Convivendo

Como contribuir com o aumento da presença


Olá! Me fizeram uma pergunta, alguém disse que está sentindo que a sua consciência, seu estar presente, o seu ruminar menos o pensamento está acontecendo e ela está se sentindo muito bem, ela está se sentindo mais leve, ela está mais feliz. E a pergunta é: “Como passar isso para outras pessoas?”, basicamente essa pergunta. Bom, essa dúvida é perigosa porque, quando nós estamos presentes, nós ficamos abertos a um estado de seguirmos inspirações que vem de dentro, seguirmos impulsos que vem de dentro, como já falei muitas vezes, a pessoa não fica estática, ela flui, ela age, ela atua, mas de fontes diferentes.

Essa preocupação em ajudar os outros pode ser uma preocupação mental, a pessoa pode começar a ficar encucada tentando descobrir racionalmente como fazer isso e, se ela fica nessa, ela está obstruindo o surgimento de inspirações realmente profunda, e que aí sim ela pode pegar o fluxo dessas inspirações e seguir em frente.

Não existe resposta pronta, não existe resposta universal, cada um tem a sua maneira. Existem muitas maneiras de contribuir com a evolução da consciência humana, a gente consegue ver aí pessoas que realmente sentem que o caminho delas é aquele e ela segue aquele caminho, mas veio de dentro. Então um ponto muito importante de cada um de nós é termos um tempo de silêncio para que venha a inspiração, não nos preocupamos demais em encontrar uma maneira, e sim ficarmos em um estado receptivo de que essa maneira se demonstre, se revele por si mesma.

Mulher meditando no meio do jardim.

Enquanto isso, o próprio estado de presença enquanto a gente como vive com pessoal, o convívio com pessoas é fundamental para transmitir a vibração da presença. Então, o convívio com pessoas é um desafio. Bom, se eu consigo ficar presente numa meditação quando estou sozinho, eu “tenho obrigação” de manter essa presença enquanto eu convivo com pessoas, porque é nessa presença ao convívio que transmissões vão acontecer, que atitudes adequadas vão acontecer, que influências vão acontecer, e eu nem preciso saber como está acontecendo.

Para continuar a ler esse relato, assista o vídeo acima.


Você também pode gostar de outro artigo deste autor. Acesse: Meditar é treinar o porteiro

Sobre o autor

Anand Nisargan

Anand Nisargan

Anand Nisargan é o criador do ESPAÇO PRESENÇA e focalizador de seus Retiros de Meditação.

Formado em Medicina na Unicamp, em 1994 abandonou seu trabalho como médico psiquiatra para tornar-se instrutor de meditação.

Bebeu da fonte do Mestre Osho em sua própria presença física e foi membro de suas comunas na Alemanha, Itália e Brasil, sendo tradutor de dezenas de seus livros e vídeos. Autor do livro “A Arte de Estar Presente”.

Site: espacopresenca.com.br
E-mail: [email protected]
Telefone: (12) 99700.5670 (Vivo | WhatsApp)