Autoconhecimento Espiritualidade

Levar ou buscar Deus na igreja?

Celso de Godoy Junior
Conforme a cultura dos tempos atuais, é comum notar que grande parte das pessoas vão até a igreja para encontrar e se comunicar com Deus. Porém, vemos que mesmo assim, em grande parte das pessoas, poucas absorvem as forças de bem e proteção divina, em razão dos constantes conflitos e inseguranças que enfrentam nos dias atuais.

De acordo com essa situação, sugiro a você, leitor, que não espere chegar o dia de ir até a igreja para se fortalecer com a Divindade, que durante o seu dia a dia você consiga resgatar o Deus que existe dentro de si, fortificando-se com mais amor, calma e generosidade em seus pensamentos e ações em prol de si e do próximo.

Com isso, você viverá cada dia da semana com mais carinho e prazer em viver e ajudar, e no dia em que for até a igreja ou local religioso, levará o seu Deus, as lindas experiências vivenciadas ao longo da semana, o bem e a proteção que conquistou. Você compartilhará com os demais todo o bem, amor, paz e ótimas energias que construíram dentro de si, fazendo, assim, a união e multiplicação de forças para um mundo melhor e mais sustentável a toda humanidade global.

O ser humano não colhe o que quer, e sim o que ele é!

É de bem que se vive bem, amém.

Amém!

– Nitshe.


Referências bibliográficas

NITSCHE, T, R. Ame todos os dias. Joinville: Iugui Comunicação, 2017.

PEREZ, A. Psicologia Positiva: teoria e prática: conheça e aplique a ciência da felicidade e das qualidades humanas na vida, no trabalho e nas organizações. Editora Leader. São Paulo, 2016.

Sobre o autor

Celso de Godoy Junior

Celso de Godoy Junior

Atua há mais de dez anos na área da educação e gestão de pessoas, é escritor, terapeuta, palestrante e gestor de treinamento de liderança pessoal e profissional. Possui mais de dois anos de experiência como professor de graduação de pedagogia, pós em arteterapia e psicopedagogia.

Paralelamente às suas inúmeras experiências sociais, em escolas, profissionalmente e demais conflitos humanos (falta de interesse nos estudos, nos trabalhos, desrespeito aos outros profissionais e desmotivações entre ambas as partes), realiza projetos com palestras educacionais em instituições do ensino básico, superior e empresarial. Enfatiza a suma necessidade do desenvolvimento de um novo olhar sensitivo à iniciativa e à resiliência individual, por meio do cultivo da empatia e da humanização recíproca. Orienta cada professor, estudante e colaboradores do meio corporativo à conscientização em suas ações, reações e obtenção de melhores resultados em suas experiências de vida.

Telefone e WhatsApp: 11 99604-7018
Facebook: Celso G. Jr
E-mail: [email protected]

Ateliê terapêutico: em Bragança Paulista-SP