Autoconhecimento

Como as pessoas inteligentes lidam com as pessoas de que não gostam?

Mulher branca com roupas sociais e mão levada ao queixo olhando um notebook.
Roman Samborskyi / 123rf
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Pense por alguns instantes sobre todas as pessoas que você conhece. Provavelmente, você não consegue se lembrar de cada uma delas rapidamente, mas algumas aparecem imediatamente na sua mente.

Seus familiares, seus amigos próximos, a pessoa que você ama e as pessoas com quem você trabalha, por exemplo, estão sempre por perto, por isso você se lembra delas ao pensar em quem você conhece.

Em contrapartida, e se no começo do artigo tivéssemos pedido a você que pensasse nas pessoas das quais você não gosta? Algumas mudanças significativas aconteceriam na lista que você imaginou e, provavelmente, quem não convive sempre com você pode aparecer, nesse caso.

Ninguém é obrigado a gostar de todo mundo e, muitas vezes, podemos não gostar de colegas de trabalho ou de familiares. Isso, no entanto, não é um sinal verde para você maltratar esses indivíduos. A seguir, descubra como as pessoas inteligentes lidam com as pessoas das quais não gostam!

1) Evitam conflitos

Quando não gostamos de alguém, qualquer coisa que essa pessoa diga já é motivo para nos estressar. Sentimos, então, uma necessidade de criar conflitos, porém uma pessoa inteligente sabe que esse tipo de discussão não é produtiva e que, portanto, é melhor evitá-la. Aproveite seu tempo para fazer algo de que você goste em vez de usá-lo para brigar com alguém de quem você não gosta.

2) Mantêm distância nas redes sociais

Mulher em um espaço aberto com árvores
Tobi / Pexels

Acompanhar alguém pelas redes sociais é muito prazeroso quando gostamos dessa pessoa. Em outros casos, essa mesma atitude pode fazer com que desenvolvamos ainda mais antipatia por alguém de quem não gostamos muito. Se você é inteligente, silenciará esse alguém nas redes sociais ou vai deixar de seguir esse indivíduo. Assim, você não passará por estresse quando for utilizar as suas contas.

3) Não fazem fofoca

Quantas vezes você já começou uma conversa com outra pessoa só para falar mal de alguém de quem você não gosta? Toda vez que proferimos palavras negativas sobre um indivíduo, estamos desperdiçando nosso tempo precioso com uma atividade nada produtiva e prazerosa. Uma pessoa inteligente não faz fofoca, porque sabe que é muito melhor nutrir uma conversa sobre coisas positivas e felizes!

4) Tentam se comunicar

O melhor caminho para pessoas que não se gostam ou que têm um problema não resolvido é o diálogo. Alguém que é inteligente sabe que a maneira adequada de resolver um conflito é por meio da conversa e que isso pode melhorar consideravelmente a relação entre duas pessoas. Tente se comunicar com quem você não gosta para entender a raiz desse desentendimento e solucioná-lo!

5) Agem com educação

Por mais difícil que pareça, nós devemos tratar com educação todas as pessoas mesmo aquelas de quem não gostamos. Isso não é só inteligente, mas uma regra essencial que serve para toda a vida. Quando tratamos bem alguém, é provável que essa pessoa também nos trate bem, mesmo que seja só por educação. Então, cumprimente a pessoa de quem você não gosta e trate-a bem. Lembre-se, porém, que é melhor poupar as conversas, para não se estressar.

6) Colocam-se no lugar do outro

Pare e pense um pouco sobre como você se sentiria ao saber que alguém com quem você nunca conversou (ou, pelo menos, alguém para quem você nunca fez nada de ruim) está espalhando coisas negativas a seu respeito, te difamando, ou, então, criando mentiras sobre você para terceiros, simplesmente porque não vai com a sua cara! No mínimo, você se sentiria injustiçado, não é? Perceba, então, que não devemos agir com os outros de formas que não gostaríamos que agissem conosco. Isso é algo que as pessoas inteligentes sempre têm em mente.

7) Aceitam e convivem com isso

Geralmente, quando não gostamos de alguém, sentimos um ardente incômodo a respeito de tudo que nos remete a essa pessoa. É comum não nos conformarmos com o quanto esse alguém nos estressa ou com o quanto discordamos das coisas que tal indivíduo faz e diz. Os inteligentes, porém, simplesmente compreendem que, da mesma forma que não somos perfeitos e não podemos agradar todo mundo, também não somos obrigados a gostar de todos; e está tudo bem quanto a isso, é perfeitamente natural! Então, aceitar que você não gosta de alguém e aprender a conviver com essa antipatia dentro de você mesmo é um alívio e tanto, além de ser um admirável sinal de maturidade.

O que fazer quando você não gosta de alguém que gosta de você e vice-versa?

Uma situação desconfortável e constrangedora é gostar de uma pessoa que não gosta de nós ou não gostar de alguém que sente apreço por quem somos. Às vezes, não sabemos explicar de onde vem esse sentimento negativo, pois ele simplesmente existe. Novamente, isso não é um sinal de que você ou a outra pessoa tenha algum problema, visto que é só uma incompatibilidade.

Se você não gosta de alguém que gosta de você, tenha respeito pelos sentimentos dessa pessoa. Mostre que você não se identifica com ela e que, apesar disso, não quer magoá-la. Caso você acredite que a sua opinião possa mudar com o tempo, diga isso também. Faça questão de que ela entenda que não há qualquer problema com quem ela é a fim de que ela não se sinta mal.

