Saúde Integral

O que é bursite e como tratá-la?

A bursite é a inflamação na bursa – bolsa revestida por uma membrana e cheia de um líquido parecido com óleo. A bursa funciona como uma “almofada”, evitando o atrito entre ossos, músculos e tendões.

Embora seja comum que essa lesão ocorra nos ombros, ela pode afetar também o quadril, joelhos, pés e cotovelos.

Normalmente a dor na região e dificuldade para mexer devido à dor são os principais sintomas de que realmente estamos com bursite.

Mas, afinal, o que causa a bursite? Como tratá-la corretamente? Descubra a seguir!

O que causa bursite?

A principal causa da bursite é o movimento repetitivo das articulações. Por exemplo, alguém que trabalha como faxineiro ou pintor pode desenvolver a lesão no braço; um tenista ou corredor olímpico pode desenvolver a bursite nos pés e joelhos.

Um homem pintando uma parede com tinta vermelha.
fotokostic /123RF

Geralmente a inflamação dura cerca de 20 dias se o tratamento for feito corretamente, mas esse tempo pode se estender caso o quadro piore. A bursite só apresenta piora caso o descanso não seja respeitado e a bursa afetada continue sofrendo esforços anormais ou tensão contínua.

Quais são os outros sintomas da bursite?

Além da dor e da limitação do movimento na região afetada, também podemos identificar o inchaço e a vermelhidão.

Também é preciso se atentar para a bursite calcária, que, em alguns casos, acompanha a bursite comum de uma inflamação no tendão, incitando um depósito de cálcio dentro de suas fibras.

A bursite pode ser crônica?

Infelizmente, sim, a bursite pode atingir um estado agudo ou crônico.

O mais comum é a bursite aguda, que geralmente aparece mais de uma vez na mesma região. Já a bursite crônica pode se relacionar com doenças crônicas já existentes no indivíduo, como a artrite reumatoide, gota, entre outras.

Bursite tem cura?

A boa notícia é que a bursite tem cura. Nesses casos, o mais comum é utilizar anti-inflamatórios como o principal tratamento, já que esses remédios aliviam a dor e diminuem a inflamação.

Como diferenciar a bursite da tendinite?

Enquanto a bursite atinge a bursa, como vimos acima, a tendinite é uma inflamação no tendão e causa inchaço, calor e vermelhidão na área afetada.

Um homem segurando seu punho esquerdo com sua mão direita. O punho apresenta vermelhidão intensa.
phonruang / 123RF

Embora a tendinite seja mais frequente nos punhos, ela também atinge os cotovelos, ombros e joelhos como a bursite, o que dificulta o diagnóstico correto. Portanto, ao apresentar os sintomas, o ideal é procurar um médico especialista.

Tratamentos convencionais e naturais

Ao perceber qualquer sintoma de bursite, o primeiro passo é procurar um médico especialista ou fisioterapeuta, porque, além de avaliar o caso corretamente, ele também poderá identificar se o seu caso vai além da bursite.

Se o diagnóstico for realmente a bursite, há algumas formas simples de curar a doença, como, por exemplo, o uso de anti-inflamatórios para aliviar a dor e diminuir a inflamação. Cremes ou géis anti-inflamatórios também podem ser aplicados na região para potencializar o alívio da zona afetada.

A fisioterapia também é essencial para o tratamento, porque você fortalece os músculos da região para não sobrecarregar as estruturas lesadas.

As mãos de um homem postas em um joelho de outra pessoa.
Angelo Esslinger / Pixabay

Em casos mais complicados, a cirurgia também é uma opção. Mas a remoção de uma bursa via bisturi é, normalmente, a última tentativa terapêutica.

Além dos métodos convencionais, também há os tratamentos naturais, como o repouso para a recuperação total da bursa. Compressas com gelo também ajudam a reduzir o inchaço e a dor.

Você também pode optar pelas massagens no local afetado com óleos essenciais. Entre os que mais podem, ajudar estão:

  • óleo de noz-moscada: tem propriedades analgésicas e anti-inflamatórias;
  • óleo essencial de menta: tem o mentol como componente principal e, por isso, é muito utilizado para o tratamento de dores.

Por fim, uma alimentação rica em magnésio pode aliviar os sintomas da bursite e também prevenir o surgimento dela. Você pode encontrar o magnésio na banana, espinafre, aveia, lentilhas ou suplementos de magnésio. Mas, para tomar o suplemento, é preciso consultar um médico antes.

Você também pode gostar

Embora muito dolorida e incômoda, a bursite tem um tratamento simples e acessível. Você já passou por essa condição ou está com suspeitas? Procure um médico e siga as dicas que colocamos aqui e, em breve, você estará recuperado!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br