Autoconhecimento Comportamento

O diferencial das pessoas sarcásticas

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Você já deve ter conhecido alguém que sempre tem aquela piada ácida na ponta da língua para qualquer situação. Ou talvez você seja essa pessoa. Pessoas sarcásticas são notadas por seus comentários e piadas nem sempre agradáveis, mas que divertem muita gente.

A palavra sarcasmo vem da palavra grega sarkasmós, que significa zombaria e escárnio. Já deu para entender um pouco da personalidade de alguém sarcástico, não é mesmo? Pessoas sarcásticas normalmente também podem ser irônicas. Sarcasmo e ironia são bem parecidos. O sarcasmo tem o objetivo de zombar, a ironia é um pouco mais sutil, normalmente sendo usada como um comentário que diz o contrário do que a pessoa realmente acha.

Sendo um traço de personalidade bem marcante, o sarcasmo virou até foco de estudos científicos. Alguns estudos da Harvard Business School analisaram os aspectos cognitivos de quem é sarcástico e como isso influencia o comportamento de quem está ao redor da pessoa. E parece que ser sarcástico tem também seus benefícios.

Um dos estudos indica que o sarcasmo é uma forma elevada de criatividade. Isso porque para fazer um comentário sarcástico o cérebro precisa ser mais criativo que o normal, para conseguir dar essa resposta ácida. E, para ter esse estado de criatividade, é preciso ter facilidade para lidar com pensamentos abstratos. O curioso desses estudos é que eles constataram que as piadas sarcásticas não necessariamente causam conflito com as pessoas em volta, mas sim estimula a criatividade delas também, pois elas se veem na necessidade de responder o comentário a altura e isso, de certa forma, prova o cérebro delas.

Outro estudo relaciona o cérebro de pessoas sarcásticas à criatividade para resolver problemas. Dessa forma, se o cérebro é treinado constantemente dessa forma, isso pode indicar inclusive alguém com um QI alto.

Se você desconfiava que pessoas sarcásticas são mais inteligentes, a ciência pode dizer que talvez você esteja certo. Mas se você se considera sarcástico, não precisa sair se gabando por aí. Afinal, você bem sabe como uma piada ácida na hora errada também pode dar errado.


Escrito por Ricardo Sturk da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]