Autoconhecimento

Fazendo as pazes com a Tristeza

Deise Aur
Escrito por Deise Aur
Quem de nós já não se sentiu triste em algum momento da vida?

Afinal existem inúmeros motivos para isso, não é mesmo?

Vivemos em uma sociedade em que reina a desigualdade, a pobreza, a competição, o preconceito, a discriminação, a corrupção e ainda temos nossos problemas existenciais, conflitos, dúvidas e medos.

Por mais bem resolvida que uma pessoa seja, em algum momento de sua existência ela irá se deparar com a tristeza, pois estamos sujeitos a mudanças, reveses, rupturas, doenças, partidas, envelhecimento e mortes.

Realmente, é difícil encarar a tristeza em nós, pois em tempos de selfie em que todo mundo aparece sorrindo e ostentando felicidade, falar em tristeza se torna um tabu, então se acaba escondendo a sete chaves esse sentimento.

Em decorrência disso, a tristeza dá um jeito de sair da prisão, e vêm os sinais: mudanças de humor, melancolia, angústia, irritação e crises súbitas, por isso é importante sermos honestos com nós mesmos.

Se estamos tristes, conversemos com a tristeza e escutemos o que ela tem a nos revelar, perguntemos a ela:

Por que insiste em me acompanhar e estar comigo?

Você também pode gostar de:

Olhos cheios de lágrimas.

A tristeza tem muito a nos ensinar:

Ela nos torna mais sensíveis e empáticos ao sofrimento alheio, nos ajuda a perceber que a vida não são só alegrias e vitórias.

A tristeza revela as ilusões e nos faz ver a realidade.

Em tempos de dor, perdas e partidas, ela é nossa fiel companheira nos auxiliando a refletir sobre nossa existência e sendo nossa conselheira.

Ela é amiga dos incompreendidos e excluídos, inspirando-os a fazer arte e poesia.

Nos momentos de nostalgia e saudades, é ela que nos escuta e conversa conosco.

Nas travessias difíceis e frente aos obstáculos, ela é nossa guia, relembrando os desafios já vividos.

O ser humano foge da tristeza porque ignora que ela desperta em cada ser o valor de

cada momento e contribui para que nos libertemos das amarras do orgulho, da vaidade e do egoísmo.

A tristeza é aliada da alegria, pois nos remete a viver com amor e gratidão!

Mesmo tudo sendo passageiro, ela nos recorda a viver com presença e lucidez, valorizando cada momento, experienciando o eterno em cada instante da existência!

A tristeza é nossa amiga!

#LidebemcomaTristeza! #ATristezanosdesperta! #AprendendocomaTristeza!

Sobre o autor

Deise Aur

Deise Aur

Meu nome é Deise Aur. Exerci a carreira de professora, primeiro de alfabetizadora, depois de professor de História, até me aposentar.

Em sala de aula procurava despertar nos seres humanos a sensibilidade para a arte, filosofia, mística e psicologia. Atualmente, faço isso através das mídias digitais.

Tenho diversas áreas de interesse, focando vários temas como Vida, Veganismo, História e Moda.

Gosto de escrever, expressando inquietudes e anseios que habitam na nossa alma e traduzo em palavras, utilizando minha sensibilidade, principalmente, com relação à espiritualidade e também aos sentimentos humanos.

Contatos:

Sites:

deiseaur.blogspot.com.br

veganpelavida.com.br

historia-dinamica.blogspot.com.br

E-mail: [email protected]

Youtube: Canal Deise Aur