Cidadania Sustentabilidade

Muito além do Fogo

Queimada com árvore no chão queimando
Gabriela Philippsen
Escrito por Gabriela Philippsen
Hoje venho aqui falar de um assunto que jamais imaginei que falaria: política.

Antes de mais nada, gostaria de deixar claro que eu não possuo partido nem me exalto para defender um ou outro.

Este ano ocorreram diversos eventos que me chamaram a atenção, porém um deles me chocou de forma assustadora: a nossa Amazônia.

Queimada na amazônia

Como bióloga, entendo que eventos naturais ocorrem (queimadas, ventos, chuvas descontroladas), porém este em específico extrapolou todos os limites e deixou de ser considerado algo que acontece para a renovação do ecossistema, por exemplo. Centenas de milhares de árvores centenárias e juvenis foram dizimadas e, junto com elas, a morada de milhares de espécies da fauna brasileira. Além disso, trilhões de microrganismos que viviam naquele solo e que tinham função primordial para o equilíbrio do ecossistema também morreram. Isso sem citar as tribos indígenas que viviam lá e que necessitavam do subsídio da natureza para sobreviver.

Uma das, se não a maior floresta do mundo pegou fogo… como ficaremos daqui para a frente? Como estará este planeta, a nossa morada, daqui a 20 anos? Teremos ar e água puros? E a nossa saúde como ficará?

Esta perda é lastimável, incalculável… jamais conseguiremos recuperar o que foi perdido.

Porém, ainda temos tempo de recuperar alguns sentimentos que foram queimados junto com a floresta. Desde o início do ano vejo pessoas se afastando por causa das diferentes opiniões políticas e, depois que ocorreu esse lamentável incêndio, isso ficou mais evidente. Aí eu me pergunto: o desamor e a falta de respeito com o próximo vão resolver as questões políticas do país? Vão, milagrosamente, acabar com uma queimada? NÃO.

Hoje flagramos pessoas que sempre foram tão serenas e centradas deixando de conversar com seus familiares e se violentando simplesmente porque pensam de forma diferente, isso é muito triste…

Mulher sentada segurando jornal

Não vamos construir uma nação justa e sustentável enquanto espalharmos a raiva e nos deixarmos levar por uma onda de notícias infundadas, que só nos gera desconfiança e discussões sem sentido.

Todos estamos no mesmo barco passando pela mesma situação, ofender e julgar o outro não será a solução. Em vez disso, devemos recuperar a humildade, o respeito e a compaixão para caminharmos juntos em busca de uma solução.

Que todos nós consigamos colocar a mão na consciência e colocar a mauna em prática… muitas vezes o silêncio é a melhor resposta que tu podes dar para aquele que te ofende.

[block]2[/block]
Você também pode gostar de:

Neste momento, infelizmente o que queimou, queimou…

Agora cabe a nós criarmos campanhas de conscientização e recuperação dessa área preciosa que sempre defendemos com muita honra.

Também cabe a cada um de nós acalmar os ânimos e o coração para que com muito respeito, paciência e sabedoria possamos nos reerguer como nação.

A única chama que jamais podemos deixar apagar é a do amor que temos uns pelos outros.

Sobre o autor

Gabriela Philippsen

Gabriela Philippsen

Sou bióloga de formação, professora de coração e praticante de yoga com paixão. Em 2011 iniciei minha jornada no universo da yoga, em 2016 fiz um curso de reiki para me conectar ainda mais com as energias de luz, amor e gratidão.

Acredito que é possível transformarmos o local em que vivemos por meio da prática de yoga e troca de energias.

Vejo a disseminação de boas ideias e conhecimento como uma grande oportunidade de nos conectarmos cada vez mais, formando uma grande corrente em busca de um mesmo propósito: um mundo de paz, amor, compaixão e respeito.

Facebook: Gabriela Philippsen
Instagram: @gabihathayoga
E-mail: [email protected]