Música

Sounds of Space: o projeto que transforma sons reais do espaço em obras de arte

Ilustração de uma visão do espaço com o planeta terra, saturno e o sol.
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras


Nós já sabemos sobre a infinidade do universo e o tanto de informações magníficas que podemos obter com ele.

Além disso, o espaço se tornou fonte de inspiração para os que apreciam a arte. As obras que se originam dele variam entre pinturas, fotografias, vídeos, entre outros. Mas agora, um novo modelo artístico surgiu.

Ilustração do espaço, com visão da terra, outros planetas e estrelas.

Segundo informações do site Canal Tech, em uma estação de meteorologia do espaço, controlada pela British Antarctic Survey (BAS), músicas têm sido criadas utilizando sons captados do espaço, graças à pesquisadora Nigel Meredith. Ainda, os sons também serão utilizados para a criação de performances de arte e até mesmo jogos de vídeo game.

O projeto chamado Sounds of Space começou há alguns anos quando Meredith começou a colaborar com a engenheira de som e artista Diana Scarborough. O objetivo principal dessa iniciativa é descobrir maneiras criativas de divulgar para o público os sons capturados na Estação de Pesquisa Halley.

Como isso é feito

Microfone colocado deitado em cima de caixa de som.

Os sons são capturados por receptores de rádio com frequências muito baixas e usados para detectar ondas eletromagnéticas na plataforma de gelo Brunt. Esses dados servem para criar modelos de previsão que ajudam os cientistas a se prepararem para grandes eventos meteorológicos no espaço.

Desse modo, as ondas captadas pelos equipamentos da estação não costumam estar na faixa de frequência da audição do ouvido humano e, graças à um software de áudio, podem ser convertidas em som.

Uma das formas de divulgação do projeto foi a parceria com os produtores de um jogo chamado Elite Dangerous – um jogo espacial que cria uma réplica em escala 1:1 da Via Láctea, em que os jogadores podem lutar contra alienígenas, participar do sistema de comércio ou simplesmente explorar os 400 milhões de sistema solares.

Por fim, Scarborough também fechou uma parceria com o compositor Kim Cunio e a dançarina Becky Byers para a criação de um show multimídia que utilizará esses sons.

Escute os sons do espaço abaixo:

Caso você tenha interesse, a primeira apresentação aconteceu no BAS Aurora Innovation Center, em Cambridge, e você pode assisti-la na íntegra, no vídeo abaixo:


Você também pode gostar de ler: Exoesqueletos: como funcionam, e quais são seus perigos e benefícios

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]