Convivendo Educação

Homeschooling – Unschooling e a Liberdade de ser

Criança escrevendo em quadro negro com giz a palavra "homeschooling" que significa Educação Domiciliar.
Andreia Howell
Escrito por Andreia Howell
Não é novidade para os pais que optaram pela Educação Domiciliar que a Instituição escolar não mais atende as necessidades das crianças no momento atual da sociedade. Por motivos pedagógicos, sociais, emocionais e por conta do ambiente de integração e interação com a vida.

Mas as vantagens de não aderir ao sistema é que podemos viver uma vida mais autêntica e livre de amarras que antes nem percebíamos que estavam lá limitando as nossas vidas e dando um outro tom ao relacionamento com os nossos filhos, nossa família e até com nós mesmos.

“Se quisermos obter uma cultura mais rica, devemos reconhecer toda a gama de potencialidades humanas, e assim criar um tecido social menos arbitrário, em que cada habilidade humana diversa e única encontrará um lugar adequado”. – Margaret Mea.

Menina fazendo lição e casa junto com a mãe.

Só o fato de você assumir a responsabilidade da Educação de seu filho já traz uma sensação de autonomia e liberdade. Porém algumas das vantagens, entre inúmeras, são:

– Respeitar o ritmo natural da família e poder criar seus próprios horários – Caso o seu filho estiver doente, ele terá o direito humano de descansar e se recuperar sem ser questionado.

“Vocês podem diminuir o ritmo e descansar quando for preciso”.

– Sem a pressão social e de terceiros – Para chegar no horário, ir buscar no horário, estudar para a prova, fazer lição de casa, atender reuniões, comemorações da escola (nem sempre alinhada com os valores da família), uniforme/roupa em ordem determinado por forças externas e que só resta a todos seguir – o nível de stress irá reduzir consideravelmente, essa já não é uma grande vantagem?

“O Ensino Domiciliar permite a cada família criar e respeitar seu próprio ritmo”.

– Tempo e liberdade de conectar-se com os seus filhos – Sem a constante pressão externa o relacionamento com os seus filhos irá melhorar. Além disso, vocês terão a oportunidade de passar mais tempo juntos criando a realidade de vocês dentro dos próprios interesses e condições familiares, o que irá estreitar os laços.

– Você terá a maravilhosa oportunidade de testemunhar como os interesses naturais do seu filho se apresentam e se desenvolvem – Aproveite a Educação Domiciliar para dar ao seu filho o presente de LIBERDADE de aprendizado e de interesses naturais que é a trilha para desenvolver os talentos e viver uma vida com mais significado para ele mesmo.

Filho e mãe fazendo lição juntos.

– Férias, feriados e finais de semana – Eu não sei você, mas eu fujo de lugares cheios. Além de muitas vezes os preços serem mais altos, você paga mais e se diverte menos, filas, barulho, mais chances de tumultos, dificuldade para estacionar, pessoas mais irritadas.

Que delícia ir ao museu na terça-feira à tarde, ir ao parque na quarta-feira de manhã ou estar viajando com a família em pleno setembro.

– Autonomia sobre o próprio corpo, liberdade de expressão e conforto – Talvez para algumas crianças estudar descalço ou em roupas mais confortáveis é muita mais agradável e produtivo, poder levantar e ir beber água ou ir ao banheiro sem ter que pedir permissão eu acredito ser um direito de nascença do ser humano uma vez que são necessidades básicas.

Se você sempre quis autorizar o seu filho a ter o cabelo um pouco mais longo, ou a sua filha estava receosa de experimentar um corte de cabelo diferente e ser motivo de atenção desnecessária ou prejudicial, a educação domiciliar traz essa possibilidade de forma mais tranquila.

– Alinhamento com os valores familiares – A cultura escolar muitas vezes esbarra com os valores e hábitos que queremos desenvolver em nossos filhos. No meu caso, abomino o consumismo desenfreado, propaganda direcionada as crianças (mesmo de forma sutil), “junk food”, ou qualquer tipo de fanatismo ou idolatria. Quando você envia o seu filho para escola, ele estará mais exposto a valores que foram aceitos pela sociedade sem ser questionados ou filtrados, e isto fará parte do dia-a-dia dele. Claro que você pode conversar e orientar o seu filho, mas não vamos subestimar a força da cultura popular e a frequência com que ela é exposta.

Todos os aspectos acima certamente contribuem para o relacionamento com o aprendizado ser mais positivo e divertido e uma vida mais autêntica!!!

O que você acha? Eu adoraria ouvir a sua opinião.


Você também pode gostar de outro artigo desta autora. Acesse: Autocuidado com Mães e Pais Homeschool

Sobre o autor

Andreia Howell

Andreia Howell

Meu nome é Andreia Howell, morei na Austrália e há 10 anos moro nos Estados Unidos com meu filho e marido onde prático uma vida Intencional através do Homeschooling/Unschooling, de uma alimentação simples e nutritiva (Plant-Based ) e tendo em mente o minimalismo em todos os aspectos da vida. Parentalidade Consciente é uma prioridade no meu dia a dia, o futuro não depende das crianças e sim dos pais dessas crianças. Graduada em Nutrição e Pós graduada em Segurança Alimentar. Apaixonada pelo Ballet Clássico, dei aulas no Brasil e Estados Unidos e hoje prático Ballet adulto.
Andreia é membro “The Alliance for Self-Directed Education”

E-mail: [email protected]
Facebook: andreiahowell
Whatsapp: +1 405 600 8934