Autoconhecimento Psicanálise

Por que não eu?

Woman is Relaxing On a Mountain Top

“Eu encomendo um jantar

Só pra nós dois

Se não tem nada pra depois  

Por que não eu?  Ah! Ah!

Por que não eu?”

Herbert Viana/Paula Toller

Você já fez essa pergunta ao longo de sua vida?

– Por que ele foi promovido e não eu?

– Por que ele tem a atenção das pessoas e não eu?

– Por que o casamento dela deu certo e o meu acabou no primeiro ano?

– Por que ele foi escolhido para representante da classe e não eu?

São tantos os ‘porquês’ que roubam a nossa energia e tiram o foco daquilo que realmente é importante.

Não sei se a sorte existe, tenho dúvidas quanto a isso.  Talvez o ‘estar no lugar certo, na hora certa’ seja mais aceitável. Mas, para que isso aconteça, temos que fazer a nossa parte.  Estarmos atentos às oportunidades e preparados para agarrá-las.

Então, confesse… Você já fez essa pergunta, mesmo que baixinho, só para você, não é? Mas, não se sinta culpado (a). Provavelmente, todos já passaram por isso. Faz parte do ‘ser’ humano.

O importante é ter consciência dessa fragilidade e disposição para mudá-la. Perceber o quanto essa é uma atitude passiva, pois joga toda a responsabilidade no outro.

Acredito no potencial que todos temos dentro de nós para uma transformação, para a busca de um crescimento emocional e psicológico. Segundo Carl Rogers, psicoterapeuta norte-americano, todas as pessoas carregam dentro de si a força necessária para o desenvolvimento de suas próprias potencialidades.

Alguns pontos que levarão a uma reflexão para um comportamento mais adaptativo, são:

Não se comparar e não julgar

Ninguém é perfeito. Cada um traz consigo habilidades e deficiências. Potencialize o que tem de bom e busque melhorar o que for necessário. Lembre-se que os dedos das mãos têm tamanhos diferentes, mas todos têm a sua função. Entenda que você não é melhor nem pior que ninguém.

Valorizar o que tem

Um dia você achou que era importante conquistar o que tem hoje. Valorize o esforço e a dedicação despendidos para que tudo isso se tornasse realidade. Não espere perder para dar a devida importância.   

Agradecer e reconhecer as pessoas

Com certeza você não chegou onde chegou sozinho. Muitas pessoas estiveram (e continuam) ao seu lado, te amando, ajudando, acolhendo e dando o seu melhor, para que VOCÊ pudesse alcançar os seus objetivos. Seja grato! Não por elas esperarem essa atitude, mas pelo fato de reconhecer o quanto elas foram importantes em sua vida.  

Não focar nos obstáculos

Aqui farei referência a Monja Coen: “Não dê atenção aos seus obstáculos; eles existem, respeite-os, mas passe por eles. Não fique olhando e dizendo: obstáculos, obstáculos… Senão, você dá força àquilo que é prejudicial e negativo. Olhe para diante, para seus objetivos. A atenção aos obstáculos os torna imensos, poderosos.”

“Supere as grandes pedras que surgirem no caminho, mas tome cuidado com as pequenas pedras, pois elas podem te fazer escorregar e cair.”

Aprender a dizer não

Significa ter confiança em si mesmo, ter controle sobre a sua própria vida e não se deixar manipular.

Discernir em qual situação e optar pelo sim, sem promover a auto anulação ou o não, sem a preocupação de sofrer uma rejeição. Dizer sempre sim, ou seja, ser uma pessoa propiciatória pode trazer a sensação de ser importante, bem relacionada. Mas não se engane, em muitos casos não passa de uma relação de interesse unilateral. O retorno pode não ocorrer.

A pergunta – por que não eu? – sugere que o mundo lhe deve alguma coisa. Isso não é real. Então, faça a sua parte, da melhor forma possível; mas faça com amor. O resultado virá a seu tempo, acredite.

Sobre o autor

Maria Cristina Lopes

Psicanalista Clínica, com especialização em Métodos de Acesso Direto ao Inconsciente, capacitação em Hipnose e Hipnoterapia, Programação Neurolinguística, Terapias Cognitivo-Comportamentais e Psico-oncologia. Graduada em Serviço Social com pós-graduação em Administração de Recursos Humanos.

Publicação de textos no blog mariacristinalopes.com

Contato: mariacristinalopes@globo.com
Celular: (11) 99636-8599