Comportamento Consumo Consciente

Sinais de que você está exagerando no café

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

De acordo com uma lenda etíope, em uma fazenda havia um pastor que cuidava de várias ovelhas. Todos os dias, quando elas saíam para comer, ele notava que as ovelhas estavam saltando, cheias de energia. No pasto, o único alimento diferente de grama era um conjunto de árvores de baixa estatura, que tinham folhas escuras com frutas vermelhas e redondas.

O pastor, curioso para entender do que aquelas árvores se tratavam, mastigou uma folha. Instantaneamente sentiu seu corpo despertar. Surpreso com a descoberta, levou as frutas para um sábio da região.

Descrente da história do pastor, o sábio jogou todas as esferas vermelhas no fogo. Pouco tempo depois, o perfume das sementes de café torradas contaminou o ar, então o sábio resgatou as cinzas e as dissolveu na água, criando a primeira xícara de café da história.

O que fez as ovelhas, o pastor e o sábio se encherem de energia depois da ingestão do café foi a presença de cafeína na bebida. Ela é um potente estimulante para o organismo, que acelera o metabolismo e os batimentos cardíacos, além de estimular a liberação de adrenalina.

Imagem de grãos de café espalhados sobre uma mesa. Sobre os grãos uma xícara de café de vidro.
Imagem de S. Hermann & F. Richter por Pixabay

Esses componentes estão presentes nas muitas variedades de grãos de café, como a arábica e a conilon. Entre as variações mais caras do mundo está o café jacu. Ele é produzido com a ajuda do pássaro jacu, que se alimenta dos grãos de café e depois os evacua. A bebida é preparada a partir das fezes do animal.

Independentemente de qual seja o seu tipo preferido de café, o ideal é consumi-lo com consciência, porque, assim como o café pode trazer energia e disposição, a bebida também apresenta efeitos negativos no organismo quando consumida em excesso.

A seguir, confira 10 sinais de que você está consumindo mais café do que deveria. Se for preciso, comece a eliminar a cafeína da sua rotina!

Imagem de grãos de café desenhando um gráfico dos batimentos cardiácos. Sobre esse gráfico uma xícara cheia de café.
Imagem de Myriam Zilles por Pixabay

1) Dificuldade para dormir

O que pode ser o objetivo de algumas pessoas é o pesadelo de outras. O café é usado como uma bebida energética para coibir o sono. No entanto o consumo exagerado do líquido pode prejudicar o momento de dormir, mesmo quando a pessoa tem vontade de fazê-lo. Evite consumir doses de café horas antes de dormir e reduza a quantidade da bebida que você ingere, caso já esteja passando por episódios de insônia.

2) Recorrência de crises de ansiedade

Transtorno de ansiedade é um distúrbio psicológico que pode ser desencadeado pela ingestão exagerada de cafeína. A bebida estimula a liberação de adrenalina no organismo, acelerando o metabolismo e os batimentos cardíacos. Essas alterações podem provocar dificuldade para respirar, tontura e desespero, sintomas típicos de crise de ansiedade. É importante ressaltar, contudo, que o café não é a única causa de uma crise de ansiedade.

3) Sensação de desidratação constante

Para muitas pessoas, o momento de tomar café é a hora de ir ao banheiro ou de começar uma breve conversa. Para outras, o café funciona como água. Nos dois casos, a bebida está agindo de forma negativa na hidratação do corpo. Para alguém que não tem o hábito de beber água, urinar toda vez que ingerir café ou considerar que a bebida é responsável por hidratar o organismo provoca desidratação, com secura dos lábios, dos olhos e da pele.

Imagem de uma xícara de café de porcelana na cor marrom. A xícara está disposta sobre uma mesa de madeira.
Imagem de Free-Photos por Pixabay

4) Permanência de dores no estômago

Por mais que o café esteja no café da manhã da maioria dos brasileiros, ele pode ser um vilão para o sistema digestivo. Independentemente de quanto a bebida seja adoçada, há substâncias no café que podem estimular a liberação de ácido pelas células do estômago. Assim, as dores nessa região do corpo podem se tornar frequentes e quadros de gastrite podem ser agravados.

5) Episódios de irritabilidade

Como o café tem o potencial de aumentar a concentração e funciona como um estímulo energético, uma pessoa que ingere a bebida em ambientes movimentados ou barulhentos pode acabar captando todas essas mensagens visuais e sonoras sem um filtro. O exagero de informações dificulta o processamento de cada uma pelo cérebro, levando a episódios de irritabilidade.

6) Amarelamento dos dentes

Tanino é a substância inimiga das pessoas que fazem clareamento dental ou que desejam ter os dentes sempre brancos. Infelizmente, ela é um dos componentes do café. Por esse motivo é comum que as pessoas que ingerem a bebida em excesso sentem que os dentes estão ficando amarelos. A substância é absorvida pela superfície porosa do dente e o sorriso deixa de ser branco.

Imagem de um lindo conjunto de xícara e pires em porcelana. A xícara está cheia de grãos de café. O conjunto está sobre uma mesa forrada com um tecido de juta.
Imagem de Diese lizenzfreien Fotos darfst du zwar verwenden por Pixabay

7) Frequência de episódios de diarreia

Por acelerar o metabolismo e facilitar a digestão, o café apresenta propriedades laxativas. Para as pessoas que sofrem de prisão de ventre, recorrer à bebida uma vez ou outra não é um problema. Por outro lado, o consumo excessivo de café, bem como o uso do líquido como laxante, podem provocar episódios frequentes de diarreia que prejudicam a manutenção da flora intestinal.

8) Dores de cabeça constantes

O café é popularmente conhecido como uma bebida para tratar dores de cabeça. Consumir o líquido com parcimônia, para situações específicas, pode realmente ajudar a combater o incômodo. No entanto, em 2019, um estudo publicado no American Journal of Medicine apontou que as pessoas que consomem mais de três doses diárias de café apresentam 40% mais propensão a desenvolver enxaquecas. O remédio pode ser também o veneno.

9) Aceleração dos batimentos cardíacos

Cafeína é um dos componentes, junto à nicotina e ao álcool, que causam aceleração dos batimentos cardíacos. A consequência mais grave das palpitações é a sensação de tontura, que pode culminar até mesmo em desmaios. Os batimentos cardíacos precisam ser regulados de acordo com o funcionamento do organismo, e o excesso de café prejudica esse processo.

Você também pode gostar

10) Sensação de cansaço

Embora o café seja uma solução rápida para despertar, a cafeína não possui um efeito prolongado no organismo. Ou seja, quanto mais café você toma para se manter acordado(a), mais café precisará que tomar. Nos períodos em que você fica sem a bebida sente cansaço, como se dependesse do café para se manter desperto(a). Para trazer energia ao seu corpo, o melhor é substituir a bebida por um alimento.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]