Comportamento

Disciplina e rotina em tempos de Coronavírus

Homem em um quarto arrumado durante o dia, sentado em uma cadeira, amarrando os cadarços de sua bota.
Pexels/Andrew Neel
Dulcineia Santos
Escrito por Dulcineia Santos

Um dos maiores desafios que esta situação tem trazido, para mim e para muita gente, é a mudança da rotina. Ok, foi legal acordar por uns dias fora de hora, mas agora é preciso trazer uma certa normalidade ao caos.
Para a Antroposofia, filosofia na qual se baseia a Pedagogia Waldorf, a rotina imprime ritmo à vida, e é imprescindível para a sensação de segurança que as crianças sentem. Para o adulto, fortalece o corpo etérico (chi, prana). Não é à toa que me peguei sentindo-me tão cansada e frustrada.

Para mim, a frustração vem de ver o dia escorrer por entre as mãos e não ter conseguido fazer nada do que precisava.

Joshua Stone, no livro Psicologia da Alma, fala que o antídoto para a preguiça (ou procrastinação etc) é a disciplina. Depois que li isso, passei a dar ainda mais importância à rotina, e consegui realizar muito mais coisas sem me sentir completamente tomada pela ideia de produtividade, que não é um conceito que me agrada muito.

Menina lendo livro ao lado de uma janela, com sol de final de tarde.
Pexels/Rahul Shah

A ideia de imprimir disciplina à vida explica um pouco do sucesso de livros como “O Milagre da Manhã” (ou, mais recentemente, outros que falam sobre os hábitos das pessoas bem-sucedidas e acordar às 5:00 da manhã).

O livro sugere a ideia de colocar o despertador para tocar uma hora antes para que você consiga dedicar tempo para o seu bem-estar, através de algumas práticas, como:

  1. Beber um copo de água em jejum
  2. Meditar
  3. Fazer um exercício físico
  4. Fazer afirmações positivas
  5. Escrever um diário
  6. Tomar um smoothie saudável
  7. Dedicar alguns minutos para um projeto que seja importante para você
  8. Ler 10 páginas de um livro
Você também pode gostar

Outro benefício dessas práticas é saber que você dedicou um tempo do dia para si, para as suas necessidades pessoais, o que resulta em um alto impacto no seu amor próprio e na sua autoestima.

Ainda, a sugestão de levantar uma hora antes acaba fazendo com que você vá para a cama mais cedo, e a rotina de se deitar todas as noites no mesmo horário ajuda a regular seu sono. O fato de dormir melhor vai aumentar suas defesas imunológicas, o que é importantíssimo nessa época, além de te deixar com mais disposição para lidar com as tarefas do dia, e de melhor humor.

Pensei em fazer uma tabelinha para organizar o meu dia, e compartilho com você algumas sugestões, lembrando que meus horários são flexíveis e, claro, tudo difere de pessoa para pessoa:

  1. Levantar no mesmo horário. Se você, como eu, tem dificuldade em levantar cedo, não precisa ser, mas que seja no mesmo horário. Se você tem filhos, lembre-se: talvez seja melhor, para o sucesso do seu projeto, acordar antes deles!
  2. Tomar um copo d´agua, e então tomar seu copo de café, ou seu smoothie, enquanto lê o livro.
  3. Meditar, agradecer, fazer uma oração, qualquer coisa que não te coloque direto no automático, no celular, na agitação das notícias (aliás, fique longe delas o máximo que puder!)
  4. Já falei várias vezes nos meus artigos sobre a importância de escrever. Tem um vídeo muito interessante circulando, em que a autora sugere escrever o que você quer fazer quando tudo isso acabar. Mas você também usar o caderno para escrever afirmações positivas, para desopilar o fígado, para dar um espaço sem mídia e para deixar a intuição e imaginação fluírem.
  5. Tome o seu café da manhã.
  6. Agora é hora de começar a trabalhar. No meu caso, preciso dividir meu tempo entre escrever, estudar e cuidar da casa. É bem melhor dividir o que precisa fazer em partes pequenas, que você possa sentir que concluiu. No meu caso: escrever um artigo, fazer as tarefas da Universidade, traduzir 5 páginas. Isso também vai te dar a oportunidade de alternar atividades, se preferir: escreva um artigo, prepare o almoço, traduza, brinque com as crianças.
Mulher escrevendo com lápis em um caderno, com um celular ao lado e um notebook em sua frente.
Pexels/Tirachard Kumtanom

Leve em consideração também em qual horário você produz mais: eu, por exemplo, tenho picos de produção entre 10-14:00h, e depois entre 16-18:00h. Os outros horários podem ser usados para fazer coisas que exigem menor capacidade intelectual.

Se você tem crianças, pode ser que “trabalhar” inclua dedicar, digamos, 2 horas para ajudá-las com as tarefas de escola. E mais outras 2 horas para brincar com elas.

Tem gente que funciona bem no caos. Se você sentiu vontade de argumentar comigo, considere se esse é o seu caso. Se não, pare e pense: “onde estou escolhendo não ter escolha?” Crie a sua agenda do seu jeito! O importante é voltar a se beneficiar do que a rotina faz por você, e deixar o caos lá fora, em vez de dentro de você.

Sobre o autor

Dulcineia Santos

Dulcineia Santos

Dulcinéia Santos é terapeuta multidimensional, life coach e praticante certificada das ferramentas MBTI® de tipos psicológicos e Barras de Access®. É também autora do livro: “A Namorada do Dom”, em que conta sobre as lições que aprendeu nos relacionamentos e sua jornada até a Suíça.

Acredita que a vida é cheia de lições, e que se não as aprendemos não passamos pro próximo nível do jogo. Saiu de casa cedo e foi morar no mundo – agora está na Suíça, onde estudou antroposofia por três anos. Gosta de tomar cerveja no boteco enquanto papeia, de aconselhar, da língua portuguesa, de cozinhar, de ficar só e de flexibilidade de horários. É esotérica, mas acha que estamos encarnados para viver as experiências terrenas com o pé no chão – de preferência dançando.

Formações:
Brain Based Coaching Certification
NeuroLeadership Group - Londres

MBTI® - Myers-Briggs Type Indicator - Step I and Step II
Myers-Briggs Foundation - Florida, USA

Antroposofia
Goetheanum - Dornach, Suíça

Terapia Multidimensional
Genebra - Suíça

Access Bars®
Nyon - Suíça

Contatos:
Site: dulcineiasantos.com

Facebook: Cura de Amor

Youtube: Canal Cura de Amor

Instagram: @dulcineia.curadeamor

Blog: medium.com/@dulcineiasantos

E-mail: [email protected]