Autoconhecimento Meditação Parapsicologia

A meditação e o processo terapêutico

processo terapêutico
Carla Bettin
Escrito por Carla Bettin
Uma mente tagarela e a dificuldade de meditar, essa já foi a minha realidade.

Quanto tempo passei lendo nos livros e nas redes sociais, vídeos, textos, um imenso material sobre os benefícios da meditação, e quanto mais eu me forçava a tentar e não conseguia, mais me frustrava, achando que eu tinha algum problema por não conseguir meditar como tantas pessoas conseguem.

Até que um dia parei de tentar, me dediquei mais às orações, mentalizações e o processo terapêutico que já vinha fazendo.

Uma vez li o trecho de um livro a seguinte colocação:

“Talvez você se pergunte: ‘Por que devo purificar a minha consciência?’

Eu digo: VOCÊ nunca semearia um campo de milho sem primeiro arar a terra e usar o maquinário para aplainá-la e espalhar o fertilizante. Se por ignorância você semear entre as ervas daninhas, em solo cheio de torrões ou deixar de colocar o fertilizante, sua colheita será escassa e desigual.

É a mesma coisa quando você mistura em seu terreno pensamentos egoístas e vive exclusivamente do seu conhecimento, força e vontade humana. Você fica limitado em tudo o que faz. E, inconscientemente, você cria as circunstâncias que limitarão a colheita de seus esforços.

No momento em que você perceber de onde realmente veio, busque o Poder sobre o qual pode se apoiar para que possa realizar todas as coisas em sua vida e tome medidas urgentes para limpar as ervas daninhas, e assim, purificando o solo de sua consciência, atrairá o PODER que impregnará e fará prosperar as suas experiências e atividades diárias.” (Livro: Cartas de Cristo).

Foi então que com o passar do tempo fui percebendo que quanto mais identificava as minhas programações subconscientes atrapalhadas e as reprogramava, a minha mente ia ficando cada vez mais livre, como se fosse um terreno em que as ervas daninhas iam sendo arrancadas mesmo, podendo ser transformadas em adubo para florescer o meu propósito e uma vida mais harmonizada.

processo terapêutico

Depois que aprendi a fazer o processo de compreensão como trabalhamos na Parapsicologia do Sistema Grisa, eu conseguia identificar no dia-a-dia o que os desafios queriam me mostrar e onde estava a raiz daquela situação e então podia fazer a compreensão, quanto mais praticava, percebia com maior frequência momentos de plenitude e contemplação.

De repente eu não precisava mais tentar meditar, a meditação começou a fazer parte da minha vida como consequência da harmonização das minhas programações mentais.

Esta é uma experiência pessoal minha e também de alguns clientes que atendo e que podem comprovar esta experiência. Não quer dizer que todas as pessoas devam passar por isso, mas posso afirmar que quanto mais programações subconscientes atrapalhadas uma pessoa possui em sua mente, mais pode ter dificuldade em meditar, afinal, a meditação é um convite para olhar para dentro de si, para silenciar internamente e aí cabe uma reflexão: o que há dentro de nós? Que realidade existe no nosso interior, baseada na vivência que tivemos ao longo de nossa vida? Podemos silenciar a nossa mente ou os nossos traumas e sofrimentos estão gritando, pedindo para serem vistos e harmonizados?

O processo terapêutico abre espaço para ouvir a mente e as emoções, podendo então compreendê-las e harmonizá-las a fim de que se possa criar um espaço mental e emocional de equilíbrio e harmonia, e a meditação então se torna o momento de visitar, acolher e contemplar este espaço dentro de nós.

Sobre o autor

Carla Bettin

Carla Bettin

Formada em Administração e mais recentemente em Parapsicologia Clínica pela linha científica do Sistema Grisa. Atuação de trabalho com técnicas como: Reprogramação mental, análise da Tabela Familiar (Genetograma), Regressão, Hipnose, Orientação Parapsicológica individual, em grupo, familiar ou empresarial.

Carla Bettin - Parapsicóloga Clínica
Blog Carla Bettin
E-mail: [email protected]