Comportamento Convivendo

Cem maneiras de ser a diferença na vida das pessoas – Capítulo 68

Capa da série Cem maneiras de ser a diferença na vida das pessoas - Capítulo 68
Benedito Milioni
Escrito por Benedito Milioni

CAPÍTULO 68 – NEM ANTES NEM DEPOIS DAS DEZ!

Esta é uma regra não escrita, mas que funciona que é uma beleza! Experimente acionar antes das dez da manhã ou após as dez da noite, mesmo com o advento da telefonia móvel: seu nome será inscrito no altar dos “maledettos” ou coisa pior! As pessoas não gostam de ser chamadas quando ainda estão em “aquecimento”, libertando-se dos fiapos de sono ou de uma noite maldormida, assim como tendem a explodir de indignação se o fone tocar depois das dez da noite, mesmo que estejam aceleradíssimas numa “balada”: ninguém gosta, e pronto (salvo as exceções…).

Invadir o tempo discricionário das pessoas é intolerável! Esse tempo, discricionário porque sob controle absoluto da pessoa, na verdade uma parcela de tempo que é sagrada nestes tempos de múltiplas atividades e grandes demandas impostas pela dinâmica da vida, é o tempo que as pessoas utilizam para si nos termos absolutos das suas necessidades mais internas, portanto de alta relevância. É, pois, uma parcela de tempo que requer uma dose grande de respeito.

Homem olhando as horas

Fazer a diferença na vida das pessoas é, também e nesse caso, a habilidade em cultivar o senso de oportunidade, de ser e estar presente na vida das pessoas nas horas digamos “certas”, o que equivale a dizer: apenas em caso de extrema necessidade, urgência ou algo de mesma grandeza é que cabem as chamadas telefônicas antes das dez da manhã ou depois das dez da noite e, nisso, os autores sobre boas maneiras e etiqueta social são unânimes e enfáticos: NUNCA!

Note-se que o bom senso, como sempre, deve reger o assunto: se há alguma situação emergencial, seja na vida privada ou na profissional, não há como deixar de efetuar chamadas telefônicas, lembre-se!

menina passando trote

Se o(a) leitor(a) praticou a brincadeira de passar trote para conhecidos e desconhecidos lá nos tempos idos da adolescência, certamente deverá se recordar de que os mais atormentados de então eram justamente aqueles que eram chamados nos horários muito cedo ou mais avançados. Não é uma prova exatamente científica para sustentar esta página do livro, mas ajuda, não é? Se não praticou essa divertida brincadeira, perdeu bons momentos para risadas e puro êxtase, posso assegurar…


Continue acompanhando a série

 Anterior Capítulo 68  Próximo

Ir para o primeiro capítulo

Sobre o autor

Benedito Milioni

Benedito Milioni

Graduado em Sociologia e Administração, 46 anos de carreira executiva e técnica em Desenvolvimento de Pessoas, autor de 32 livros, autor de 5 e-books, co-autor de 15 livros e autor de 25 manuais técnicos.

Dirigiu treinamento para mais de 3.349 grupos (cerca de 81.000 treinandos), dos quais 36.760 da área de RH, cerca de 24.736 Gestores e Líderes, 18.610 na área Comercial e 3.318 em Competências de Negociações . Formou cerca de 2.450 Instrutores e Multiplicadores Internos e 610 Consultores Internos Participa, regularmente, como conferencista sobre Tecnologia de Gestão em T&D em eventos nacionais e internacionais.

Apresentou mais de 2.104 conferências e palestras para mais de 200.000 pessoas. Prestou serviços a mais de 440 empresas, no Brasil e no exterior (América Latina, América Central, África e Europa). Júri de prêmios de Excelência na Gestão de Pessoas.

Publisher da GESTÃO DE PESSOAS EM REVISTA.

Contatos:

Av. Paulista, 2.202 , 3o. Andar CEP 01310-300 - São Paulo – SP
Site: www.milioni.com.br
Email: [email protected]
Telefone: 11 3508-1990 | 4158-7435 | 99909-5858
Facebook: www.facebook.com/bmilioni Linkedin: linkedin.com/benedito-milioni

Canal no Youtube