Autoconhecimento

Mistérios Sentidos

Os mistérios sentidos são aqueles sentimentos que todos temos, mas recusamos a analisar. Em vez de olhar para cada um deles com atenção, deixamos que se acumulem e que se tornem empecilhos para o nosso bem-estar. Com o artigo a seguir, descubra como liberar suas emoções para validá-las ainda mais.

Estamos mudando nossas formas de pensar o mundo à medida que o nosso acesso ao conhecimento avança, também por causa das expectativas, experiências e por experimentarmos diversas emoções e sentimentos.

O que te transforma? Por qual motivo você mudaria de postura? Qual o sentido de pensar diferente hoje?

A mudança de crenças surge após muitas oportunidades visitadas ao estranhamento, isto é, ciclos dos infortúnios e das realizações.

Sentimos a felicidade por conquistar a liberdade, mas também sentimos saudades do nosso antigo ler, isto é, de onde estávamos como em zona de conforto. Porém, nada é simples ou fácil de ser explicado. As angústias são muitas, tudo parece difícil demais para a rotina enfrentar o novo, o inédito.

Chorar é algo normal, porém, existem questões da vida que pedem de nós muita resistência, por exemplo: “você vai conseguir se não for fraco…”.

Estamos aguardando o futuro para que exatamente? Os crentes negam essa vida em virtude da “outra vida que será eterna”; outros esperam o amanhã para serem realizados e felizes. Pense: “Qual a situação que mais tira sua leveza e paz de espírito?”

Você não precisa estar motivado o tempo todo, no entanto, crie uma resistência intelectual. O que você produz durante o período vago?

Emoções a mil, sentimentos misturados, mente confusa, dúvidas sobre tomadas de decisão, ansiedade e tristeza são apenas alguns elementos que sinalizam que você, ao mesmo tempo que se sente diferente dos demais, se sente acolhido pelo fato de saber que muitas vivem o que você vive dentro de si, ou seja, muitas e muitas sensações de estranhamento. Não é fácil vencer na vida nem desistir de continuar. Tudo é muito complexo e difícil em muitas coisas que ocorrem durante nosso turno enquanto vida.

Estamos vivendo dias difíceis no mundo, e nada melhor do que refletir, meditar a loucura que é a realidade, daquilo que chamamos de nossa vida.

Duas mulheres se abraçando
Liza Summer de pexels / Canva

Por acaso, você sabe organizar com cronograma seus dias, horas e afazeres? Por qual motivo, então, que você está perdido lendo essa bobagem que escrevi?
Se tens brio próprio, leia até o final e seja um novo ser humano ao sentir o início de sua nova vida através da vida que se inicia fora da rotina. Que se dane a preocupação com o futuro! Vale encarar a vida e cair para dentro dela com toda energia positiva que vai atrair energias positivas.

Por fim, sentir emoções e sentimentos fazem parte dos desertos e expectativas. Nunca isso acabará, somos seres humanos e frágeis enquanto não nos fizermos artisticamente de fortes.

“Choro por minhas angústias que ninguém vai me entender; sinto-me responsável pela felicidade dos outros e isso me pesa os ombros. Queria viver feliz, mas a coisa que me cerca é a solidão sem solução, apenas aceitação e por ação controlo a inclinação para inclusão da Loucura.”

Você também pode gostar:

A incógnita é um enigma de previsões obscuras sem muita clareza ou nenhum entendimento real da intenção. Se isso for resolvido, previsões serão opiniões. Opinar é pensar formalmente, mas criticar é, talvez, a liberdade linear diante das margens de limitações intelectuais.

Enfim, ninguém vai entender tantas dúvidas respondidas pela tradição se não ouvirem os motivos das emoções ocultas nas camadas profundas e inferiores, pois as certezas respondidas fazem perguntas reflexivas e surge o despertar, surgem pensamentos profundos para perguntas que surgem ao longo na não interpretação da realidade. Ninguém vai entender, choro, quero ir, quero ficar, pois lá ou cá há capítulos, históricos que podem ser ou não… vale a pena ou sim?

Sobre o autor

Nilo Deyson Monteiro Pessanha

Sou filósofo, escritor, poeta, colunista e palestrante.
Meus trabalhos culturais estão publicados em diversas plataformas. Tenho obras e livros publicados.

Podem também pesquisar no Google: filósofo Nilo Deyson Monteiro Pessanha

Sou uma incógnita que deve ser lida com atenção e talvez somente outras gerações decifrem meu espírito artístico. Sou muitos em mim e todos se assentam à mesa comigo. Posso não ser uma janela aberta para o mundo, mas certamente sou um pequeno telescópio sobre o oceano do social.

Contato:
Email: dyson.11.monteiro@hotmail.com
Site: rota-om.com.br/
YouTube: FILOSÓFO NILO DEYSON MONTEIRO PESSANHA
Instagram: @nilo_deyson_monteiro_pessanha
Facebook: Nilo Deyson Monteiro Pessanha