos até 2020.

Jeans com restos de pesca e carpetes

Cada vez mais preocupada com a sustentabilidade, a Levi’s anuncia outra iniciativa. A companhia firmou parceria com a Aquafil, empresa italiana que produz náilon sustentável, o chamado Econyl. A coleção, intitulada “522”, é feita com restos de carpetes e redes de pesca reciclados. A linha de jeans produzida com materiais sustentáveis tem 61% de algodão, 38% de Econyl e 1% de elastano. A Levi’s comercializa as peças em seu site, porém, ainda não divulgou se estenderá a metodologia de produção para outras coleções.

Por mais roupas sustentáveis

A iniciativa traz inúmeros benefícios ao meio ambiente. Ao utilizar o Econyl, a natureza não sofre os efeitos devastadores do náilon, fibra têxtil sintética produzida com petróleo. O material leva 400 anos para se degradar e mata tartarugas e golfinhos. Encontrar materiais que aliem qualidade, estética e preservação da natureza é um compromisso que o setor da moda deve assumir e cumprir, afinal de contas, chique é ser consciente.

Você sabe se sua marca favorita adota medidas que protejam o meio ambiente? Queremos saber sua opinião sobre o assunto.


Texto escrito por Sumaia Santana da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]