Energia em Equilíbrio Yoga Yoga para crianças

Os benefícios de praticar yoga na infância

Ketut Subiyanto / Pexels
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Praticar yoga desde criança pode permitir aos pequeninos desenvolver rapidamente a inteligência emocional, confiança, facilidade na comunicação e trabalho em grupo, utilizando a experiência corpórea sensorial como pilar do aprendizado sobre si mesmo.

Os especialistas recomendam que as crianças comecem a praticar yoga a partir dos quatro anos de idade. Para introduzir a técnica, os dois primeiros membros trabalhados são os yamas e niyamas, ambos trabalham valores morais como ética, veracidade, desapego, etc. Depois disso, passa a se trabalhar os asanas, onde começam a ser ensinadas as posturas físicas que devem ser seguidas durante o trabalho. Feito isso, o pranayama, técnicas de respiração, também são incorporadas e, por fim, o yoga nidra, que se resume em práticas de relaxamento.

Para facilitar o aprendizado, as técnicas são passadas de forma lúdica por meio de jogos, contação de histórias, músicas, brincadeiras e muita diversão em grupo.

Valeria Ushakova / Pexels

Alguns benefícios:

  1. Melhora a capacidade corporal
  2. Desenvolve a coordenação motora
  3. Fortalece a estrutura óssea e corporal
  4. Aumenta a concentração
  5. Eleva a autoestima e confiança
  6. Mantém o corpo e a mente mais relaxados
  7. Incentiva a manter a disciplina e a responsabilidade
  8. Auxilia no controle de emoções
  9. Diminui a ansiedade
  10. Aumenta a criatividade
  11. Facilita o convívio social
  12. Aumenta a capacidade da coordenação respiratória e controle do aparelho fonador.

Você também pode gostar

Escrito por Flávia Faria da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]