Coaching

Oratória Mestra e Eu: Histórias Entrelaçadas!

Eliuse Silva
Escrito por Eliuse Silva
Meu nome é Eliuse (Eli para os achegados). Sou uma sonhadora de transformações e acredito que nosso mundo está em transformação para melhor, porque as pessoas também estão se transformando. Acredito que JÁ estamos em um mundo melhor!

E por que acredito nisso? Porque eu me transformei e outras pessoas também estão se transformando em pessoas mais felizes, ao se expressarem com mais liberdade, autonomia e autenticidade. É sobre isso que quero te falar. Quero partilhar contigo a história do Oratória Mestra, pra você entender qual a proposta desse projeto.

Disposta(o) a fazer esta viagem temporal comigo? Então vem…

Primeiro, preciso falar da transformação pela qual passei… Ainda adolescente, vivi situações que me feriram muito e isso reverberou na adulta que me tornei. Passei a ser uma pessoa retraída, fechada e com a autoestima muuuiito frágil. Depois de um bom tempo, quando então cansei de ser infeliz – e foi por cansaço mesmo –, resolvi fazer uma mudança intensa. Dei “um basta”, saí da postura de vítima e resolvi agir. Investi em autoconhecimento e automelhoria e passei a me amar! Virei-me do avesso e descobri que essa era minha melhor versão, rs!

Amando o resultado que alcancei, me veio o desejo de converter minha experiência e também meus conhecimentos em algo que ajudasse outras pessoas.
 Sendo professora universitária da área de Letras, passei a me perguntar como o conhecimento sobre a linguagem poderia auxiliar outras pessoas de forma mais efetiva, de forma que extrapolasse a sala de aula. Fiquei com essa indagação martelando na cabeça por uns anos.

Apesar de “carregar” essa indagação e após tentar alguns caminhos, foi despretensiosamente, ministrando um curso intensivo de duas semanas na universidade onde ensino, que ocorreu o gatilho para o surgimento do Oratória Mestra e, consequentemente, de como eu poderia realizar meu propósito de amparar outras pessoas em suas melhorias por meio da linguagem.

Estava ocorrendo a atividade final da matéria, um seminário em que todos os discentes deveriam falar. Daí uma determinada discente começou sua exposição e, no meio de sua fala, simplesmente travou e não conseguiu concluir a apresentação; saiu da sala muito envergonhada, com a bochecha bem avermelhada.

Ela sabia o assunto e mesmo assim não conseguiu apresentar. Isso me causou angústia, por ser uma situação constrangedora para ela e por me sentir incapaz de ajudá-la naquele momento. Terminado o seminário, me dirigi a ela e me propus a buscar alguma forma de ajudá-la.

Microfone prateado com um fundo desfocado.

Comecei, dessa forma, a pesquisar sobre oratória e montei um curso de 6 horas para ela. Ao montá-lo, pensei: “se vou ajudar uma pessoa, por que não ajudar mais pessoas?”. Assim, expandi a proposta e ofereci gratuitamente o minicurso na universidade, aberto à comunidade em geral. Por se tratar de um treinamento prático, restringi o número de participantes a apenas 15 pessoas.

A procura foi muito grande, por isso ofereci mais vezes ao longo do mesmo semestre, porém continuou sempre com lista de espera. Isso me despertou para o fato de ser grande o número de pessoas que apresentam a dificuldade de falar a um público, ainda que uns tenham mais bloqueios do que outros.

Após oferecer recorrentemente esse curso, constatei que abordar apenas as técnicas de oratória era insuficiente para focar a raiz do problema de por que tantas pessoas não conseguem fazer uma exposição para uma audiência. Identifiquei que não é apenas uma questão de técnica, mas também bloqueios emocionais que levam à baixa autoestima e, por consequência, levam a essa dificuldade!

Sendo assim, comecei a me dedicar com mais afinco e busquei em minha própria trajetória o que provocou minha mudança e o que continuamente me mantém de bem com a vida. Percebi que houve uma grande transformação mental e emocional. Identifiquei que o ponto de partida era a comunicação interna, ou seja, o diálogo comigo mesma. Eu havia mudado a forma de pensar, de sentir e de agir!

Foi daí então que resolvi reunir práticas que promovem a reprogramação mental/emocional, para se ter uma nova postura. Assim, reuni meus conhecimentos em PNL (Programação Neurolinguística), Coaching e EFT (Emotional Freedom Techniques). Como observadora do processo de comunicação e do comportamento humano – afinal, lido constantemente com pessoas dos mais variados perfis –, adicionei àquelas áreas minha vasta experiência como professora da área de linguagem (mais de 20 anos).

Lâmpada acesa em meio a um ambiente escuro.

Como resultado final desse tempero, nasceu o Oratória Mestra, que começou com o curso presencial e agora virou um lindo projeto, que oferece cursos em diferentes modalidades – presencial e online. E não para por aí, pois foi ampliado e contempla também treinamentos em comunicação harmônica/compassiva e oficinas de autoexpressão.

Com essa ampliação, o Projeto Oratória Mestra vem trabalhando três arquétipos (perfis): 1. aquele que se expressa de forma autêntica, autônoma, liberto de si mesmo – com a Vivência Expressão Livre do Ser; 2. aquele que comunica de forma harmônica, compassiva, respeitando a si e ao outro e cria relacionamentos saudáveis – com o Curso Comunicação Mestra; e 3. aquele que se expõe de forma eloquente e gera resultados, efeitos no outro – com o Curso Oratória Mestra.

É isso. Estou muito feliz de poder partilhar esta história com você. Espero que você tenha gostado… Nos encontramos no próximo artigo (ou nas redes… quem sabe?!). Até lá!


Você também pode gostar de outros artigos do autor. Acesse: Como vencer o medo de falar em público em 6 passos

Sobre o autor

Eliuse Silva

Eliuse Silva

Nascida e residente na Bahia, carrego a alegria de minha gente e o jeito espontâneo de se expressar. Realizo-me profissionalmente como Professora Universitária e como Coach em Comunicação Harmônica e em Oratória.

Licenciada em Letras e mestra em Linguística, sou uma apaixonada pela linguagem, pelas formas de interação e pelo contínuo desenvolvimento do ser humano, seja pessoal ou profissional. Acredito que somos seres múltiplos e inacabados, em constante transformação e potencialização.

Por isso, venho mesclando estudos relativos a autoconhecimento, autodomínio emocional e comunicação intra e interpessoal. E, dessa simbiose, nasceu o Projeto Oratória Mestra, através do qual ofereço cursos presenciais e online em Comunicação Compassiva e em Oratória Emocional, provocando a expressão autêntica e autônoma de cada participante.

Email: [email protected]
Facebook: eliusesilva.oratoria
Instagram: @eliusesilva_om
YouTube: eliusesilva