Comportamento

O difícil de lidar com o isolamento

Mulher abraçando almofada em casa

Como será que está sendo lidar com o distanciamento social? Como explicar para as crianças o que está acontecendo com o Brasil e com o Mundo? São várias perguntas que quase ninguém pode responder. Muitos estudantes estão tendo aula online, eu mesmo estou tendo aula online, o que é mais complicado, nada melhor do que ter aula prática do que teórica, e ainda mais fica difícil prestar atenção em casa, porque temos várias distrações. Enfim, vários alunos do fundamental ao médio estão tendo aula online, milhões de brasileiros lutando para ganhar um benefício do governo, porque estão sem dinheiro para pagar suas contas ou estão enfrentando a falta de alimentos, filas e filas porque não conseguem informações ou não tem ninguém para pedir ajuda. A pergunta que mais ouvimos é: será que o governo ou o chefe do executivo está certo? Ninguém tem a resposta.

Família com pai, mãe e filhos na cama felizes
Foto de Jonathan Borba no Unsplash

Será que quando tudo voltar ao normal vai ser tudo igual antes? A resposta é bem simples: NÃO. Mas por quê? Vamos ter mais cuidado com os outros, teremos mais diálogo dentro de casa, valorizaremos as mínimas coisas que a vida pode nos proporcionar. Com certeza o mundo inteiro vai mudar, no modo de agir, falar, vamos fazer as coisas com prazer e agradecer sempre por ter mais um dia de vida.

Já que estamos em casa, algo legal para se fazer é admirar a natureza, olhar para o céu e ver que São Paulo (ou outros estados) não está poluída igual antes, olhar o pôr do sol é tão lindo! Reúna a família na janela ou no jardim e vá olhar essa estrela linda que é o sol e agradecer por você e sua família poderem ver essa imagem tão linda, ou até mesmo ver a Lua, que é bonita também.

Mas para que agradecer? Na minha concepção, quando agradecemos o universo e somos gratos, o universo devolve gratidão e sua vida vai ser sempre de bem. Uma música legal que nos faz refletir sobre esse momento é a “Pega a melodia e engole”. Um trecho:

Você também pode gostar

“Engraçado, as coisas deveriam ser mais difíceis, melhor, deveriam ser tristes, depois de tanta maldade, de tanta saudade gasta em vão”.

Uma frase de um grande mestre: “Não habite no passado, não sonhe com futuro, concentre a mente no presente”. Sidarta Gautama.

“Fique em Casa, se puder”

Sobre o autor

Bruno Silva Ferreira

Bruno Silva Ferreira

Meu nome é Bruno, estudante de comunicação social na Faculdade Paulista de Comunicação, na Paulista. Gosto de escrever para pessoas.

Email: [email protected]
Site: akasaviva.com.br
Facebook: Bruno Silva
Instagram: @bruno.silva702
Linkedin: Bruno Silva Ferreira