Homem sentado em uma calçada apoiando sua mão no rosto
Ariel Paredes / Pexels

Se a situação é o inverso do que foi apresentado, ou seja, se você gosta de alguém que não gosta de você, converse com essa pessoa. Será que ela realmente não gosta de você? Entenda isso direito e só depois tome uma atitude. Caso a sua suspeita seja confirmada, respeite o espaço dela e se afaste caso não haja a possibilidade de ela começar a gostar de você. Por pior que pareça essa saída, é a melhor saída para que você não se iluda e para que a outra pessoa se sinta bem.

Como trabalhar com uma pessoa de que você não gosta?

Se nós não escolhemos nossos familiares, imaginem nossos colegas de trabalho! É ótimo quando gostamos de todos com quem trabalhamos, mas nem sempre essa é a realidade para a maioria das pessoas. Se há alguma pessoa de quem você não gosta no seu ambiente de trabalho, veja o que fazer.

Separar o trabalho da vida pessoal é difícil quando trabalhamos com quem amamos, mas é fácil quando trabalhamos com alguém de quem não gostamos. Ao interagir com essa pessoa, mantenha os assuntos restritos ao trabalho. Aja com profissionalismo e evite discussões desnecessárias.

Caso a pessoa que não gosta de você no seu trabalho esteja fazendo algo para provocá-lo, mantenha a calma. Pense que retribuir esse tipo de atitude não fará bem para ninguém e que isso ainda pode prejudicar o serviço de vocês. Tente ignorar o que ela está fazendo ou entre em contato com alguém que é superior a vocês.

O que fazer quando não gostamos de pessoas da nossa família?

É possível não gostar de pessoas da nossa família por inúmeros motivos. Posicionamentos, atitudes, maneiras de ver o mundo e personalidades distintas são algumas das razões para isso. Embora isso seja totalmente aceitável, pode ser difícil de explicar para o restante da família que não gostamos de alguém.

É muito comum que não gostemos de alguém da nossa família que é muito querido por outros familiares. Então, ao contar que queremos distância dessa pessoa, a reclamação pode soar estranha. Ao explicar que você não gosta de alguém, tente dar motivos para isso e explique que o seu ponto de vista não mudará, pois é uma questão pessoal.

Independentemente de como a sua família receba essa informação, não tente criar uma relação falsa, baseada apenas no que as outras pessoas querem para você. Respeite esse familiar de quem você não gosta, mas evite interagir por muito tempo com essa pessoa. Dessa maneira, o risco de vocês acabarem protagonizando um conflito será muito reduzido.

Como tornar o ambiente mais agradável mesmo repleto de pessoas das quais não gostamos?

Estar em um ambiente com muitas pessoas de quem não gostamos pode fazer com que nos sintamos inseguros, ameaçados, atacados ou odiados. Afinal, quando não gostamos de alguém, há uma grande chance de essa pessoa não gostar de nós também. É compreensível até que você evite estar em ambientes assim, mas nem sempre é possível fazer isso.

Uma dica para esse tipo de situação é manter ao seu lado pelo menos uma pessoa de quem você goste, o suficiente para você não se sentir só. Converse com ela durante todo o tempo, mas, por educação, cumprimente quem você não gosta. Além disso, vista uma roupa que o faça sentir-se bem, esteja em paz consigo e tenha a certeza de que o seu bem-estar não depende dessas outras pessoas.

Você também pode gostar:

Se você não tiver uma companhia agradável para esse ambiente hostil, a sua melhor alternativa é permanecer nesse lugar somente pelo tempo necessário, sem se prolongar. Encontre um cantinho onde você possa ficar e use o celular ou experimente comidas saborosas. Talvez as pessoas o achem um pouco antissocial, mas será melhor do que começar um conflito com alguma delas, não é?

Lidar com pessoas de quem não gostamos é um desafio, porém viver em sociedade pode nos proporcionar situações que exigem isso. A melhor maneira de fazer isso é agir com educação, com paciência e com tranquilidade, afinal, não há problema em não gostar de alguém. Entretanto, nada justifica maltratar alguém ou ser desrespeitoso.

O que você ganha ao tratar bem até mesmo quem não gosta?

Esteja sempre convicto de que fazer o bem e ser gentil até com os nossos piores inimigos é um ato de extrema nobreza! Tratar bem as pessoas à nossa volta, por mais inconvenientes que elas sejam, sempre vai ser positivo para nós, tanto do ponto de vista espiritual quanto do ponto de vista da nossa própria evolução pessoal, aprender a lidar com pessoas de que não gostamos é benéfico e só traz bons resultados.

Pessoas sorrindo e conversando
Zinkevych / Getty Images Pro / Canva

Não importa quem seja, o que faça nem o quanto esse alguém nos incomode e mesmo que ele tente nos derrubar, temos que sempre e acima de tudo manter-nos firmes aos nossos princípios e valores. Deixe que te tratem mal, mas não os trate mal de volta! Isso é ter força e maturidade.

Além disso, todas as pessoas que chegam e participam da nossa vida vêm com um propósito e estão aqui para nos ensinar algo, então se tivermos inteligência emocional para lidar com elas sem conflitos ou problemas, poderemos aprender, e muito, com essas relações.

Lidar com pessoas desagradáveis é um desafio, porém viver em sociedade nos proporciona diversas situações que exigem esse esforço. A melhor maneira de fazer isso é agir sempre com educação, com paciência e com tranquilidade, afinal não há problema em não gostar de alguém, mas nada justifica maltratá-lo ou ser desrespeitoso.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br