Espiritualidade

Como desenvolver espiritualidade vivendo nesse mundo materialista

Mulher branca meditando
Microgen / 123rf
Mariana HS
Escrito por Mariana HS

Jesus Cristo disse: “Não dá pra ter a mente dividida”

Uma vez ouvi uma que falava que quando você descobrisse seu propósito de vida, nunca mais ia querer trabalhar numa empresa, loja, fábrica, escritório, que não iria mais trabalhar “oito” horas por dia. Fiquei a pensar, pois não estava feliz com o meu trabalho, isso é fato, mas como assim não existirem mais profissões da atualidade? Como assim só trabalhar com a evolução espiritual? Todos seriam professores de “yoga”, “gurus”, “benzedeiras” e afins?

Foi uma trajetória mediana até chegar a uma compreensão disso. Para isso vamos refletir um pouco sobre a sociedade atual:

A grande maioria da sociedade está muito ligada à matéria. Dando muita importância ao ter as coisas, achando que quanto mais ter, mais será feliz e realizada. Vemos muito nas redes sociais pessoas postando que têm coisas, que fazem coisas, viagens, por exemplo, sempre sorridentes disfarçando um possível vazio.

Muitos alcançam seus sonhos profissionais, materiais e afetivos e mesmo assim se encontram em estado infeliz e depressivo. A sociedade atual impôs que alguém feliz é alguém com essas realizações citadas acima, e que é isso que as faz serem aceitas.

Mulher branca com olhos fechados e mão no queixo com expressão calma
Brooke Cagle / Unsplash

De fato, todos nós queremos ter do bom e do melhor e merecemos isso, mas de qualquer forma isso não respondeu sobre o que eu estava procurando sobre como desenvolver a espiritualidade neste sistema social, em que a grande maioria tem que trabalhar horas por dia para enricar uma minoria. E isso para mim também está errado, só que também não podemos ficar sem dinheiro e sem trabalhar! Pois tudo envolve dinheiro, até mesmo quem trabalha com espiritualidade, por exemplo, um professor de yoga precisará que alunos o paguem, e esses alunos trabalham de quê? De onde vem o dinheiro? Ou seja, tudo envolve dinheiro!

Então me veio a questão do dinheiro e a quebra da crença limitante de que ele é mal, que é do diabo, ora… não existe diabo! Dinheiro é ótimo! Ele é moeda de troca! Não devemos viver para acumular dinheiro, e sim fazê-lo girar! Não é à toa que a conta bancária é conta corrente! Hahaha!

Dinheiro não foi feito para ficar parado.

Você também pode gostar

Depois disso, comecei a entender por que trabalhar em empresas, escritórios, lojas etc. tem importância. Ora, cada indivíduo tem seus dons e talentos. É importante que na sociedade tenha desde doutores a garis (superimportante, graças a eles, nossas cidades são limpas), todas as profissões têm sua importância e valor.

Trabalhar numa loja de vendedora, por exemplo, é tão importante quanto uma grande descoberta de um cientista! Vejamos, precisamos de uma cama, calçados, roupas, fogão… e se não tivesse ninguém para vender ou fabricar essas coisas? Como seria a evolução da humanidade?

Reconheço que talvez você queira ser uma atriz, por exemplo, mas primeiramente terá que estudar e treinar para isso, então talvez para ganhar dinheiro para suas necessidades você tenha que trabalhar em vendas, por exemplo. Porém vendas apenas será um degrau para a realização dos seus sonhos. E você tem que ser grata por isso!

É interessante que vivamos os trajetos da vida de maneira agradecida, pois as realizações dos sonhos nada mais são do que a junção das experiências vividas! Isso significa ter ação!

Nós nascemos para agir, fazer as coisas acontecerem, fazer escolhas, nascemos para trilhar nossa vida e vivermos experiências que nos possibilitem evoluir e sempre buscarmos nossa melhor versão, usando os recursos que já nascem com a gente: dons, talentos e capacidades individuais.

Se somos Deus, e Deus é o criador de tudo, é Tudo, logo somos Tudo!

Então trabalhar em qualquer profissão que venha a beneficiar o Todo, que não prejudique ninguém, é bom, digno e motivo de agradecimento!

Então a resposta para como desenvolver espiritualidade vivendo numa sociedade materialista é ter o equilíbrio em Todo o nosso Ser.

Pedras empilhadas numa praia com luz do sol iluminando
Tina Nord / Pexels

Pois não dá para viver só pelo espírito, meditando, orando, louvando, rezando… se estamos encarnados nesta dimensão da matéria, temos que encontrar equilíbrio entre a matéria/físico, mente/pensamento e espírito/alma. Só assim conseguiremos ser realmente felizes e realizados! Pois quando nos dividimos, e damos ênfase a apenas um ou esquecemos de cuidar de um dos nossos lados, tudo em nós sofrerá.

O espírito guia, mas temos que estar mentalmente convictos disso, e agir fisicamente, só assim conseguiremos plenitude e realizações.

Desenvolver a espiritualidade é ter a Consciência da Totalidade.

Sobre o autor

Mariana HS

Mariana HS

Amante da Vida, da Natureza, do Universo...

Praticante de yoga.

Cursos de imersão Tântrica e Theta [email protected]

Escritora raiz HAHAHA.

Escrevo na mão mesmo, aí passo para o digital.

Amo escrever! Meu intuito é transmitir por meio de uma linguagem informal o despertar da Consciência. Deixar que o leitor viaje na leitura e comece a refletir sobre a possibilidade de novas formas de ver a vida.

Email: [email protected]