Autoconhecimento

Questões que aprisionam a sua vida

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Ahh, as cobranças e expectativas! Já percebeu o quanto esse tipo de coisa acaba com nossa tentativa sadia de levar a vida como quisermos? Sem nos dar conta, nos cercamos diariamente de diversas questões que aprisionam completamente nossa vida. São das mais diferentes formas e tipos e aparecem também nos mais diversos lugares. Mas, a boa notícia é que você pode se livrar delas. É só querer!

Uma carreira de sucesso, uma família feliz, um romance estável, corte de cabelo em dia, roupas da moda e um sorriso sempre bem sincero no rosto. Infelizmente, é assim que nos obrigamos a ser, é assim que as pessoas esperam que todos sejam, afinal. E dessa forma, sem nos darmos conta, nos colocamos em situações totalmente aprisionantes e nos damos metas a atingir que podem ser totalmente irreais para nossa realidade e, principalmente, para o que queremos. É aí que geralmente empacamos e ficamos completamente inertes, impedidos de seguir em frente, e muitas vezes sem coragem suficiente para dar um passo atrás e retomar o caminho que realmente queremos.

Por mais que a vida seja mais liberal e as escolhas tenham mais opções, o ser humano é tradicional. O que significa que a maioria das pessoas seguem sempre o mesmo caminho e querem responder da mesma forma para as perguntas já estabelecidas. Caso contrário, é como se a originalidade e poder de escolha fossem vistos como rebeldia. E ser rebelde, para muitos, é difícil demais.

Cada vez mais, parece necessário ter uma opinião sobre cada assunto em pauta (e são inúmeros, acredite!) e defendê-la com unhas e dentes. É necessário também ter um plano de vida totalmente detalhado. E ai de você se não souber o que dizer quando alguém lhe fizer mais uma das tantas perguntas fechadas que nos abordam diariamente. Opiniões, passos, objetivos, escolhas, preferências… o grande segredo para lidar com isso é ter a segurança e a confiança de que tudo é passível de mudança, o que torna tudo muito mais humano. Afinal, mudanças são respostas para a evolução, a maturidade e a aprendizagem constante com as mais variadas experiências.

Da próxima vez que for abordado com uma questão que pode te aprisionar, tenha coragem de responder de uma forma inusitada. Se alguém lhe pedir para escolher “A”, “B” ou “C”, por exemplo, não hesite em responder “D” ou “500”, se estas forem as respostas que você realmente quiser dar. O que importa é sair da mesmice, é ser autêntico e ter a decência de saber que as escolhas são inúmeras e, principalmente, que cada um pode ter a sua. Nunca se deixe aprisionar por questões corriqueiras, saia da orla de zumbis que podem cruzar seu caminho. Você pode mostrar a eles um novo rumo.


Texto escrito por Roberta Lopes da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]