Autoconhecimento Comportamento

O passado já passou

Mulher de costas olhando estrada com sol reluzindo
Paulo Tavarez
Escrito por Paulo Tavarez
Todo mundo sabe que o passado já passou e que o futuro ainda não chegou. O difícil é permitir que o passado, de fato, passe e que o futuro deixe de nos atormentar.

Todas as vezes em que nos envolvemos com o passado, na verdade, nos envolvemos com as emoções que estão presas em experiências mal-elaboradas, pois elas estão vivas justamente por possuírem combustíveis emocionais. Desta forma, surgem como memórias tristes e indigestas.

Sempre que olharmos para trás, estaremos envolvidos com lembranças tóxicas que sobrevivem com todos os seus componentes afetivos, sejam eles a culpa, o remorso, a revolta, a indignação, a frustração… Enfim, a variedade de sentimentos negativos que estão imantados de ódio é imensa. Ninguém se lembra de acontecimentos comuns, do dia a dia e dos detalhes prosaicos do cotidiano, pois todos esses acontecimentos não contaram com a importância devida nem estão carregados de emoções. No entanto os eventos traumáticos, conflituosos e agressivos sempre ficam guardados com toda a sua respectiva carga afetiva e seguem incomodando a mente humana, criando distúrbios e doenças que afetam desde o campo psíquico do indivíduo até o seu corpo físico.

Mulher de costas com mar desfocado ao fundo

Nossas crenças, nossos condicionamentos, nossas características, enfim, tudo aquilo que pertence à nossa personalidade sofre influência de todo esse material. O barro usado para confeccionar a personalidade de um indivíduo é o próprio passado, ou seja, somos um monturo de experiência mal-elaboradas.

Falando agora sobre o futuro, tudo o que eu posso afirmar é que trata-se de um instância ilusória, tão problemática quanto o passado.

Homem em campo verde com céu azul

O futuro é pior, pois o futuro é o retrato do imponderável, por isso é assustador. O futuro é a residência do medo, de todos os nosso medos, pois tememos o desconhecido. Ninguém teme o que conhece. Todos temem aquilo que desconhecem, pois o desconhecido assusta. Nossa relação com o futuro é sempre uma relação de medo, pois o medo cria os piores cenários em nossa imaginação quando temos que deliberar algo.

A preocupação é medo, a ansiedade é medo, a insegurança é medo, a apreensão, o pessimismo, a timidez, enfim, todos os nossos pontos fracos estão no futuro.

Para relacionar-se com o passado de uma forma saudável é preciso aceitá-lo. Para aceitá-lo é preciso compreender e perdoar, entendendo que só o perdão e a compreensão poderão dissolver a carga afetiva desse conteúdo.

Rapaz olhando em janela com seu rosto refletido

Você também pode gostar de:

Para relacionar-se com o futuro é preciso ter fé. A verdadeira fé é acreditar que o Universo está a seu favor, conduzindo a sua vida para um bem maior, assim um sentimento de confiança irá desconstruir as preocupações que assombram aqueles que têm pouca fé.

Passado e futuro fazem parte de um mundo ilusório, daquilo que chamamos de samsara. Ninguém conhecerá a Verdade em qualquer uma dessas instâncias.

A Verdade se apresenta no presente. A realidade só poderá ser conhecida no presente. O presente é o Verdadeiro Reino de Deus.

Sobre o autor

Paulo Tavarez

Paulo Tavarez

Instrutor de yoga, pedagogo, escritor, palestrante, terapeuta holístico e compositor. Toda a minha vida tem sido dedicada à construção de um mundo melhor.

Celular: (11) 94074-1972
E-mail: [email protected]
Facebook: /paulo.hanuman
Instagram: @paulo.tavarez
Site: paulotavarez.com