Categoria - Foto Kirlian

No ano de 1939, um engenheiro elétrico e sua esposa, chamados Semyon Kirlian e Valentina Kirlian, descobriram que era possível registrar através de fotos as descargas elétricas produzidas por pessoas e objetos inanimados, congelando a situação de um instante da vida de uma pessoa, por exemplo, em uma situação ampla englobando todos os corpos desde a área física até a espiritual. Foi aí que teve início o que chamamos de foto Kirlian, bioletrografia ou bioletrograma. Através de uma máquina específica, é possível registrar o movimento das células de um determinado corpo, seja ele humano ou não, através da ionização de gazes e vapores exalados pelo corpo.

É uma técnica que possibilita identificar problemas psíquicos e físicos das pessoas, a fim de conseguir tratar e melhorar a situação em foco. Vale dizer, no entanto, que a fotografia é feita do momento, logo, se a pessoa estiver medicada não será possível identificar possíveis problemas. É possível conseguir informações do corpo físico, mental, emocional e até mesmo espiritual. Processos alérgicos, inflamatórios, infecciosos, ansiedade, depressão, conflitos emocionais, doenças degenerativas, problemas com ego, autoestima, estado alterado de consciência, desequilíbrio de qualquer um dos sistemas e inúmeros outros aspectos são passíveis de detecção através da fotografia Kirlian.

A foto é feita da mão do paciente e a análise é criteriosamente feita por um profissional habilitado na técnica e que deve olhar atentamente os minuciosos e pequenos detalhes. Leva-se em conta as cores, nuances, formas geométricas, espessura, brilho e demais quaisquer aspectos que possam ajudar a identificar características importantes do paciente. Geralmente, o tratamento após o diagnóstico também é feito na área holística visando a cura do indivíduo como um todo.

Nesta seção do Eu Sem Fronteiras você poderá aprender um pouco mais sobre esta técnica, bem como entender em que ocasiões ela se torna uma ótima aliada para identificar problemas e assim poder tratá-los.

Não encontramos o que está procurando. Tente a nossa busca.