Autoconhecimento Coaching

Qual é o seu swing?

Marisa Bussacos
Escrito por Marisa Bussacos
Aqui vou sugerir 6 exercícios para que você descubra.

Ficamos tão preocupados em nos encaixar em alguma profissão, em nos adaptar ao que os nossos superiores, amigos, pais esperam de nós, que esquecemos de olhar para a nossa forma de fazer as coisas.
Qual é o seu jeito de trabalhar? Qual é o seu jeito de atuar no mundo? O seu “way of doing?”. Existe uma maneira, um toque que é só nosso. Que é o que nos diferencia dos demais. Qual é o seu? Vamos pesquisar? Enquanto faz os exercícios, vá montando um painel sobre as descobertas em um cartaz ou no computador.

1 – Resgate a sua história e veja o que ela conta sobre você

Quais eram as brincadeiras que você gostava e que papéis você desempenhava? O que você queria ser quando crescesse? Que pessoas você admirava? Que características suas sempre foram perceptíveis ao longo de sua trajetória? Para aprofundar-se mais nessa análise, leia o texto “A biografia de cada um”. Grife as palavras-chave.

2 – Descubra o que as pessoas sentem que recebem de você

Pergunte a 6 pessoas de círculos diferentes (ex: colegas de trabalho, familiares, amigos): Quais os principais benefícios que eles recebem ao se relacionarem com você? Circule os que você acredita que só você pode oferecer, aqueles em que você é único.

3 – Domine as teorias e as técnicas da área de sua atuação

No seu trabalho ou no trabalho que você gostaria de desempenhar, aprofunde-se na técnica, estude, saiba fazer o bê a bá completo. Para encontrarmos o nosso jeito, primeiro precisamos dominar o básico, o que é fundamental na área de atuação.

4 – Vamos aprender com o jazz?

Feitos os exercícios acima, agora chega o momento em que você deve englobar tudo criando o seu swing. E o que isso tem a ver com o jazz? O jazz é um ritmo musical que tem como características principais a improvisação, o swing e os ritmos não-lineares. Esse gênero nos ensina que o mais importante para tocá-lo é ser criativo e, para isso, é necessário antes ter domínio sobre as técnicas e os conceitos, como sugere o nosso exercício número 3.

Para exercitar a criatividade, uma boa dica é listar as pessoas que você admira na área de atuação desejada e observar se você consegue fazer ao menos um pouco do que elas fazem. O que não consegue, corra atrás para desenvolver. Na pesquisa sobre o jazz, encontrei uma citação do trompetista Clark Terry sobre esse processo criativo: “Imitar, assimilar, inovar”. Ou seja, antes de conseguir encontrar a sua própria expressão, é necessário passar pelos dois primeiros.

Para você ser um bom músico, deve antes distinguir o que é uma boa música para você. Para ser um bom escritor, deve antes escolher que tipo de leitor deseja ser. Isso vale para todas as áreas.

5 – Dica de um filme para inspirar-se

Quando eu estava na formação de Coaches, nos indicaram o filme “Lendas da vida”. Esse filme vai ao encontro dessa busca pelo próprio swing, de encontrar o jeito autêntico de fazer as coisas. Anote as principais passagens do filme que fazem sentido com esse nosso tema.

6 – Experimente-se reforçando a sua autenticidade

Comece aos poucos colocando parte dessas suas descobertas em cada ação. Ficou confortável? Vá aumentando gradualmente colocar o seu jeito em tudo o que faz e observe-se. Como você se sente? O que precisa de ajuste? Para descobrir o seu tom, é necessário experimentar, ajustar, experimentar de novo. Não tem outra receita senão praticar.

Compartilhe aqui comigo as dificuldades que teve e que outro item você sente que faltou nesses exercícios. A importância desse tema me fez lembrar o poema que mais gosto. É de Fernando Pessoa:

“Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive.”

Você também pode gostar de outros artigos da autora. Acesse: A biografia de cada um

Sobre o autor

Marisa Bussacos

Marisa Bussacos

Coach e empreendedora. Apaixonada por desenvolvimento humano, pessoas e suas complexidades. Curiosa por ideias criativas e negócios com alma. Formada como Coach no Instituto Ecosocial com base Antroposófica.

Graduei em Propaganda e Marketing pela ESPM, com formações em Comunicação Não-Violenta, Facilitação de Processos Individuais e Grupos e Empreendedorismo Feminino pelo 10.000 Women, Goldman Sachs.

Trabalhei com a capacitação e melhora da autoestima de tecelões na Índia e em Branding e Publicidade na Natura. Empreendi a Ekoa Café, um espaço cocriado para nutrir relações, onde criei a corrente do Café Compartilhado que se espalhou por outras cafeterias do Brasil.

Atualmente realizo atendimentos de Coaching individual e facilito grupos e workshops de Desenvolvimento Humano.

Contatos
E-mail: [email protected]
Skype: marisabussacos
Site: marisabussacos.com.br
Linkedin: linkedin.com/in/marisabussacos
Página Facebook: Marisa Bussacos
Instagram: @marisabussacos
Telefone: 11 98012-5716 (WhatsApp)