Comportamento Espiritualidade

Estrada iluminada – horário na Terra

Nilton C. Moreira
Escrito por Nilton C. Moreira
Somos atrelados ao tempo. O relógio, mesmo que não exista em nosso bolso ou pulso está presente em nosso biológico, e as pessoas mais disciplinadas até nem precisam dele para acordar-se pela manhã, pois no momento costumeiro estão prontas antes que desperte.

Nosso horário na Terra obedece a parâmetros de acordo com cada região planetária, e o chefe de cada nação tem o poder de adiantar ou retardar o relógio, influenciando assim os seres vivos.

Em alguns períodos tivemos horário de verão, e quem vive em regiões interioranas onde dispõe de criação de animais, procura sempre não diferenciar o horário em razão dos bichos estarem atrelados à contagem biológica e outros a luz solar. É comum notar-se que os pássaros, por exemplo, iniciam a cantoria logo que a luz do dia se apresenta, e recolhem-se ao cair da noite.

O tempo também conta no plano espiritual, mas não segue o mesmo cronograma que o nosso. Apenas os benfeitores espirituais que desenvolvem atividades junto aos encarnados e que trabalham nas tarefas redentoras nos mesmos momentos, tem relação de horário, embora tenha alguns que têm também atividade durante a noite, quando procedem esclarecimentos a nós quando estamos no desprendimento físico pelo sono, ou atuando também em cirurgias astrais e curas.

Você também pode gostar:

Mas o horário da Terra, embora seja fixado oficialmente pelo homem, somos manipulados pela espiritualidade quanto a acontecimentos que estão vinculados ao tempo de cada um, isto para que situações que devem acontecer, tanto boas como as desagradáveis, possam se concretizar no momento preciso.

Muitas vezes não conseguimos entender o motivo pelo qual nos atrasamos em razão de pequenos acontecimentos. É uma chave que não achamos; um sapato que está em desacordo; uma visita inesperada; um problema no veículo; o ônibus que atrasa; um filho que tem súbito mal-estar; o elevador que demora; o trânsito que flui mais demoradamente que outros dias e assim por diante. Certamente essas demoras acontecem sem darmos causa.

Às vezes vemos no noticiário alguns acontecimentos, como por exemplo, acidentes que se estivéssemos no horário teríamos nos envolvido com grave ou não consequência. Quantos perecem pela chamada “bala perdida”, e dizemos que podia ter sido um de nós, pois que naquele horário normalmente passaríamos pelo local, e naquele dia exatamente nos atrasamos, ou uma obra que desaba e atinge a calçada por onde passamos regularmente.

Dizemos que tudo está dentro de uma previsão de ocorrer, embora tenhamos dificuldades em compreender estes acontecimentos, todas as situações estão ligadas à lei de causa e efeito, que faz parte da Justiça Divina, cuja razão encontra-se nesta ou em vidas pretéritas.

Tenham todos muita energia nesta semana.

Sobre o autor

Nilton C. Moreira

Nilton C. Moreira

Policial Civil, natural de Pelotas, nascido em 20 de maio de 1952, com formação em Eletrônica, residente em Redentora (RS), religião Espírita, casado.
Email: [email protected]
Facebook: /Nilton-C-Moreira