Relacionamentos

Quem governa?

Casal com as mçaos juntas e com a outra mão segurando um café
Taylor Hernandez/ Unsplash
Carlos de Campos
Escrito por Carlos de Campos

Tudo o que engessamos numa tradição

Nos remete a problemas futuros

Não se pode definir as relações.

Sem tecer críticas ao conceito “relacionamento”

Só quero ressaltar nesse momento

A imensa dificuldade em qualquer interação.

A terminologia está romantizada

A convivência entre dois seres exige maturidade

Atributo muito pouco encontrado em nossos dias.

Casal deitado na cama olhando um para o outro com o rosto próximo
Davids Kokainis/Unsplash

Existem os que desejam uma relação egocêntrica

Outros, mostram-se dispostos a estabelecer vínculos e, acabam por desistirem

Falando, assim, de uma forma mais amena.

Na realidade, o que na maioria das vezes acontece

São relações de submissão

Ou, a filosófica, do tipo platônico.

Observem quando usamos a terminologia relacionamento

Conceituamos de maneira perfeita

No entanto, vivenciamos incongruentemente.

Casal com os pés juntos usando tênis
Alysa/Unsplash

Muitos vivem relações baseadas no “suportai-vos uns aos outros”

Repletas de tristeza violência e toxicidade

Muitos consideram um feito exemplar.

O que fica para nós?

O que uma relação precisa produzir para ambos?

Liberdade, honestidade e autonomia.

Pessoas em um relacionamento,

Baseado em liberdade

São felizes!

Casal dançando na areia dapraia
Mavoimage/123RF

É fundamental em um relacionamento

Que a razão e a emoção trabalhem alinhadas.

Estabelecermos um bom diálogo é muito importante!

Dissolve as arestas de dias e, até mesmo de anos

Impede a construção dos cercadinhos emocionais intransponíveis.

Exorcize os demônios que abraçamos normalmente

inveja, ciúme, autoritarismo, medo e ódio do próprio companheiro ou companheira

As reclamações constantes também permeiam a vida de uma relação.

Homem e mulher se abraçando em uma floresta
João Silas/Unsplash

Quem deseja viver uma vida saudável na relação

Não pode baixar a guarda

Nem relativizar as obrigações em que ambos são responsáveis.

Parte de toda a dificuldade que passamos ou que fazemos, nos vem como herança

Por isso, trabalhe

E não me venha com desculpas

Tudo que tá ruim dá para melhorar se assim se desejar.

Os anseios individuais precisam ser respeitados

Aqueles em comum, exercitados

É assim que vêm e permanecem os melhores orgasmos.

Você também pode gostar

Se estiver numa relação

Não viva como quem vive no piloto automático

Viva no presente intensamente!

Absorva a relação!

Torne-se parte integrante

Dê total importância a pessoa com quem está.

Estejam sincronizados!

Em corpo, mente, alma, desejo e espírito

Assim, facilitamos para que o verdadeiro Amor possa governar.

Sobre o autor

Carlos de Campos

Carlos de Campos

Quem é Carlos de Campos?

Era uma vez um poeta, filósofo e teólogo
Era ele avesso a trivialidades.
Vivia refletindo sobre a vida com sua poesia.

Costumava questionar
Toda sombra instalada
Organizando as ideias
Sua poesia gritava.

Era de se admirar!
Entre sinuosas linhas, focando o autoconhecimento
Sua mensagem auxiliava.

O poeta era ligeiro
E nada o constrangia
Com a força da palavra
Muitos versos nos trazia
Na voz um canto festivo
No peito uma euforia
De chegar ao equilíbrio no convívio do dia a dia.

Contatos:
Email: [email protected]
Facebook: Carlos Campos Júnior
Página do Facebook: @resistircompoesia
Pictame: @omestrepoetico/