Energia em Equilíbrio

Principais causas de desgaste energético

Mulher com mãos na cabeça e expressão de cansaço
Tired teen girl feeling dizzy, having panic attack, young woman massaging temples sitting on sofa at home, suffering from chronic migraine, stressed teenager experiencing sudden strong headache
Jucelma Pereira
Escrito por Jucelma Pereira

É muito comum as pessoas procurarem terapias alternativas como uma forma de reabastecimento energético, relatando diversos sintomas, tais como apatia, tristeza, irritação e até mesmo sintomas físicos como dores de cabeça, entre outros.

Sendo assim, antes de considerar que há alguma interferência externa, quando iniciamos a análise dos males relatados, muitos estão relacionados com os hábitos e não necessariamente com uma energia extrafísica.

Partindo desse ponto de vista, até que ponto os nossos comportamentos contribuem com o nosso desgaste energético?

Mulher sentada na cama com mão no rosto
Foto de Cottonbro no Pexels

Listei abaixo os principais ofensores:

Não dormir uma quantidade de horas adequada

O sono é uma das principais formas de abastecimento energético. É nesse momento que o corpo consegue ter acesso às energias sutis e restabelecer o corpo astral do desgaste diário. Também é através do sono que nosso cérebro se recompõe para receber novas informações.

Um corpo cansado, que não dormiu adequadamente, deixa de atuar na sua totalidade, causando incapacidade física e mental.

Emoções fora de controle

O desequilíbrio emocional é responsável pela maioria dos desgastes e das depressões energéticas. Pessoas com emoções à flor da pele, com posturas de dependência emocional, dominadoras, estressadas, entre outras, demonstram uma das faces de desgaste energético.

Desperdício de energia com hábitos nocivos

Experimentamos situações que nos expõem a desgastes energéticos e atualmente são consideradas normais pela sociedade, porém são hábitos que não geram impacto imediato, mas a longo prazo, tais como excesso de consumo de bebidas, cigarro, vivência sexual desregulada, entre outros. São formas de drenagem de energia vital.

Falta de observação dos próprios limites

Não respeitar os limites do corpo determina a forma como as reservas energéticas serão utilizadas. A energia que deveria ser combustível para realizações é utilizada para suprimir os exageros e restabelecer a vitalidade do organismo.

Garota de olhos fehcados gritando em fundo cinza
Foto de Andrea Piacquadio no Pexels

Desconfortos emocionais

Muitos dos desgastes energéticos são oriundos de determinadas emoções que afligem a alma e consequentemente afetam o corpo físico.

Ressentimentos, medos, raiva, mágoa são tão nocivos quanto qualquer outra substância tóxica, pois são comportamentos que tiram o brilho da vida e drenam a energia, pois o corpo precisa utilizar uma carga energética vital muito maior para administrar o fluxo energético gerado.

Você também pode gostar

Dependendo do desgaste energético é necessário que a pessoa se submeta a terapias energéticas para recompor a vitalidade perdida, restabelecendo o equilíbrio, contudo de nada adianta usufruir de tal recurso, se não houver a consciência da necessidade de mudança de hábito, pois tão logo a pessoa se sinta restabelecida, se não houver a mudança de comportamento, logo voltará para o estágio em que estava.

Sobre o autor

Jucelma Pereira

Jucelma Pereira

Terapeuta holística, taróloga, focalizadora de círculo de mulheres, atualmente estudante de psicoterapia junguiana e atuante na área de terapias holísticas, tais como radiestesia e radiônica, ervas e cuidados naturais, numerologia, mesa quântica estelar, alinhamento de chacras com cristais e apometria.

Contatos:
Email: [email protected]
Facebook: Pacha Mama - Espiritualidade Feminina
Instagram: @jucelmapereira_terapias