Autoconhecimento Comportamento Cristianismo Espiritualidade

Planeta difícil!

Mulher com os braços erguidos olhando para o pôr do sol refletido na água.
nicoletaionescu / 123RF
Escrito por Nilton C. Moreira

Neste planeta predomina o mal! Quando soube disso fiquei espantado, pois era jovem e não tinha valores religiosos bem definidos e fiquei a pensar por qual motivo teria vindo para um planeta assim! O tempo passou e as respostas vieram. Realmente aqui temos apenas breves momentos de felicidade, já que vivemos de braços com moléstias, disputa de espaço e entraves de relacionamentos.

Mas a literatura nos diz que em outras vidas estávamos em piores condições, portanto não devemos esmorecer, lutemos de todas as maneiras para melhorar um pouquinho que seja, tendo como base os ensinamentos do mestre Jesus. O meio mais simples para enfrentamento de qualquer dificuldade é a prece, aquela que dirigimos ao Criador, pedindo não o afastamento dos problemas, mas sim forças para superá-los. Foi Jesus que assim nos ensinou, pois até Ele nos momentos de angústia — e que não foram poucos — recorria ao Pai para se fortificar.

Certo é que Deus não dá o fardo maior do que o que podemos carregar, e permite todas as dificuldades que passamos em razão de comprometimentos que temos em vidas passadas ou equívocos nesta. Outro dia um amigo me disse que agradecia sempre a Deus pelas coisas boas que Ele lhe proporcionava e complementava dizendo que às vezes Deus judiava, mas sempre o compensava. Claro que esse amigo não tem o conhecimento da lei de ação e reação informada a nós pela espiritualidade, mas compreende como todos que devemos acreditar no Pai.

Silhueta masculina indo em direção ao mar.
Ben Mack / Pexels

Sofremos apenas por dois motivos, ou seja, em razão de nosso mau proceder em outras existências e em virtude de nos equivocarmos nas atitudes que tomamos no cotidiano. Ainda falta muito para que consigamos harmonia interior, somos muito repentinos, basta nos contrariarem que deixamos aflorar a raiva. Lutamos, muitas vezes, para conseguir objetivos e quando lá chegamos queremos mais, nos esquecendo de aproveitar o que conquistamos. Muitos passam a vida inteira estudando para conseguirem um espaço melhor e quando se dão conta, perderam de viver o essencial. O principal é estar em paz com a consciência, pois o mundo tem um dinamismo próprio que muitas vezes entrará em conflito com nossos ideais, podendo gerar frustações em nós e pessoas afins se não alcançarmos o que buscamos.

Vamos à intimidade de nossos pensamentos, carrear a inspiração necessária para o que queremos atingir, mas conscientes de que estamos aqui para cumprir metas atreladas ao nosso histórico de todas as vidas. Muitas coisas que perseguimos arduamente nunca acontecerão e outras, que às vezes não damos interesse, nos serão colocadas à disposição para as realizarmos. Certamente as que queríamos incessantemente não favoreceriam nossa evolução aqui na Terra. Estamos num planeta difícil e devemos nos atentar para o que ocorre à nossa volta, para que assim possamos realizar o que efetivamente vai proporcionar nossa melhoria.

Você também pode gostar

Que nossa mente seja elo com o Pai sempre.

Sobre o autor

Nilton C. Moreira

Policial Civil, natural de Pelotas, nascido em 20 de maio de 1952, com formação em Eletrônica, residente em Redentora (RS), religião Espírita, casado.
Email: cristaldafonte@gmail.com
Facebook: /Nilton-C-Moreira